Distância e Cobranças – Desabafo

Escrevo sobre o meu problema que tem base familiar e profissional. Sou casado, 36 anos e completo 10 anos esse ano, trabalho no setor de engenharia e minha esposa, 36 anos é professora. Nossa vida de namoro foi muito diferente pois sempre tivemos que trabalhar distantes um do outro. Inicialmente a minha esposa dava aulas em uma cidade a 160 km e ficou nessa vida por 5 anos quando conseguiu a partir de concursos estar trabalhando ao lado de nossa casa. Eu trabalhei na mesma empresa por 4 anos e acompanhando as possibilidades de crescimento, me mudei para outro emprego por 9 meses, quando recebi o convite para ser readmitido na minha última empresa. Nesse tempo tivemos um bebe e nos revezávamos pois eu trabalhava a 110Km e só voltava nos fins de semana. Com o retorno a empresa, fiquei próximo de casa por 2 anos, dando aulas também e trabalhando durante o dia, quando fui dispensado no período da crise. Sem dar aulas e emprego, apareceu uma oportunidade em outro setor ganhando 50% menos do que recebia, fiquei um mês quando recebi uma proposta para voltar ao trabalho que conhecia com um excelente salário, mas em outro estado… Falei com a família e fui, e estou a 5 anos, consegui ter um carro a mais, finalizar a minha casa, dar bons estudos e lazer para a minha família, mas com o problema de retornar para casa aos finais de semana. Minha esposa e filha cobram bastante a minha presença e já vivenciei choros de madrugada e tentativa de consola-las por telefone ou internet. Combinei com a minha esposa de fazer um concurso para vir para a cidade que estou e ela passou, mas não quer vir… arranja muitas desculpas, problemas familiares, saúde e recentemente foi o chamado dela, e o que aconteceu? Ela engravidou e não quer de jeito nenhum se mudar. Estou comprando uma nova casa para sair do aluguel, falei que garanto as dificuldades, mas ela diz não querer abandonar as coisas que tem. Já esta resolvida que o bebe vai para creche e ela vai continuar a trabalhar lá, não é nem pra eu pensar que ela não vai vir. Tivemos a pouco uma discussão e fico muito confuso… pois é muito difícil ficar longe delas e não consigo nem propostas de emprego decentes para voltar. Se voltar tenho que reiniciar em outra profissão e começar tudo do zero, ela ainda pode manter a mesma profissão… Esse desabafo só mostra que fico muito sozinho porque penso no bem estar e qualidade de vida da família, mas só terei com o salário que consegui aqui… mas estou sem apoio. O pior é que não tenho parentes, só colegas de trabalho e sofro muito pela falta delas… tenho vontade de abandonar tudo, mas tenho medo de ser cobrado por não conseguir manter o padrão de vida que ela e meus filhos tem… sei que vou ser cobrado… Me ajude meu Deus. Quero uma luz no meu caminho.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

1 Comentário

  • Averigue direito amigo. Isso esta com cara de “amante” na área.
    Se mesmo depois do seu excelente salario e dela ter passado em um concurso pra poder se juntar a vc ela nao quis ir, pode sim ter outro na vida dela que ela nao possa levar junto e nao queira deixa-lo.
    Há essa possibilidade sim. Abre o olho!!!