Furtar

Boa tarde! Eu estou com algo que está há muito tempo entalado na minha garganta, que me frustra bastante e quero botar para fora. Desde criança eu tenho um péssimo hábito de roubar, desde material escolar, até objetos pessoais da casa e lojas de departamentos e supermercados. Com horror de vergonha, tenho que admitir que me tornei uma profissional nesse ponto e na maioria das vezes eu sempre me safo, mas já fui pega umas quatro vezes. Só uma pessoa que me viu fazer isso, que foi super compreensiva comigo e me confortou. Já o resto… Vejo isso como uma doença, uma compulsão desenfreiada e que não consigo mais controlar. Há 3 anos atrás eu tinha já parado com isso, fiquei esse periodo todo sem me deixar levar, mas esse ano eu tive uma recaída e me descontrolei feio… Fui a um supermercado e peguei muitas coisas: meias, esmaltes, gloss labial, absorventes internos… , e até hoje não consigo entender como que eu nunca fui pega. Isso chega a me angustiar e está me fazendo um mal danado, que nem consigo colocar a minha cabeça no travesseiro… As vezes fico tentando me imaginar sendo pega por alguem naquele dia e só de pensar, eu chego a enlouquecer… Ao ponto de sentir nojo e vergonha de mim mesma. Mas essa coisa doentia me pertuba, e toda vez que eu vou para um lugar, eu vejo algo que gosto e quero levar de qualquer jeito, mas depois vem um peso enorme na consciência e desisto de levar… Quero não só parar, como também parar de pensar nisso… Quero desaprender a roubar para sempre e nunca mais voltar a repetir isso! A minha família não confia em mim, pois eles sabem que já fiz isso inúmeras vezes e o que eu mais quero é ter uma única chance deles, de provar que eu quero mudar esses hábitos horriveis e assim ser uma pessoa menos anormal. Sei de que quem faz uma ou várias vezes, fica marcado para sempre e eu já estou mais do que marcada, estou denegrida por fora e por dentro… E agora mais do que nunca quero me limpar e me redimir de tudo isso que fiz. Agora que estou desabafando, já me sinto mais leve e aliviada de poder botar para fora as minhas angustias e os meus fantasmas. Muito obrigada!

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

3 Comentários

  • Você tem que buscar forças no Senhor Jesus Cristo,só ele é quem pode te ajudar.
    Quando vier a tentação, expulse o espirito maligno usando a autoridade do nome de Jesus,diga: Eu te expluso espirito maligno em nome do Senhor Jesus Cristo,vai por terra agora,em nome do Pai,do Filho, e do Espirito Santo,Amen!.

  • Você ainda será pega…Inconsciente, é o que você deseja. O ato de roubar, ou o “pecado” já é a expressão do desejo inconsciente de autopunição. Depois que você passar pela vergonha, pelo vexame, aí é que você tomará a decisão de parar, se te derem a chance de não te ficharem na polícia, por ser a primeira vez; ou continuar e assumir de vez (depois de fichada) que não é cleptomaníaca, mas uma ladra. A questão é…qual a desonestidade consigo própria que você está substituindo por esta, mascarando o que não quer admitir? O que você esconde, que é tão nocivo para a sua consciência, que o inconsciente “cria” a autopunição através do roubo? Porque é claro que você quer ser pega, e vai deixar através de lapsos, atos falhos, todas as pistas para tal…Como esses pervertidos sexuais e psicopatas que filmam as próprias taras e depois …”jogam fora”(?) para que a polícia encontre! É melhor PROCURAR TERAPIA antes que seja tarde.

  • Isso com certeza não é sua culpa, é uma doença chamada cleptomania e pode ser tratada. Procure psicólogos ou até mesmo psiquiatras. Não ligue para o que as pessoas pensam. Tenha esperança e siga em frente. Com muita perseverança e ajuda de profissionais, você encontrará a cura…