Não sei nem como me explicar

eu tinha me confessado na pascoa voltei a comungar que há mais ou menos 6 anos não comungava, pois me punia por que me masturbava e espionava as pessoas transando, me mascarava e mostrava meu p. e no domingo contratei um garoto de programa e transamos, ele fazendo papel de mulher e eu de homem , confesso que travei não fiquei com vontade, fiquei com nojo mas consumei o ato, fico com remorso o tempo todo!

 

Reportar Sexo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

1 Comentário

  • Olá, minha estória não é igual a sua mas parecida e por ter tido algo semelhante já te digo que muito homens passam por algo semelhante e sofrem com arrependimento. A minha estória é sempre me envolvi com mulheres e cheguei a namorar a minha quinta namorada por 5 anos, terminamos, veio a instabilidade no emprego, esperava algo que não aconteceu e depois de muito tempo acabei me envolvendo com uma travesti (bem feminina), me culpei e não falei nada pra ninguém , tempos depois houve sexo oral de uma outra em mim e ai entrei no psicologo, longe de qualquer coisa do tipo por 2 meses acabei me envolvendo com a terceira e ultima, sempre fazendo papel de homem como ativo mas o arrependimento não some, tomando medicação , tentando viver a vida, etc. Isso é algo que vc terá de viver, infelizmente, pode procurar ajuda psicológica mas sempre se cobrará. A pergunta que vc deve fazer a vc mesmo é : curto homem, mulher ou ambos ? Nessa “bad” que passei li muito a respeito e até mesmo o caso de bissexuais a maioria dos H, só vê outros H para sexo, o amor e companheirismo se dá com mulheres. SE o seu negócio for unicamente mulheres vc terá de encarar isso e buscar a causa mas esse sentimento de nojo irá te acompanhar por muito tempo. E a ultima coisa, diferente do que muitos vão te dizer mesmo sendo hétero, ou homo a atividade sexual excita qualquer um, o que nos impede de cruzar as linhas é este senso de “nojo” que é criado por nosso senso crítico mas nada impede que ocorra (até aí nunca entendi o que levava um homem a se relacionar com travestis e acabei me relacionando)