Apaixonada pelo sobrinho da minha irmã por parte de mãe

Eu nasci na Europa e minha mae é africana ela sempre quis o melhor de mim e ja desde pequena ja sabia como dar um beijo de lingua aos poucos minha familia se incentiva a me comprar roupas sexys e continuo usando aos 21 anos de idade.
A primeira vez que fui para África me apaixonei completamente por um moço, um moço que ao meu ver era bonito mas nao aos olhos do mundo, foi mesmo amor a primeira vista primeiro dia que la fui tive que ficar em casa da minha prima, quando entramos (eu, minha irma e minha mae) minutos depois ele entra cumprimentando minha mae e minha irma me apaixonei ardentemente, ele é uma pessoa que se da com todo mundo, super simpatico e minha irma nos apresentou, meu coracao bateu a 2000 p/ hora, fui pro sofa e me sentei ele se sentou ao lado e minha prima no outro enquanto minha mae e irma ficaram no quarto, ele começou a implicar cmg, brincando com os pes enquanto minha prima punha uma boa kizomba do usb drive dela, nesse dia conversamos um pouco, ele nao é belo é mulato um pouco mais alto que eu e magro, essa minha irma que me refiro é filha da mesma mae mas nao do mesmo pai que eu.
portanto eu e esse moco que vos falo somos primos-sobrinhos nesse dia na sala nao paravamos de implicar um com o outro com os pes. ele quem tinha começado.
dia seguinte ele voltou e nos saimos
minha prima tinha que ir porque ela era a nossa guarda protectora, ao sair pois minha prima morava no 6 ou 5 andar ele me da um beijo nas escadas me deu uma electrizacao enquanto o beijava, um frio na barriga ou sera que era um calor, um certo desejo e vontade mais um calor de querer estar perto dele, mais e mais foi ai que me apaixonei profundamente. pois muito bem comecamos a sair nos riamos muito e nos divertiamos muito juntos. fomos ate ao shopping e ele me deu as maos, minha mae e minha irma mais um tio haviam saido nao sei necessariamente se foi atras de nos ou se queriam seguir esse caminho e para meu azar eles nos veem de maos dadas, minha mae nao se importando no principio mas minha irma era o final do mundo, afinal era o sobrinho dela que estava em causa.
Minha mae havia lhe dito que nao fazia mal que poderia deixar deixando a minha irma fula e eu bem feliz da minha vida. Minha prima havia chegado de levar bronca em nossa conta o que lhe agradeço ate hoje. Nesse dia mesmo havia ido pra minha casa e ele para a dele ao chegar em casa pois minha irma sabia que minha mae ia lhe insultar caso ela se metesse cmg ou na minha vida… ao chegar no quarto da minha prima ela diz mas tu nao tens vergonha teu proprio sobrinho? fui logo queixar na mae. minha mae havia lhe dito o que é que tem, mas ela nao se conformava pelo facto de ser meu sobrinho, eu nao queria nem saber, nos beijavamos muito o que era uma alegria para mim, depois fomos saindo juntos se bem que nao saiamos muito porque eu tinha outras coisas para fazer e tratar. depois eu nao desisti dele mas tive que ir para outra provincia quando voltei da provincia tive que arrumar minhas coisas e minha irma sempre me atacava mas entrava num ouvido saia noutro. ao voltar pois arrumei as minhas coisas para vir para a europa de vez, eu sai com ele e minha prima so enquanto ela estava com namorado dela eu estava eu com ele e a certo ponto minha prima parou para ficar com o namorado dela e eu segui com ele ate sua casa ou melhor seu quarto nos que tinha uma luz vermelha eu so disse wawwww que maximo !!! nos beijamos e como smp nosso beijo era magico ele queria tirar minhas calcas mas neguei como ninguem ate ao fim e ja no fim quando estava quase aquele arrepio aquele choque dos labios me fazia tremer e quando ele me tocava eu ja comecava a suar quando chegou a hora ele desabotoa minha calca e na hora dele descer por sorte minha prima liga a dizer para irmos embora eu virei me para ele e disse: ainda bem salva pelo telefone
ele : nao querias?
ja nao me lembro o que respondi so sei que me compus ao sair eu pedi uma recordacao dele, ele vem de familia nobre, perdeu a mae muito cedo e o pai anda por ai bebado o pai nunca quis saber dele e lhe batia muito assim como o meu fazia comigo …. o pai dele chegava em casa bebado e batia neles, é triste
ja o meu nao bebia mas me batia se conversasse com homens ou faltasse as aulas ou chegasse 10 minutos atrasada a casa, enfim
continuando a historia, depois disso…
ele me deu um anel com um ponto meio de cristal no meu ele disse da proxima que eu viesse para lhe devolver assim o fiz voltei para a irlanda nao esquecendo ele depois de uns tempos eu lhe apanho no facebook nossa fonte de inspiracao e comunicacao, comecamos declarando amor mesmo distantes nós sabiamos que era proibido e que nao estava certo mas era isso mesmo que queriamos declaracoes e juras de amor, telefonemas, sms, ele para mim era perfeito minha irma sempre se impondo. depois disso minha irma pos coisas na cabeca da minha mae e ela comecou a odiar o neto dela
ele ama mulher como qualquer homem naquele tempo eu pensava, voltamos para a irlanda e eu nao parava de pensar nele, nos comunicavamos muito atraves de face, eu mandava sms a partir da vodafone gastava muito meu credito e ele so o fazia de vez em quando. continuamos declarando nosso love no face e eu lhe enchia de mensagens no qual ele respondia de vez em quando… depois ele smp perguntava quando voltaria para la, love you daqui mensagens de amor longas no face o que sentiamos e para alem de um amor, ele era um amigo contava me tudo (excepto as namoradas que ele tem ou tinha) mas quando tinhamos problemas na relacao ou algo que ele ouvisse dizer sobre nos ele dizia e assim foi nossa vida durante 2 anos, eu nao sou rica nem minha mae entao juntavam dinheiro para eu ir mas no verao de 2012 quem pagava era minha irma minha cara de felicidadeeeee eixxxx mal podia esperar para a uni acabar para la ir, em julho la estamos nos de novo, minha irma ja ao chegar em dublin no aviao ja me comeca com ameacas mas eu nao queria saber, so queria ir e guardei uma surpresa para ele uma blusa pois havia me dito que a cor favorita dele era azul, ao chegar la fomos para casa do irmao da minha irma mas eu nao o conheci, ainda filho da parte do pai nos apresentamos e nos tornamos melhores amigos passavamaos a vida a cuxixar no ouvido no outro, ele era mais velho que eu. No dia que planeamos ver o meu

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *