Namorada

Tenho 24 anos e namorei uma menina por quase 3 anos. No início do ano as coisas começaram a desandar. Coisas que antes nao encomodava começou a encomodar. Brigas que antes nao existiam começaram a existir. Muito ciúmes, até dos meus melhores amigos. E no meio disso tudo, eu comecei a mudar. Comecei a mentir. Não atender o celular. Dizia que ia fazer alguma coisa e ia encontrar meus amigos. E nisso tudo culminou para que eu terminasse com ela, mesmo gostando muito dela. Não quis estragar tudo de bonito que havíamos construído e que nossos desentendimentos estavam destruindo. Precisava de tempo pra pensar e queria que ela pensasse também e revesse tudo que tava acontecendo. Mesmo contrariada ela entendeu. 3 semanas se passaram. Eu estava na casa de meu melhor amigo conversando com ele, quando meu celular q estava no bolso ligou sem querer para o celular dela. Ela ficou por volta de 10 minutos escutando a conversa sem que eu soubesse. Até hoje eu nao lembro exatamente o que eu falei nesses exatos 10 minutos. Lembro de comentários sobre a minha outra ex namorada, que sempre foi uma assunto delicado para nós, comentários sobre outras meninas, sobre ela propria, nossa relaçao e tudo que eu achava de errado, coisas que nunca tive coragem de falar. Ela escutou tudo. Apartir daí, ela me trata com tamanha indiferença. Nunca quis conversar comigo sobre o ocorrido e nunca me contou o que ela havia escutado. A maioria das pessoas deu razão a ela e começou a me destratar também. Simplesmente ela me excluiu por definitivo da vida dela de uma forma surpreendente e rápida, começou a sair todos os dias e a andar com pessoas de carater duvidoso. Enfim, se desvinculou totalmente da minha vida em questão de dias. Hoje fazem 6 meses que estamos separados e eu ainda sinto muito falta dela. Gosto muito dela sem dúvida alguma. Eu nunca soube o que fazer. Eu sabia somente que queria ficar com ela. Tentei por diversas formas me reaproximar e nao obtive sucesso. Ela simplesmente ignorava e me tratava de forma indiferente. Ainda descobri recentemente que ela estava se relacionando com outra pessoa há quase 2 meses. Em breve ela estará indo morar em outro país temporariamente e eu mudarei da minha cidade para trabalhar em uma empresa por um período de tempo também. Enfim, minha vida tomou um rumo que nunca passara pela minha cabeça. Eu nunca consegui aceitar verdadeiramente a culpa pela ocorrido. Acho que eu nao tive culpa dela ter escutado tudo aquilo. Sei que não deve ter sido nada bom escutar essas coisas e ainda de maneira muito arrogante (claro, estava conversando com meu melhor amigo). O que voces acham disso? Sei que devo seguir em frente, já tentei varias vezes me relacionar, mas quando eu paro para pensar em alguém eu só penso nela. É difícil.

O que será que devo fazer? O que eu posso fazer? Esquecer de vez? Chutar o balde e vencer todo esse sentimento partindo pra outra? Sei que é muito dificil, ja tive outros relacionamento até mais complicados, mas dessa vez tudo isso me pegou de surpresa.

Comentem.

Obrigado!

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

3 Comentários

  • Amigo cuide de sua vida. Provavelmente um dia vc irá agradecê-la por vocês terem se separado, acredite. Ao contrario de vocês que passaram a se desentender, tive uma namorada que após se formar chegou para mim dando uma noticia que embarcaria para Itália e que provavelmente iria ficar por lá, por ter dupla cidadania. A gente se dava bem e o passo seguinte era o casamento. Ela era cheia de planos e sempre me incluía em seus planos, da mesma forma que e a incluía em meus planos. Pois é, de um momento para outro ela me excluiu de seus planos. Cheguei a pensar no que eu havia errado, para perde-la assim. Procurei sua melhor amiga e informação que obtive era que nada impediria ela conhecer a Europa e outras pessoas, já que seu pai tinha condições de custear sua permanência na Itália. Uma tristeza abateu-se sobre mim, pois de um momento para outro eu estava sem ninguém. Fiquei uns tempos sem me relacionar e uma alma boa apareceu em minha vida e hoje é minha esposa. Por dificuldades financeiras por parte de seu pai, ela teve que retornar ao Brasil e a primeira coisa que fez foi me procurar. Não pense que ela estudou, fez curso ou algo assim, foi só gandaia mesmo. Quando veio até mim já foi dizendo: É a fila andou e mostrou a verdadeira índole. Tentou denegrir a minha esposa e tudo mais. Elas foram amigas em outra época. Resumindo, hoje eu agradeço a ela por tomado aquela atitude de ir embora.

  • NADA COMO O TEMPO

    Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com uma outra pessoa, você precisa, em primeiro lugar, não precisar dela.

    Percebe também que aquele alguém que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente não é o “alguém” da sua vida.

    Você aprende a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a gostar de quem também gosta de você.

    O segredo é não correr atrás das borboletas… é cuidar do jardim para que elas venham até você.

    No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você!

  • Siga seu caminho e seja feliz! Na vida agente precisa aprender a perder e tambem a ser pratico, limpe sua mente e se faça feliz!

    NADA COMO O TEMPO

    Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com uma outra pessoa, você precisa, em primeiro lugar, não precisar dela.

    Percebe também que aquele alguém que você ama (ou acha que ama) e que não quer nada com você, definitivamente não é o “alguém” da sua vida.

    Você aprende a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a gostar de quem também gosta de você.

    O segredo é não correr atrás das borboletas… é cuidar do jardim para que elas venham até você.

    No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando, mas quem estava procurando por você!