Peco mas eu gosto desse tipo de pecado

Eu gostaria muito de poder me confessar com o padre da Igreja, mas meus pais são pessoas influentes e todos os conhecem. Apesar de saber que confissão não pode ser comentada com ninguém, eu prefiro não fazer, até porque ninguém acreditaria. Em minha família, todos são católicos e vão à Igreja sempre que podem, mas eu não. Acho que se deve mais ao fato de eu me sentir com a obrigação, pois se tantos vão eu devo ir, do que eu realmente querer. Às vezes penso que eles vão me congratular por coisas bobas como uma oração feita de forma certa ou um sinal da cruz que tenha feito num momento certo. Eu não tenho ido à Igreja a um tempo, perdi amizade com as pessoas de lá, não me envolvo mais em projetos e me incomodo com isso. Mas sei que é mais pelo fato de eu ser uma ovelha “negra” numa família onde todos vão e participam ativamente. Também a Igreja Católica prega a castidade… Mas eu acho interessante ler sobre sexo, ver cenas de sexo, ler livros que contenham cenas assim e me sinto mal por isso, pois é algo que é visto com “maus olhos”. Tem dias que eu vejo certos seriados e me vejo com vontade de ver filmes ou vídeos de pornografia. Eu me sinto interessada por isso e me sinto muito mal. Também, quando a vontade é grande, eu me masturbo e isso me incomoda demais. Tudo isso tem me assolado a cabeça e eu não gostaria de deixar guardado para mim e também não queria que o padre ouvisse, pois tenho medo de que ele fique horrorizado. Mesmo padres de Igrejas que não vou, mas tenho medo. Todos os dias rezo de noite pedindo perdão à Deus, falando que sei que erro, sei que peco mas eu gosto desse tipo de pecado. Eu penso que, apesar desse meu lado, tenho outros que sobreponham esse lado negativo, mas acho que o lado negativo consegue me tornar uma pessoa pior, mesmo com meus lados positivos. Queria sentir que Deus me perdoa, saber que ele me perdoa, mas não tenho coragem. E às vezes sinto que minha vida continua nessa monotonia porque eu não tenho ido à Igreja, mas tenho confiança em Deus. Às vezes, em minhas orações, até digo: “Sei que é errado, mas tem tanta gente que vive sem Igreja e tem uma vida boa, por que eu teria de depender?” Apesar de tudo, continuo dizendo: “Não forçarei a barra pois sei que Deus tem algo bom para mim.” Mas parece que o BOM nunca vem… Eu me sinto estranha no meio deles,pois acho que qualquer religião, seja protestante ou evangélica, serão fanáticos. Já briguei com pessoas que amo por causa de divergência de visão e prefiro evitar por causa de toda essa segregação, mas também achando que Deus está me punindo por tudo de ruim que eu faço e não confesso. Gostaria de ter a palavra de alguém porque eu não aguento mais este sentimento. Tanto que procurei um site como este para poder dizer, esperando encontrar, talvez, um Padre. Seja Padre ou cristão afincado, gostaria de uma palavra de consolo…

 

Reportar Sexo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

4 Comentários

  • OLÁ!!!

    Não te preocupes muito no que os outros familiares fazem ou pensem…o importante é vc esta em paz com vc mesma e se achas necessário se confessar com um padre, vá e confesse.

    Eu tinha esse medo e ainda tenho pois, hj, estou na tua situação…ainda não criei coragem para me confessar, mas sei que é muito bom para nós estarmos em comunhão com Deus. Mas, eu vou criar coragem e vou me confessar.

    Apredi que mesmo pecando novamente, devemos sempre nos confessar.

    Acho até que sou mais pecador que vc ainda…acho que o seu é fraco perdo do meu….rs…mas vou me confessar!

    Fique com Deus…abraços!!!

  • Sei como é…

    Agora não sei a tua idade, Leia o que o apostolo Paulo fala no livro de 1 corintios capitulo 7.

    No mais peça a Deus para te livrar disso, não é fácil, más é possível. Más com Deus é um processo tanto pode se livrar na hora.quanto demorar 1 mês… 1 ano…

    Não precisa falar com padre!

    Confesse somente a Deus, como vc ja faz!!! isso basta!

  • Olá,

    Boa noite!

    Primeiramente, não há motivos para sentir-se assim.

    Seu desejo e interesse sexuais são absolutamente normais, decorrem diretamente de seus hormônios. São, antes de mais nada, necessidades fisiológicas. Isso sem mencionar o fato que sexo funciona como antidepressivo natural, visto que libera diversas substâncias benéficas ao organismo.

    O que acontece com grande frequência são pessoas que insatisfeitas e mal resolvidas sexualmente – seja no casamento, seja em suas vidas como um todo – a fim de mitigar sua frustração, passam a execrar tudo relacionado a sexo, bem como discriminar e subjulgar aqueles que vivem sexualmente ativos e são, não raro, felizes.

    Assim, seja feliz. Se permita.

    Não se restrinja, ou bloqueie.

    A vida está aí. Tenha muito prazer, literalmente, em vivê-la.

    Se quiser, me escreva: *editado moderação

    Grande beijo no seu coração.

    O Lira

  • Olá,
    Eu sei como te sentes. Eu tenho o mesmo problema. Luto para vencer esse problema.
    Vai falar com um padre, ele é a pessoa certa para te ajudar. Nenhum padre vai ficar horrorizado com isso, eles sabem o quão difícil é viver na castidade nos tempos que correm.
    Há pouco tempo fui falar com um padre e digo-te com toda a verdade: ele não me “julgou”, não me tratou com desdém, antes pelo contrário tirou-me do “esterco” e nasceu uma bela amizade entre mim e ele. O padre absolveu os meus pecados em nome de Jesus Cristo e eu senti-me livre novamente.
    Confessei-lhe os meus pecados das vezes que estive com ele e ele sempre me acolheu com bondade, não te preocupes vai falar com um padre.
    Senti-me feliz por ter falado com o padre (que inicialmente não conhecia).
    Força, avança na direção do sacramento da reconciliação e fica limpa como no dia do teu batismo.
    Olha eu até já estou a pensar retomar algo que antes tinha pensado iniciar… mas não tinha tido coragem de iniciar: ser padre.
    Ganhei outro ânimo. Tu também vais ganhar.
    Por falar em “ovelha negra” lê Lucas15, nomeadamente a parábola da ovelha perdida…a leitura desta passagem vai ajudar, acredita!

    Vou rezar por ti, reza também por mim!

    “REZEMOS UNS PELOS OUTROS”, PAPA FRANCISCO

    DEUS TE AJUDE.

    Depois dá notícias.

    Abraços aqui de Portugal