Incesto quero dividir minha experiência

Bom tenho uma confissão a fazer, antes que me julguem ou descriminem, já de antemão digo que não me arrependo de nada, estou aqui dividindo minha experiência por dividir mesmo! Hoje tenho 25 anos sou de uma família de muitos irmãos, somos 10 para ser mais exato, minha irmã mais velha hoje tem 33 anos, não fomos criados juntos, só tive contato com ela depois dos meus 10 anos mas nunca moramos juntos, quanto eu tinha por volta de 17 anos começamos a nos ver com frequência, eu ia sempre na casa dela, ela era casada tinha filhos, eu morava sozinho e ela sempre que podia me visitava, era uma relação normal de irmão e irmã, até que um dia nós estávamos na casa dela vendo filme no sofá da casa e ela queria deitar, pedi que deitasse com a cabeça no meu colo, ela se cobriu com um lençol pois estava um pouco frio, então fiquei acariciando o braço dela por baixo do lençol, até que comecei a acariciar seus seios e ela permitiu, depois desse dia começamos a nos cumprimentar com beijos na boca quando ninguém estava vendo, até que um dia ela estava na casa de nossa mãe com sua filha e deu a ideia de ir dormir na minha casa, a filha dela chamou minha outra irmã para ir com a gente, pois elas tinham quase a mesma idade, chegando lá em casa minha irmã mais velha pediu que elas fossem na padaria comprar refrigerante e disse que tinha uma praça em frente a padaria e disse que elas podiam ficar lá por um tempo se quisessem, então nós entramos na minha casa e deixamos as bolsas em cima da cama e ficamos olhando um para o outro, até que começamos a nos abraçar e nos beijamos de língua, coisa que ainda não tinha acontecido, nosso cumprimento com beijo sempre foi com selinhos coisa normal em algumas famílias, até que paramos de nos beijar e ela começou a rir e disse que coisa doida, eu disse não tem nada de doido eu quero você, e puxei ela e comecei a beija-la novamente, ela então viu que realmente eu a desejava, tiramos toda nossa roupa e fizemos sexo ali mesmo no chão, foi muito bom, ela adora levar tapas na cara na hora do sexo e faz um sexo oral maravilhoso que até hoje não encontrei mulher que fizesse melhor ou parecido, depois desse dia começamos a nos ver com mais frequência que antes, ela sempre que podia dormia na minha casa, sempre que ela dormia em minha casa era sexo a noite toda, sempre que saiamos pra lugares longe de onde morávamos nos comportávamos como um casal, eu levava ela no ponto para pegar o ônibus e nos despedíamos com beijos e coisas desse tipo, não me recordo bem mas ficamos juntos por alguns meses, conversávamos muito e certa vez ela me disse que sempre teve desejo por mim, uma certa vez ela dormiu na minha casa quando eu tinha apenas 14 anos, sempre morei sozinho desde cedo, e ela disse que nesse dia achou que ia ter relação sexual comigo mas não rolou, depois de algum tempo ela começou a fazer planos de morar comigo, como um casal pra nós dois, mas para o resto do mundo como irmãos que se ajudam já que nessa época eu estava passando por dificuldades financeiras, eu me assustei um pouco, não pela ideia de morar com minha irmã como um casal, mas pela ideia de casal, não queria um relacionamento desse tipo na minha vida com ninguém, queria ser uma pessoa livre, então começamos a nos afastar quando ela notou que não era minha intenção morar com ela, hoje ainda somos muitos ligados um ao outro como irmãos, não temos mais relação sexual de nenhuma forma, acho que por falta de oportunidade, pelo menos da minha parte gostaria muito de fazer sexo com ela novamente, já que agora tenho muito mais experiência e dessa vez eu iria conduzir tudo, caso eu me relacione com ela novamente virei aqui para dividir essa experiência novamente com todos vocês.

 

Reportar Sexo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

17 Comentários

  • Gostei da história, gostei do comentário do José e conheço a história da Marcia GMonteiro, e posso dizer por experiência que o incesto e bom sim e claro ajudar muita gente a saber o que quer da vida. Eu Ensinei tudo ao meu filho e ele é um ótimo homem hoje!!!

  • Quando eu tinha 18 anos e minha irmã 15 comia ela bem gostoso. Foi muito natural e nada forçado. Sentimos atração um pelo outro mas hoje temos nossas vidas normalmente com nossos cônjuges.

  • Em muitas famílias existe esse tipo de desejo, entre pai e filhas, mãe e filhos, tias e sobrinhos e sobrinhas, muitas das vezes reprimido de ambas a partes, isso é ainda pior na minha opinião, vc ter um desejo e ficar com aquilo quando te corroendo por dentro, imagina uma mãe que deseja seu filho?? Ter que ver ele todos os dias e não poder fazer aquilo que ela tanto deseja, e ainda mas se ele sente o mesmo desejo por ela e ela não sabe, não prático, mas já tive desejo na minhas primas, tias e mãe, com minha mãe não sei teria coragem mais já imaginei várias vezes, acho que quando ambas as partes estão de acordo o relacionamento como esse é válido, um relacionamento de amor verdadeiro de mãe e filho, irmão e irmã etc.

  • Legal! Eu transei com meu irmão mais velho em busca de conhecimento! (não vou contar tudo aqui, pois vou fazer meu conto logo)
    E foram os seis meses mais maravilhosos que tive. hoje, sei muito bem o que quero e gosto! Tudo graças ao meu Irmão…
    Valeu. beijos

  • Sei que você preveniu os leitores de que não se arrependia, e que só queria dividir a experiência. Mas, honestamente, não gosto do que fez.

    É algo bem pesado, não só por ser ela sua irmã, mas também porque ela era casada e tinha filhos.

    Tudo isso é esquisito e não agradaria a 99% das pessoas. Definitivamente não é uma coisa que se possa chamar de “normal”.

    Em todo caso, é a sua vida, e é você que tem que vivê-la. Não pretendo julgar você, mas da mesma forma que você se sentiu no direito de expor sua vida e sua opinião em um site público, eu também me senti no direito de me manifestar.

    Enfim, de qualquer forma espero que você seja feliz e que não magoe ninguém com o que está fazendo.

    • claro que não é normal, pode até ser pesado do seu ponto de vista, mas pra mim pesado é matar, estuprar, ped*filia… isso sim pra mim é pesado, incesto já foi praticado por muitos povos em muitos lugares em diversas épocas, não vejo como uma coisa tão grave assim, mas respeito sua opinião claro, cada um tem seu modo de pensar!

  • não tem ninguém fingindo nada não cara, essa e minha confissão da experiência que tive com minha irmão mais velha, eu sou homem ela mulher, simples assim, se você não sabe escrever e se expressar corretamente e menos ainda interpretar as coisas, não posso fazer nada por você, a não ser ter pena !

  • Desculpa,mas esses relatos são mentirosos.Escritos por gays ou lésbicas que nunca
    tiveram qualquer intimidade.Dá para perceber na escrita.O masculino e o feminino aparecem trocados,então da pra perceber que home se passando por mulher.

  • O nome desse site é confessar, e não contos eróticos sem se arrepender, vá contar as suas estorinhas para outros e não em um site sério como esse, que muitos contam com dor no coração de terem feito algo errado.

    • deixei bem claro no começo da confissão que não me arrependia e mesmo assim a moderação publicou minha história, se não fosse disso que o site gosta eles não iriam publicar, se não gostou não precisa ler, menos ainda comentar.

  • Que coisa louca, hein?? Sempre quis fuder alguém da família tbm!

    • Paulo, comer a prima é muito clichê, tem que ser de irmã pra cima, sempre tive muito tesão pela minha tia (irmã do meu pai) mas nunca tive nada com ela, as vezes ficava na laje dela olhando ela tomar banho na área de serviço e ficava me masturbando, apenas isso rs

  • Uuuuuhhh é disso que eu to falando companheiro !

    crítica————- Adorei sua estória, o modo como escreve, as colocações e todo
    conteúdo , parabéns! Vc é determinado isso é bom…..
    Não consigo lhe culpar pois não tenho irmã, mais veja o lado
    irônico da coisa, seus outros irmãos preocupados com quem vai
    “comer” a irmã deles e vc sim com motivos reais de ciúmes por
    outro cara “comer”…..
    kkkkkkkkkkkkk muito bOm , MUNDÃO LOUCoOO