Ser merecedora

Sabe, quando acessei esse site, achei que era brincadeira, aliás, como a maioria das coisas, eu levo na brincadeira. Mas vi histórias de vida que me deixaram pensando, que na verdade há tristeza por trás da minha alegria e que nem todos são completos e felizes.
Graças a Deus, superei muita coisa, e sempre foram problemas que pra mim eram o fim do mundo, mas pensando bem e comparando com os problemas dos outros, são pouca coisa!
A verdade é que não é fácil. Superar os problemas e passar por cima de situações, financeiras, amorosas, perdas, inveja, empregos ruins…a diferença é como cada um encara o “baque”, como tudo isso se torna mais fácil de ser engolido.
Eu não sou diferente da maioria das pessoas. Por algumas vezes, camuflo minhas ansiedades e agonias com bebida, drogas ou com simples bom humor. Isso varia e depende também do que exatamente quero fugir.
Hoje, mesmo fazendo coisas das quais não me orgulho e que apesar de erradas, prejudicam somente a mim, não sei se sou merecedora do que tenho, mas sou agradecida.
Tenho uma saúde boa, amigos, uma graninha, um teto e já está bom.
Não prometo mudar, afinal, tenho 28 anos e a 27 e meio sou assim. E olha que já melhorei bastante.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

1 Comentário