Estou precisando desabafar

Faço parte de uma comunidade católica sempre, mas eu estou precisando desabafar o que tem me sufocado e não sei se posso confiar nas pessoas. Tenho medo da repressão, do julgamento, da exclusão por parte de pessoas. Mas reconheço que preciso de ajuda. Sou casado, tenho 43 anos e desde minha adolescência tenho lutado contra o desejo desenfreado por sexo. Minha esposa é um pouco tímida com relação a sexualidade, e isso tem contribuido para a manutenção de meu problema, eu acredito. Eu sofro muito com isso, pois percebo que se tornou um vício. O problema é ainda maior por se tratar de uma preferência homosexual. Mesmo lendo a bílblia e sabendo que isso é repulsivo a Deus, eu não consigo me controlar. Quando o desejo vem, eu me sinto escravo dele e conscientemente, porém sem forças pra resisir eu caio na tentação. Fico horas em sites de bate papo, e às vezes até me masturbo com um outro cara por meio da web cam. Cheguei inclusive a ter relação com um carinha uma vez, e depois me senti imundo, com nojo de mim mesmo e com muita vergonha de Deus, que com certeza sabe de tudo e infelizmente viu tudo o que aconteceu. Minha aflição é enorme. Não sei o que fazer. Amo muito minha esposa, e a última coisa que gostaria é de fazê-la sofrer. E até por isso mesmo não tenho coragem de compartilhar isso com ninguém. Receio que isso ainda prejudique ainda mais a descorberta lenta e gradativa que ela tem tido de sua sexualidade.
Eu oro a Deus, mas fico até com vergonha de pedir perdão, pois duvido até mesmo de minha real contrição. Sei que Ele me ama, e isso me anima a lutar e vencer este mal. Mas acho que a consciência que tenho deste amor, não é mais forte do que o desejo que sinto e me leva a cair. O que faço? Preciso de ajuda. Tenho vergonha de mim mesmo. Me sinto um lixo.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

5 Comentários

  • bem, o seu desejo por homens é na realidade alguma falta que vc sente e de certa forma se extingui no homosexualismo.ja me senti assim, e ainda me sinto, mas hj eu sei exatamente o que me falta e o que me leva a querer essas coisas!

  • Que comentário incrível desse ‘um dois’. Abrace a ideia de ser livre!

  • Você não tem que se preocupar. Não vê que o desejo só aumenta pois ele está reprimido? Gostar, sentir tesão ou atração por outros homens não te faz cometer nenhum “pecado” – afinal você sente atraído por PESSOAS, independente do sexo!

    O julgamento e a repressão partem única e exclusivamente de você. Quanto à exclusão, aqueles que te amam irão compreender e vou continuar te amando do jeito que você é.

    Abrace a idéia de ser livre – de amar e ser amado pelo o que é, e não pelo o que quer representar aos outros. A vida é sua. Se você acredita que Deus o criou, então creia que não foi à toa que ele o desenhou assim.

  • Nao se preocupe meu amigo, o Senhor dos Exército é capaz de perdoar todo e qualquer tipo de pecado. E nao se esqueça q o nosso Deus é especialista em causas impossíveis !

  • Bom, acho que o primeiro passo é entender porque isso começou. Acho que uma confissão também seria uma forma de libertação e uma vida cada vez mais próxima do Espírito Santo,somos fracos mas o espírito é forte. Tente conversar com sua esposa sobre seus desejos, talvez tendo uma vida sexual mais ativa e menos reprimida em seu casamento esses desejos comecem a ter menos força sobre vc. Fuja das situações de pecado, não temos força contra ele, temos que fugir. Que Deus te fortaleça.