Depressão

Eu confesso que sou fraca. Ta, é difícil admitir isso para alguém que é orgulhosa, mas é apenas um fato, e eu não digo fraca fisicamente. Eu tenho 14 anos e sou a “palhaça” da turma, aquelas que faz piada praticamente sobre tudo pra ver as pessoas sorrindo, sim, eu amo ver os sorrisos e as gargalhadas das pessoas, principalmente quando eu sou a responsável. Além de palhaça, também sou a que da os melhores conselhos, e também os mais otimistas, daqueles que terminam com “Tudo vai dar certo” e também a que não tem preconceitos com nada, juro, se eu tenho eu guardo pra mim mesma. Mas infelizmente eu também sou aquela que as vezes finge ser outra coisa para ser aceita pelos colegas, como gostar de um cantor ou uma música que na verdade nem curte. Parece bobagem mas as vezes eu canso de elogiar alguém que eu nem gosto, só para me aceitarem, e é ai que vem o fato de eu ser fraca.
Eu passo o dia tentando agradar as pessoas, fazendo piadas sobre mim mesma e meus problemas, fingindo gostar das mesmas coisas, rindo de praticamente TUDO que a outra pessoa faz só para ela se sentir bem, elogiar algo que nem ta bem, emprestando meu lápis para outro que está sem, e as vezes até no meio de uma PROVA. Poxa, tem gente que diz que sou burra, ingênua, seja lá o que for, e eu nego, mas as vezes pode até ser a verdade. Mas fosse bom se fosse só essa farsa, mas não é. A outra minha grande mentira é dizer que está tudo bem, que estou feliz e ontem comi frango, ta, a ultima pode ser até verdade, mas as outras não são, eu sou triste, podem até dizer que é frescura, eu não ligo(Outra mentira :( ) mas eu sou realmente triste, as vezes por motivos considerados bobos, como o da minha aparência, de eu simplesmente não suportar me olhar no espelho, as vezes pelo motivo de eu me considerar incapaz e inútil, e também o pior caso, sem motivo nenhum, Aí eu choro, choro e choro, a noite toda,choro escondido, sem dizer pra ninguém, nem amigos nem pais. Mas de vez em quando fico feliz, por exemplo, quando minha mãe diz que vai me levar pra fazer um novo curso, de designer por exemplo, mas aí da tudo errado,e eu volto a chorar imaginando que sou a pessoa mais azarada do mundo, mesmo tendo a consciência que nem tudo da certo. Ou então quando uma pessoa erra comigo e me pede desculpa pelo vacilo, e eu digo que entendo, que é normal uma pessoa errar, mas daí quando eu erro com alguém, adivinhem, eu choro, mesmo sabendo “que é normal uma pessoa errar”. Pois eh, se acostumem, eu sou muito confusa mesmo. Mas continuando, eu queria dizer que eu não aguento mais isso, eu queria fazer tantas coisas, eu queria ser tantas coisas, mais aos poucos, eu mesma vou me destruindo, e comigo vão também todos os meus sonhos, aqueles de tocar guitarra, cursar designer e gastronomia, ser bióloga marinha, e todos os dias, eu me sinto só, mesmo tendo mil pessoas a minha volta, e eu só fico orando para Deus para ele me trazer alguém. Sabe? Não alguém pra namorar, não alguém pra ser minha alma gêmea, alguém pra dizer que tudo vai ficar bem, que sou forte pra passar por tudo isso, que tenho alguém, mas eu não tenho, eu estou só, e eu não sou forte pra passar tudo isso, eu sou fraca, mesmo dizendo todos os dias a mim mesma que vou conseguir ser feliz e realizar meus sonhos mais impossíveis, acabar com o preconceito, acabar com a fome, acabar com o maltrato com os animais, acabar com as coisas ruins, MAS EU SOU TÃO IDIOTA DE QUE VOU CONSEGUIR FAZES ESSAS COISAS, EU SOU TÃO IDIOTA DE QUE VÃO SE LEMBRAR DE MIM QUANDO EU MORRER, não, porque eu não me esforço, porque eu sou fraca, e não consigo me esforçar, e que reclamo de tudo mesmo tendo tanta coisa, eu sou um lixo, eu entendo quando meus amigos me abandonam, até admiro se alguém ficar comigo, ninguém quer ter um lixo como amigo.
Me desculpem pelo texto…

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

3 Comentários

  • Oi, é a primeira vez q comento um post nesse site, mas senti q eu realmente deveria, pois me identifiquei bastante com vc, sempre fui exatamente como vc quando estava na escola, era o mais zueiro, todos esperavam de mim a piada mais sagaz, a melhor deixa… também não conseguia imaginar a hipótese de haver alguém que não gostasse de mim.. Além disso, tinha uma dificuldade enorme em dizer NÂO… até hoje tenho dificuldade… Mas percebia pra alguns amigos não era difícil, se precisassem me dizer não por qualquer motivo diriam sem titubear, e mesmo pra esses eu não conseguiria negar algo…
    Enfim, se te serve de consolo, sobrevivi e encontrei um jeito de ser feliz e tenho certeza q vc vai encontrar tbm.
    Se quiser conversar mais, responda minha msg q continuamos conversando, ok?! beijos

    • Calma, garota. Eu ja tive sua idade e era bem parecida com vc. Tmb sempre gostei de fazer as pessos sorrirem, sempre fui a palhaça da turma e sempre quis mudar o mundo. Tmb tive duvidas sobre o q fazer da vida e essas coisas tds q se pensa quando tem essa idade. So t digo uma coisa, o q tiver d ser sera, pense sempre coisas boas q ela s aconteceram e tente nao sofre por antecipaçao. No final td da certo. Ate nisso somos parecidas viu kkkk

    • Olá .. é a primeira vez q venho a esse site e me indentifiquei com vc .. so q sou timida e mt calada .. ultimament estou me sentindo mt sozinha e tb inutil .. n tenho pesspas pra conversar e quando tenho parece mt forçado o meu jeito de tentar sempre agradar .. vc ainda ss faz os outros sprrirem e eu nem isso …