A amante que se torna esposa

Senhor me perdoa pois eu pequei, aos 17 anos conheci o meu primeiro amante, durante 3 anos ficamos juntos, aí então cansei dele e fui pro mundo numa vida de prostituição e loucura, não usei drogas só álcool, mas me sentia perdida, com 22 anos engravidei de meu filho Bruno, já trabalhava, foi apenas umas transas, mas não me preveni. O pai renegou o filho e eu criei ódio dele e da família, meu filho me ajudou a retomar a vida e ter responsabilidade. Sofri muito com isso e sofro até hoje. Quando meu filho tinha três anos conheci outro homem casado caí na armadilha de novo, porém ele deixou a mulher e a filha e veio morar comigo depois de 4 anos, a filha dele me odeia e ainda tenho de morar com a ex dele no mesmo lote. Foram anos de sofrimento morando com esse homem, pois ele me traia muito até teve de fazer um DNA para confirmar uma paternidade, mas não era. Hoje meu filho tem 17 anos, problemas com drogas e nunca mais viu o pai, não existe contato entre eles ele não liga não fala com ele e ele sofre muito por causa disso e a culpada sou eu, meu marido não me trai mais, mas o sonho de ser mãe de novo nunca se concretizou e eu e ele não temos problema algum, fiz todos os exames, deve ser a vontade de deus por causa dos meus erros. Amo muito meu filho e meu marido, mas tenho ciúmes de minha enteada e odeio a mãe dela, tenho tentado não sentir culpa, mas meus pecados são grandes demais e a raiva é maior ainda, não sei se Deus vai me perdoar, livrar o meu coração desta dor.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

1 Comentário