Condenada à Solidão

Solidão, me sinto só, estou sempre sozinha, quero ficar sozinha, não tenho vontade de sorrir, quando estou com as pessoas e elas estão sorrindo, finjo um sorriso, um sorriso forçado e triste não consigo achar graça nas coisas nem nas pessoas, me sinto sempre só tenho vontade de morrer… mas sou franca, penso nos meus filhos e assim continuo só e triste, querendo um só momento de alegria.
Momento este, que nunca vem e não sei se um dia virá.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

1 Comentário

  • Ei…

    deixe esses momentos de tristeza pra lá. Seguramente há coisas que vc gostaria de fazer, que voce sabe que são boas para voce e para seus circundantes, mas que a “moralidade” e os “bons costumes” [que nada mais é que uma hipocrisia reinante] te impedem de fazer.

    Vá apreciar a natureza. Saia em busca de um amor! Ame mais a si!

    Cuide do jardim e as borboletas virão!

    E leia muito Espinoza!