Egoísmo ao extremo

Estou precisando falar com alguém, mas não tenho nem coragem de confessar tudo.
Não sou religiosa, mas acredito no amor ao próxmo, por isso me sinto tão horrível.
Tenho 22 anos e era praticamente casada. Apesar de alguns pesares, meu namorado me respeitava muito e me amava demais. Hoje, acho que nunca o amei como devia, nunca o respeitei, acho que depois de uns meses de namoro não tina mais boas intenções com ele, embora me enganasse achando que estava fazendo o certo, pois como moravamos juntos achava sempre uma desculpa pra adiar o termino da relação. Eu passava horas na internet, flertava com as pessoas, mentia pra todo mundo, ninguem sabia que eu namorava ele, muito menos que moravamos juntos.
Até um dia cheguei ao extremo de traí-lo, já vinha com essa ideia ha um tempo e fiz, mantive um caso, queria terminar, mas eu criava empecilhos, todos pensando em mim, nunca parei realmente pra analisar o que ele sentiria, mesmo sabendo de tudo que ele me fez, todo o bem.
Um dia ele descobriu tudo, depois da vergonha que passei. Todo mundo ficou sabendo.
O menino que eu tinha um caso foi o pimeiro a saber, pessoalmente e por email. Eu menti mais ainda e ele acreditou em mim.
Saí de casa, meu ex, apesar de tudo entendeu até oq eu não entendo e quis me ajudar, eu neguei ajuda, ia quando precisava e voltei e mentir para os dois. Queria estar nos dois lugares ao mesmo tempo. Não queria terminar meu atual namoro, mas sentia falta de tudo que ja tive. Sei que os manipulei mais algumas vezes, menti muito.
Meu atual namorado é tão maravilhoso quanto o ex, sinto que não vou poder continuar essa relação, menti sobre toda minha vida pra ele e acho que um dia vai descobrir e sofrer como sei que vai sofrer com esse termino.
Eu sou a primeira namorada dos dois e sinto que vou arruinar a vida deles quando se tratar de amor e confiança, hoje eu daria minha vida pra que tudo fosse diferente, preferia sofrer em dobro do que vê-los sofrer.
Meu ex quer me ajudar, acha que tenho problemas sérios, eu até acedito nisso, às vezes tudo que eu queria era voltar pra lá e fazer tudo certo, dormir na minha cama, fazer tudo que fazíamos e esquecer isso, mas realmente acho que nao o amo, embora tenha esse sentimento tão forte, eu daria minha vida a ele sem pensar duas vezes, mas se eu o amasse não teria feito tudo que fiz.
Também sinto vontade de estar com o atual e fazer planos, viver…
hoje é isso que tira me sono e me faz assinar como:
A pior pessoa daqui.

Desculpa e confusão e tudo que fiz, queria poder voltar no tempo, queria ser feliz.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

3 Comentários

  • Seria legal você aprender a escrever primeiro.

  • Isso mesmo, Edu.

    Estou cansado de ver mulheres dizendo serem as melhores, mais inteligentes, mais maduras e mais “não sei o que”, como se os homens fossem sempre os errados, são os safados e sem vergonhas.

    Ainda bem que encontrei esse site e vou acompanhar, pois estou vendo a verdadeira face dessas mulheres de hoje.

    Só estão confirmando aquilo que venho pensando há um bom tempo sobre elas.

  • Infelizmente você não é um caso isolado…
    Eu só queria entender como é que as mulheres sempre se dizem tão cheias de moral, tão maduras e centradas e são capazes de fazer coisas assim… Pelo menos fossem mais humildades, mas o que eu mais vejo hoje são as mulheres menosprezando os homens. Antes fossem perfeitas como dizem, estaríamos em melhores mãos…