Nunca contei isso pra ninguém

Sempre fui uma pessoa muito fria em questões amorosas e, no meu íntimo, tenho minhas suspeitas de qual seja a causa disso. Nunca contei isso pra ninguém, nem pra alguma amiga, nem pra minha mãe, pra quem eu sempre conto tudo. Quando nova, estava na casa da minha avó com meu irmão e meu tio-primo estava em casa. Tio-primo porque ele era filho adotado da minha avó, mas nossa relação era mais de primo, até mesmo pela idade, são só 7 anos de diferença. Pois bem, me lembro vagamente de estar na cozinha com o meu irmão, quando esse tio-primo chega e começa a me pedir para mostrar a calcinha. No começo, é claro, fiquei estranhando tudo aquilo. Mas depois, com o tempo, não sei porque cargas d’água acabei mostrando o raio da calcinha. Não lembro o desenrolar disso. Só lembro que algum tempo depois eu estava trancada no quarto com ele, os dois com a calça arriada. Ele tinha me pedido pra ficar de costas pra ele. Ele ficou de costas pra mim também. E ficamos batendo bumbum. Sério, sempre que eu paro pra pensar nisso fico louca, porque é muito surreal! Enfim, não lembro direito do que aconteceu nesse dia. Pior, até hoje não sei se aconteceu ou foi um pesadelo. Sei que levei esse fato como um ‘abuso’ e acho que esse é o único motivo pelo qual eu poderia ser tão fechada com os homens. Contrária a qualquer tipo de abertura. Hoje eu tenho 27 anos e o máximo que eu já fiz foi beijar na boca e, mesmo assim, mantendo uma certa distância. Queria muito entender porque sou assim e, mais que isso, descobrir se esse meu relato realmente aconteceu.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

2 Comentários

  • Que é surreal é…. Mas sabe por quê você não se lembra de nada? Porque não aconteceu absolutamente nada, brincadeira boba de criança. Uma coisa é certa, se algo ruim aconteceu na nossa infância acho muito difícil não nos lembrarmos. Isto é valido para as coisas boas também. Eu me lembro, quando tinha 10 anos eu tinha uma amiga linda da mesma idade que a minha e gente se beijava. Nada além disso, não por falta de curiosidade, era por que eu não sabia como fazer, nem ela também. Acontece que ela tinha uma irmã mais velha, com 14 anos, e me ensinou como fazer direitinho e no final eu transava com as duas e não tinha nada de inocente. Desse fato eu me lembro tintim por timtim e com muita saudade.

  • Vou parar de ler esse site.