Casado Viciado em Masturbação

Irmãos e Irmãs e confesso que sou casado há 15 anos e sempre fui viciado em masturbação e pornografia. Conheço um grande número de homens da minha igreja que também são, inclusive o pastor!

 

Reportar Sexo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

17 Comentários

  • Sou casado e também gosto muito de me masturbar. Procuro um amigo que seja evangélico e que more em Brasilia, não necessariamente casado, que queira ter um amigo sincero.

  • Meu marido confessou que se masturba. Infelizmente está afetando nosso casamento, há 4 meses não temos relações. Ele não me procura como mulher, e eu fui me acostumando e não o procuro mais também, mas eu não consigo me satisfazer com masturbacao, confesso que sinto um certo nojo, não sinto nenhum tipo de prazer sozinha. Não casei para isso. E sinceramente, não sei mais o que fazer pra mudar essa situação. As vezes ouço ele se masturbando no banheiro, e me sinto péssima com isso, é como se ele preferisse se satisfazer assistindo outros homens transando com mulheres em vídeos, ao invés de se satisfazer com sua mulher. O que posso fazer pra mudar essa situação. Me ajudem….. Estou a ponto de me separar.

  • Irmão, creio que o principal problema está na tua própria cabeça, pois me parece que você acha que a masturbação é um problema. Mas realmente não é! Acredite nisso.

    Para alguém casado, como você, masturbação só seria realmente um problema se você simplesmente estivesse trocando o sexo com tua esposa pela prática da masturbação solitária. Mas, acho que esse não é teu problema. Pelo menos, não foi o que entendi.

    Contudo, se este for o problema, isso pode mesmo vir a acabar com o seu casamento de 15 anos! E isso é sério, mas também tem solução!

    Neste caso, sugiro que você primeiramente confesse teu vício para tua esposa, diga a ela sobre tua preocupação de deixá-la sem a necessária “cobertura sexual”, que pode estar deixando-a muito insatisfeita. Deixe que ela também se abra com você. Então, finalmente, depois de trocarem confidências sinceras de casal, tome a iniciativa de salvar o casamento de vocês. Quer saber como? É simples!

    Durante a próxima relação sexual de vocês, sugira a ela para masturbá-lo. Isso mesmo! Faça-a participar deste teu prazer íntimo, até então solitário. E ofereça-se também para fazer o mesmo por ela. E transforme a masturbação de ambos num prazer a dois!!!

    Garanto que isso realmente funciona, pois meu marido, também viciado na conhecida “punheta” desde sua adolescência, revelou isto a mim e me fez a tal proposta. Eu aceitei, e não me arrependo. Hoje em dia, masturbamo-nos mutuamente e, claro, também fazemos tudo o mais que um casal costuma fazer numa relação sexual convencional. E, assim, temos sido muito mais felizes em nosso casamento!

    Lembrem-se: Masturbação não é pecado, e faz parte da natureza humana em qualquer idade!!!

    Encerrando, torço por você, tua esposa, e pelo casamento de vocês dois; e lhes desejo muita sorte, luz, e toda a felicidade do mundo!

    • Suzanna, vc diz: Masturbação não é pecado? Mesmo?? Cuidado!! Mas em partes eu tb concordo com vc, e falta muita sabedoria desses casais, principalmente das mulheres que preferem qlq desculpa pra não fazer sexo, como depressão, gravidez, dor de cabeça… Na pior das hipóteses, comecem uma masturbação conjunta, claro que não é o ideal, mas já alivia bastante e não vejo como pecado, desde que num momento junto na cama e o quarto do casal. Agora se for pra fazerem longe um do outro, quem garante que seu marido não tá pensando na vizinha gostosa… ou quem garante que a mulher batendo siririca sozinha não tá pensando no galã da novela??

      Agora, masturbação dos solteiros é pecado pecadíssimo, e olha que sou solteiro, não tem desculpa, não adianta fazer pensando em cachoeira ou na geladeira gemendo… ou pensar num corpo sem rosto e imaginar uma futura esposa…. CONTINUA SENDO PECADO DO MESMO JEITO! E DEUS NOS CHAMOU PARA UMA VIDA DE SANTIFICAÇÃO E NÃO FICAR SE MASTURBANDO…

  • Se vc bate uma punheta todos os dias e várias vezes é um problema principalmente sendo casado. Talvez a sua esposa na satisfaz suas fantazias e isso leva a masturbação. Bata punheta na frente da sua esposa isso vai ajudar muito.

  • Saudações a todos. Também confesso ser viciado em masturbação, sou casado, mas me minha esposa não acompanha o meu ritmo sexual, até já pedi em oração pra perder o desejo intenso que aparece e é viciante. Fico triste pq também creio na bíblia e sou cristão. Mas é muito difícil , para nós homens vê as mulheres em casa com libido baixa e consegui segurar a barra, se não pecar com masturbação acabará por trair fora e em carne mesmo, pq se qualquer mulher der uma sopinha pra mim, não suportarei, minha esposa está gravida, enjoando 15 hs por dia,libido zero, não deixa nem eu tocar na vagina dela, é chato! É triste vc ouvi eu te amo e sem sexo….e percebo que isso é um problema enorme exposto por várias pessoas aqui nesse site. abraços

  • Sou casada me sinto muito mal em dizer isto mais as vezes é preciso desabafar sou casada mais muitas vezes nao me sinto realizada na cama entao pratico este ato(masturbaçao)quando começo nao vejo a hora que da um prazer muito grande. Mais logo depois fico com nojo de mim msm e com a conaciencia muito pesada gostaria de saber se é pecado msm quando nao tenho prazer na cama. Amo meu marido….

    • Também sou casado e amo minha esposa, pecado eu sei que é, mas te pergunto: É fácil não ser realizada na cama e não se masturbar? É muito ruim.

    • Camila,li seu comentário,também sou casado, mas a excitação sempre ocorre em situações inusitadas,saí o desejo e vontade de masturbar,não sei se sou viciado, mas me masturbo com frequência, e é muito bom as vezes sozinho em casa, bater uma..rsrs tem skype?

  • Vc não tem mulher, vai procurar, ou vai se habituar tanto que vai perder a vontade de sexo com mulher ai o bicho pega.

  • Também sou viciada em me masturbar e mais ainda em deixar meu parceiro me masturbar. Faço isso em casa, no trabalho, na faculdade, em casa de amigo, até em ônibus de viagem, cinema, festa. Até colegas de trabalho já deixei. Certa vez meu chefe me pegou no flagra, tomei um susto na hora, ele não se conteve cheirou meu dedo na hora para confirmar, na hora eu não soube o que falar, ele também não disse nada mas colocou o dedo em minha vagina e começou o ato, confesso que gostei. Desse dia em diante passei a ir somente de vestido e sempre espera que ele ou algum colega entrasse na sala para fazer isso, enquanto não aparecia ninguém eu fazia sozinha. Algumas pessoas não entendia meu vício, se perguntavam como uma pessoa pós graduada ocupando um cargo de gerência deixava isso acontecer, mas vício é vício. Até eu pedir demissão da empresa foi assim.

    • Daniela,

      Minha historia não é muito diferente da sua. As pessoas, de modo geral, gostam de atos como bater uma, sexo sem compromisso, transa rápida… mas se apegam em questões de regras de sociedade. Enquanto se veem seguras no segredo dos seus prazeres elas fazem de tudo, mas ao menor risco de que isso possa se tornar visível, não que se deva ser explicito afinal parte do tesão esta na privacidade, acabam se mostrando contra esses atos, pura hipocrisia.
      Mas vamos lá, vivendo nossas vidas do jeito que mais nos da prazer, seja isso admitido por todos ou não. Desejos a todos saudáveis, prazerosas e variadas masturbações.

  • Então eu te a concelho que é melhor abandonar tal prática. vc deve lembrar de que nossos corpos é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus Pelo que deo pra ver vc é evangélico então vc deve saber disso espero ter ajudado não esqueça de ajudar os homens da sua igreja e principalmente o seu Pastor fica na paz e na graça de Deus um forte abraço espero q vc reflita

  • A Bíblia nos ensina: “Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus” (I Coríntios 10:31). Se há lugar para dúvida quanto a algo agradar ou não a Deus, então é melhor abandonar tal prática. Definitivamente, em relação à masturbação, há lugar para a dúvida. “Mas aquele que tem dúvidas, se come está condenado, porque não come por fé; e tudo o que não é de fé é pecado” (Romanos 14:23). Não vejo como, de acordo com a Bíblia, a masturbação possa ser considerada como algo que glorifique a Deus. Indo mais além, devemos nos lembrar de que nossos corpos, assim como nossas almas, foram redimidos e pertencem a Deus. “Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus” (I Coríntios 6: 19-20). Esta grande verdade deve pesar em relação ao que fazemos e até onde chegamos no que diz respeito a nosso corpo. Então, à luz destes princípios, definitivamente, devo dizer que a masturbação, de acordo com a Bíblia, é pecado. Não creio que a masturbação agrade a Deus, que evite a aparência de imoralidade ou passe no teste de Deus sendo proprietário de nossos corpos.

  • A Bíblia nos alerta para que evitemos até a aparência de imoralidade sexual (Efésios 5:3). Não vejo como a masturbação possa passar neste teste específico. Às vezes, um bom teste para saber se algo é ou não pecado consiste em verificar se você ficaria orgulhoso de contar aos outros o que acabou de fazer.

  • A Bíblia nunca menciona especificamente a masturbação ou afirma se a masturbação é ou não pecado. Entretanto, não há dúvidas de que na grande maioria das situações as ações que levam à masturbação são pecaminosas. A masturbação é, quase sempre, o resultado final de pensamentos sensuais, estimulação erótica e/ou imagens pornográficas. São com estes problemas que devemos lidar. Se abandonarmos e vencermos os pecados de luxúria e pornografia, o problema da masturbação vai se tornar algo de mínima importância.