Juramento

Posted on

Gostaria de confessar algo que durante muito tempo passou despercebido de mim mesma. Até que o marido de uma prima, interessado em contratar os meus serviços de profissional liberal, lembrou-me e indagou-me por que eu não fiz o juramento no dia da minha formatura. Até então já havia passado mais de vinte anos do ocorrido. E, dei-me conta da veracidade do episódio. Por imaturidade e orgulho, sob a forma de protesto, pelas dificuldades que tive de enfrentar durante o curso, eu fui capaz de cometer o ato insano de não fazer o juramento na minha formatura. Imagino o quanto de desapontamento eu devo ter causado a meus pais. Confesso que há anos, desde que fui lembrada desse episódio, fico incomodada. Hoje me sinto profundamente arrependida e, também feliz de poder encontrar um meio de desabafar e confessar o meu erro.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *