Estou muito atraida por um Padre sexualmente

Eu sei que só de pensar, devo estar traindo. Nunca tive coragem de me confessar a nenhum padre pessoalmente o que confesso aqui. Estou a um ano tendo sonhos e até mesmo andando naS ruaS. Quando me aproximo de alguma Igreja, lembro-me do Padre que me deixa super irriquieta “se é que o Sr. esta me entendendo”. Eu o conheci indo em uma Igreja de São Paulo, fui fazer uma entrega de Flores a Minha Protetora Santa Rita de CASSIA. MAS PERCEBI QUE NAQUELA IGREJA, A SANTINHA, ISTO É, A IMAGEM FICAVA NÃO SEI ONDE… ATÉ QUE PERGUNTEI A UM SR. que se encontrava na porta da Igreja. Ele muito prestativo disse-me. Ali moça do lado direito. Nisso no fundo do corredor, vinha caminhando um Padre com Batina cor de cafe com leite. E aproximou com um sorriso lindo e disse-me. Como menina não sabe onde fica sua Santinha do Coração. Nunca esteve nesta Igreja. Eu lhe disse, sim, mas nunca para fazer doação de flores para a Santa Rita; Eu sempre passava apressadamente, me ajoelhava e pedia proteção. E ia trabalhar. Mas este dia foi diferente. Minha pressa acabou. quando beijei a mão daquele Padre, na verdade eu queria mesmo era lambe-la, lacivamente. Dei um beijo demorado com os labios molhados. Ele deve ter percebido, mas não fez comentario. Pedi sua Benção. Ele fez uma cruz em minha testa. Mas eu não conseguia disfarçar a atração que senti. Inpressionante. Eu sou a pessoa mais desligada e timida do mundo. Sou catolica por que gosto do ritual e das orações. Mas nunca me passou pela cabeça sentir “tesão”, desculpa, mas é a palavra mas correta. Passei a assistir as missas, mas nunca tive coragem de me confessar com ele.Claro que o Padre percebeu. Não conseguia mais dirfarçar. Passei a usar mais vestidos e sempre que usava camisas de botão fazia questão e deixar a mostra o “V” dos meus seios que são volumosos naturalmente. Mas com o passar dos meses começei a me sentir estranha. Eu tava quase que pulando nele. Então resolvi não mais ir aquela Igreja e nem passar por lá, até hoje faço outro caminho. Pensei não tenho direito de brincar com os sentimentos de um Padre. Sei que tem bastante tempo de sacerdocio. Mas nada lhe disse. Dai hoje resolvi ir a Igreja. Perguntei pelo Padre, dai ele disse. Olá filha, que bons ventos te lhe trouxe. Eu senti vontade de pedir para me confessar, mas preferi dizer mentindo que estava atrasada e só passe mesmo para acender uma vela para Santa Rita. Mas durante esta ano que esta terminando eu tenho procurado ler contos eroticos de Padres, procuro filmes eroticos com PADRES. REPROVO SIM A PEDOFILIA. Mas no meu caso eu sou uma mulher resolvida, profissional, moro sozinha por opção e tenho 52 anos, sou bonita e atraente. Sempre respeitei a Igreja Catolica bem como qualquer outra denominação. Porisso, pensei e estou aqui me confessando pelo site. Tempos modernos. Mas será que algum padre vai mandar resposta e dizer como devo me redimir deste pecado. Tenho fantasiado muito, sendo possuida literalmente por este e outros Padres. Mesmo quando vou a missa a Batina me atrai. Fico pensando. E depois oro e peço para DEUS ME PERDOAR. COMO DEVO FAZER. Sou uma mulher comum como qualquer outra com saúde mental e fisica. Discreta e sozinha. Muito seletiva também. Não estou namorando nem saindo com nenhum homem a mais de oito meses. Obrigada por permitir eu desabafar, estou me sentindo mais leve. Por favor deixe-me anonima. Fiquem com DEUS.
OBS – O PADRE É BASTANTE RESPEITADOR, PORISSO NUNCA ME DECLAREI OU ME CONFESSEI PARA ELE COMO SACERDOTE QUE É.

 

Reportar Sexo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

5 Comentários

  • me indentifico muito, eu já tive varios sonhos com aquele padre famoso do snap chat, que gostoso, eu até evitei de ta vendo na tv ou na internet, por que ele é lindo…. e eu só penso besteiras.

  • me indentifico muito, eu já tive varios sonhos com aquele padre famoso do snap chat, que gostoso, eu até evitei de ta vendo na tv ou na internet, por q

  • Olha moça, vc não é diferente d nós mulheres.Tbm já m senti e m sinto atraída por padres.Talvez pela carência,talvez pelo modo q as vezes somos tratadas por eles, nao sei.Mas não condeno seus desejos, pq sinto o msmo,por um padre aq da minha cidad.É estranho?é sim, fomos criadas p respeitar e obedecer sempre….e apesar dos tempos, isso ainda bate a nossa porta.não se sinta culpada,de modo algums, vc é humana tbm, e está sabendo respeitar o padre em questão, pq se fosse uma ensandecida, já teria tomado as redeas e quisá prejudicado ele e a ti msma…Quem sabe uma hora dessas, um dia desses, vc não consiga ter reciprocidade e ser feliz..msmo q de uma forma torta, vista pela sociedad…e se vc sente respeito alem do tesão, vc não está sendo extremamente pecadora, mas muito mais mulher do que mtas por aí. Seja feliz, a sua maneira…

  • Infelizmente a Igreja Católica prega essa ideia absurda de que seus padres não devem se casar,na minha opinião,seu pecado é desejar o padre de forma impura,se voce gostasse dele sem pensar em sexo,só de forma amorosa,não teria nada demais,me desculpem os católicos,mas a Igreja prega ideias ultrapassadas e sem fundamentos

  • Esse pecado é seguramente uma sugestão diabólica. Visa destruir milhares de outras oportunidades de redenção para as almas, através da infâmia que lança sobre o Evangelho. Por exemplo, muitas pessoas escandalizadas com a hipótese de que escândalos sexuais atinjam justamente os padres, os ministros da reconciliação via perdão dos pecados; deixam de confessarem-se e atiram-se de vez na desesperação eterna, decepcionadas, desiludidas, por essas mais do que óbvias ciladas do inferno contra a castidade dos sacerdotes. Creio que haverá misericórdia ainda maior para o padre, que para o pecador ou a pecadora que se atrever a cometer sacrilégio com um ungido do Senhor. Agradeço a Deus de todo o meu coração, ter fugido – com a graça de Jesus Cristo e o auxílio do Espírito Santo-, e ter evitado (mesmo com toda a solicitação e consentimento), estes pecados!Rogo entretanto a misericórdia infinita de Deus para os infelizes que neles tiverem a desgraça de ter caído.