Tive um envolvimento com meu professor de faculdade

Tive um envolvimento com meu professor de faculdade. Este envolvimento foi intensamente confuso com fofocas, mentiras, intrigas, falta de diálogo, crises de ciúme, falta de confiança, vingança e outras confusões. Como era de se esperar não deu certo e pelos problemas que tivemos não considero nem que tive um relacionamento. Ele não acreditava em mim e não tentava conversar comigo, nem me deixar explicar coisas que ficaram muito distorcidas. Ele foi antiético e se vingava dos meus amigos. Eu era ciumenta, achava que ele me traia o tempo todo, mas em vez de ir atrás dele e demonstrar ciúme como uma pessoa normal eu não queria demonstrar ciúmes. Eu ignorava-o quando estava com ciúmes e fingia que ele não existia. Em síntese: não ligava, não conversava e se conversava era bem formal e demonstrava frieza. Mas ele entendia que não me importava com ele ou seilá o que ele entendia, em síntese, ele não vinha atrás de mim e por isso eu não ia atrás dele. Depois eu desconfiei que ele me traiu e terminei tudo. O meu modo de terminar é não falar que terminou, apenas a coisa termina sem aviso e se para de falar e de tratar a pessoa como um humano. Sou estranha? Talvez. Mas depois que terminei sinto um vazio enorme e me culpo por não ter dado certo e tenho a vontade de me apaixonar de novo por alguém. Tenho vontade de virar a página e de viver um amor de verdade e bem normal com um cara normal e que goste de mim e que entenda que o homem é que tem que ir atrás da mulher porque se ele não vai ou não liga no dia seguinte ela vai entender que ele não gosta dela e viver(mesmo que só pra aparecer) uma vida normal.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *