Minha vida, meus pecados

Posted on

Não me confesso desde minha crisma, então estou bem carregado e preciso me liberar um pouco desse peso.
Começo confessando que na época da faculdade fiquei com muitas garotas por meio de mentiras somente para obter relações sexuais e em determinada ocasião usei maconha e deixei um homem fazer sexo oral em mim. TENSO me arrependo demais disso.
Confesso ter mentido muito, muito mesmo, para todo mundo, para impressionar garotas, amigos e familiares.
Tranquei a faculdade para me tornar policial e fui para um grupo de elite, nesse grupo eu ”trabalhei” criminosos para conseguir informações e mesmo eles sendo criminosos sinto que certas vezes passei do limite e me arrependo muito disso. Depois de dois anos na policia matei um homem por acidente, ele me perseguiu, me agrediu, mas estava desarmado e para afasta-lo acabei por atingi-lo com um disparo da minha arma e mesmo eu o levando ao hospital ele veio a óbito. Fiquei arrasado pela família dele, se pudesse voltar no tempo faria diferente. fiquei 41 dias detido no meu batalhão e depois de cinco dias que eu havia saído. meu pai e minha namorada faleceram em um acidente de carro e eu sai vivo desse acidente, então eu blasfemei, desejei muito a morte, chegando até a pensar em suicídio.
POR ISSO EU ME ARREPENDO MUITO, ME PERDOE POR FAVOR SENHOR DEUS, olhe pelas pessoas do mundo e nos conforte, AMÉM

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *