Relações com mulheres casadas

Eu cresci num lar desestruturado, minha mãe faleceu quando eu tinha 10 anos, sou o caçula de 7 irmãos homens, meu pai e meus irmão todos são envolvidos com drogas, bebidas, e sempre estava em confusão, eu sempre fui diferente, me empenhei nos estudos e gostava de ser elogiado pelas professoras, sempre era o melhor da classe, tanto nas matérias didáticas, como nas atividades físicas, minha professora que era muito influente no SENAI me colocou no curso de mecânica geral aos 13 anos, aos 14 ela me colocou em uma multinacional, como aprendiz de mecânico, eu era muito aplicado e aprendia rápido, me destacava em tudo, e eu era o único em casa que trabalhava e estudava, certo dia eu com 16 anos, cheguei em casa e notei que meu uniforme e meu computador tinha sumido, perguntei pro meu pai, ele falou que estava com dividas com um cara e teve que deixar ele levar pra cobrir as dividas, eu fiquei furioso, briguei com meu pai e meus irmãos tentaram me bater, ai eu sai fui até a casa da professora que sempre tinha me ajudado e falei com ela, pedi pra ela me alugar o cômodo que ela tinha nos fundos do quintal, ela alugou pra mim, eu peguei o pouco de coisa que tinha sobrado e levei pra lá, na empresa eu contei pra minha chefe o que tinha acontecido, ela era uma coroa muito linda, era casada e tinha filhos mais velhos que eu, ai ela falou que ia me ajudar, ela me deu cama, colchão, guarda roupa, a professora que morava sozinha, também me deu forno de micro-ondas, fogão, geladeira, e até roupas novinhas, eu sempre ganhava as coisas dos meus chefes que gostavam muito de mim, mas essa chefe certo dia me convidou pra almoçar fora, e eu teria o resto da tarde de folga, aceitei, e fui com ela a um restaurante, almoçamos e depois ela me levou a um apartamento todo decorado, ela falou que comprou e decorou aquele ap para ocasiões especiais, mas nunca teve uma ocasião para inaugura-lo, eu notei que tudo era novinho, então ela disse que eu seria o primeiro e talvez o único, eu notei sem acreditar que ela estava com olhar de safada, era demais pra ser verdade, mas era, ela começou me beijando e foi um beijo de língua muito gostoso, o meu primeiro beijo, ai ela falou que ninguém deveria saber, eu falei tudo bem, ai ela me pediu pra tirar a roupa eu tirei depois ela tirou a roupa, e ficamos nus, […], fomos pro banheiro, ela encheu a banheira, e ficamos ali nos beijando, depois que eu me recompus nos secamos e fomos pra cama, segundo round, ela foi me orientando, eu segui o que ela falou, e foi muito bom, gozamos juntos,[…] foi muito bom, ela disse que por ser minha primeira vez eu me sai muito bem, depois disso sempre que tínhamos oportunidade nos encontrávamos no ap para transarmos, ficamos assim por 2 anos, ai ela se aposentou e foi morar no litoral, eu com 18 anos já efetivado, fazendo engenharia eletromecânica, não tinha mais tempo pra nada, me dedicava ao trabalho e aos estudos, a professora era como uma mãe pra mim, eu a respeitava muito, mas ela levou a filha dela junto com o marido pra morar com ela, dividiram a casa, ela morava em 4 cômodos, e a filha dela c/ o marido e uma filha, moravam nos outros 4 cômodos, o marido dela trabalhava a noite, a filha dela ficava mais na casa dos avós paternos do que com ela, então eu chegava da faculdade as 23:15, ela sempre ficava na janela me olhando, eu fingia que não via, mas certa noite, uma sexta feira, eu cheguei ela veio e me perguntou se eu não tinha namorada, eu falei que não, e perguntei pra ela o porque da pergunta, ela me falou que desde quando fui morar ali, ela me achou lindo, e queria que o marido dela fosse igual eu, ai eu falei num tom de brincadeira, só se ele nascer de novo, ela riu e falou, acho que nem se ele nascer de novo será tão lindo quanto vc, ai ela pediu pra entrar, eu falei, olha eu não quero problemas, ai ela falou, mas vc acha que eu sou problema? Eu respondi, não, o problema é que você é casada e eu moro aqui de favor, tenho muito respeito por sua mãe e não quero desaponta-la. Ela falou. Sim mas se tomarmos cuidado, ninguém ficara sabendo. Eu permiti que ela entrasse, ai começamos a conversar e ela logo me pediu um beijo, eu a beijei e já fui levando a mão no meio das pernas dela, ela foi se abrindo, logo eu tirei a calcinha dela e deitei por cima, […], transamos, ela falou que foi maravilhoso, depois que nos recompomos ela me fez sexo oral e gozei de novo, e assim ficamos até as 3 da madruga, e assim ficamos por 1 ano, no meio da semana fazíamos pouco pois eu tinha que acordar cedo, mas na sexta e no sábado as vezes ficávamos ate as 5 da madruga transando, ai o marido dela se acidentou e ficou afastado, nos impedindo de transar, então eu comecei a transar com outra mulher casada, que estudava comigo na faculdade, o marido dela também trabalhava a noite, e muitas vezes eu me ariscava ate mesmo dormindo com ela, e ficamos assim pro mais de 1 ano e meio, ai ela trancou a faculdade e se mudou de casa, o marido da filha da professora voltou pro trabalho a noite e eu voltei a ter relações com ela, e fiquei assim até eu me formar, quando recebi a proposta de mudar de estado, ia trabalhar na mesma empresa porem em outro estado, ia ganhar o triplo e trabalhar menos, visto que eu já tinha umas economias eu resolvi ir, lá eu comprei uma casa enorme, 6 quartos, cozinha, copa, 2 salas, 4 banheiros, e no quintal que estava sem acabamentos, eu fiz um jardim, varanda, churrasqueira, estava muito bem, ainda estava pagando a casa, mas o meu salário era bom assim eu conseguia pagar a casa comprar um carro zero, estava muito bem, até que certo dia uma vizinha me chamou pelo muro, eu fui ver o que era, ela falou que o chuveiro dela estava pegando fogo, eu fui ver, e de fato notei que os fios estavam todos queimados, e o chuveiro também, falei com ela, esses fios são finos pra chuveiro, a senhora tem que trocar os fios e o chuveiro, quando eu percebi ela estava só de toalha, ela falou ah eu quero tomar um banho o que eu faço? Eu logo falei bem se eu oferecer minha casa seu marido não vai gostar, ela logo falou ah mas quem disse que ele precisa saber, e foi logo falando olha eu tenho essa escadinha aqui vc põe a sua no outro lado do muro assim eu posso passar, eu aceitei ela foi lá e entrou no banheiro e logo falou com ar de safada, ah pode vim me ajudar eu não conheço a casa, eu logo fui e já fui ajudando ela a tirar a toalha e fui passando a mão nela, ela começou a gemer, ai veio e me abocanhou, gozei feito doido, dei banho nela e depois transamos de novo, o marido dela era adventista mas ela só ia na igreja por causa do marido, e se queixava muito de que ele não a satisfazia, eles moravam ali de aluguel, nos dias seguintes nos transamos, sempre procurávamos oportunidade, o cara trabalhava o tempo todo, e quando não trabalhava tava na igreja, eu notei que na casa dela tinha uma moça, estranha que ficava nos olhando, a moça morava em um cômodo nos fundos, ela era bonita, mas muito estranha, então eu perguntei pra vizinha olha tem uma moça ai que fica nos olhando ela pode contar pro seu marido, ela falou não ela é minha cunhada, os pais dela faleceram a 3 meses o meu marido a odeia, pois ela foi criada na igreja Deus é amor e ela não aceita a igreja do meu marido, ele também sempre odiou os próprios pais e ela só tá aqui por que eu tive dó de deixar ela na rua, ela não tem nada nem ninguém na vida, ela só estudou ate a quarta serie pois tinha que cuidar da irmã dela que era doente mental, mas faleceu a 1 ano, mas pode ficar tranquilo ela não falara nada, ela me ajuda e eu dou comida, as vezes roupa, mas meu marido só deixou que eu a trouxesse pra cá e fala que nem quer ver a cara dessa raça, ele é bom pra mim, mas nunca foi bom pra com os pais e a irmã, só por causa de religião, ai ela falou que a moça era purinha de tudo, nunca nem se quer beijou, e falou que ela só precisa de um dono que cuidasse dela, pois é a mulher ideal para casar, no outro dia eu olhei aquela moça direito, e notei que ela era bonita, cabelo extremamente cumprido, ruiva, olhos azuis, alta, ancas largas, corpuda, mas sem barriga, seios grandes mas bem firmes, bumbum bem feito, embora só de vestido cumprido ate os pés, pele bem branca, mas um rosto limpo, sem marcas, olhar bem tristonho, ela não me saiu da cabeça, passaram os dias e certa vez a vizinha falou, ah meu amor, eu vou ter que me mudar, eu logo falei mas porque, ela disse que o marido perdeu o emprego e teria que ir para o nordeste, onde os pais dele moravam, também porque a imobiliária não vendeu a casa, ai ela falou o que vai ser dessa menina, meu marido disse que não vai leva-la eu tentei convence-lo mas ele não quer, me proibiu ate de tocar no assunto, e falou por favor ampare ela, sei la de um jeito de ajuda-la, eu prometi ajudar a moça, também porque eu eu estava amando aquela moça, naquele dia eu e a vizinha transamos feito doidos, ela chorou por ter que terminar comigo, depois o marido dela chegou e começou a humilhar a moça, brigou com ela, começou a colocar as coisas no caminhão e mandou ela ir embora, a moça chorou muito mas não falou nada e entrou, depois saiu só com uma mochila, já estava ficando escuro eu esperei um pouco peguei o carro e fui atrás dela, quando a alcancei ela tava perto de uma ponte próxima, ela tava querendo se jogar da ponte, ela chorava muito, ai eu parei o carro e a chamei, ela falou chorando por favor me deixa morrer em paz e já ia se jogar, eu fui mais rápido e a segurei, e falei vem comigo pro favor a vida é bela, não vale a pena desperdiça-la assim, vem… e ela tentava se livrar de mim, falava por favor me deixa em paz, eu a segurei com força e a puxei pra dentro do carro, peguei a mochila dela e coloquei no banco de trás, ai eu a levei pra casa, ela chorava muito e falava sempre, me deixa morrer por favor, não me maltrate, estava meio frio ai eu falei com ela, olha eu não vou fazer nenhum mal pra vc e não vou deixar que ninguém mais faça mal a vc, fica calma por favor, ai eu falei quer tomar um banho, ficar a vontade, ela falou eu nem roupa tenho o meu irmão rasgou todos os meus vestidos, eu só to com esse, e chorava muito, ai eu falei com ela olha come alguma coisa, a levei pra cozinha preparei um lanche e dei a ela, ela comeu soluçando, mas comeu ai eu tive a ideia, olha vai tomando banho eu vou a loja aqui perto e compro vestidos pra vc ela só balançou a cabeça aceitando, eu perguntei o numero de vestido que ela usava, ela foi pro chuveiro pois estava estava suada, e o vestido dela era bem velho, ai ela foi chorando pro banheiro e eu tranquei na casa com medo de que ela fugisse, e fui a loja, lá eu comprei os vestidos bem cumpridos, comprei também calcinhas e sutiãs grandes, isso porque ela é grande, comprei sandálias, amarrador de cabelo e comprei comida também, voltei ela ainda estava no banheiro, ai bati na porta ela falou que estava se secando, eu falei olha comprei um montão de vestidos pra você, vou deixar as sacolas aqui na porta você pode pegar eu vou preparar o jantar, ela abriu a porta e pegou as sacolas ainda chorando, depois se vestiu e saiu, muito bonita com um vestido novo uma blusa nova, o cabelo ainda molhado, ai eu falei eu nunca usei mais tenho secador pode usar, então ela secou os cabelos, ainda chorando me agradeceu e eu a chamei pra jantar, ela comeu bem, depois começou a falar chorando o que eu vou fazer da minha vida, eu não tenho nada nem ninguém, ai eu falei calma calma, eu vou arranjar emprego pra você, ai você pode se virar, ai ela falou eu não sei fazer nada, porque Deus esta fazendo isso comigo, ai eu contei minha historia pra ela, ela depois ate parou de chorar, mas ficou soluçando, ai eu percebi, que mulher bonita, uma simplicidade encantadora, eu estava perdidamente amando aquela mulher, uma boca carnuda, era uma sexta feira e já era tarde, ai eu propus que fôssemos dormir, dei uma escova de dentes nova pra ela, arrumei um dos quartos, e falei olha aqui a chave só trança no lado de dentro, e tem banheiro aqui fica a vontade, ninguém vai te perturbar aqui, ela trancou a porta e foi dormir, no outro dia, eu acordei as 7 da manha, preparei o café tomei e fiquei na internet, lá pelas 8 e 30 ela vem descendo as escadas, eu achei que estava sonhando, ela com aquele cabelo preso, caindo um pouco na testa, aquele vestido novo, eu estremeci e falei bom dia, ela só mexeu a cabeça, ainda com cara de choro, eu perguntei dormiu bem? Ela falou muito bem pena que acordei, ai eu disse mais porque a vida é tão bonita, olha pela janela que lindo dia de sol, ela falou é o dia tá bonito minha vida é que não está, ai eu disse mas pode ficar, basta vc trabalhar pra isso e a convidei pra tomar café, ela sentou e começamos a tomar café, eu pela segunda vez, ela falou que estava muito bom, ai eu comecei a perguntar da família dela, como se já não soubesse, ela foi me falando, com jeito de choro, ai depois eu prometi ajuda-la, ela falou que ficaria muito agradecida, ai depois reclamou de dor de dente e começou a chorar dizendo que doía muito, ai eu a levei em uma dentista que atende no sábado aqui perto, a dentista falou que seria necessário canal, mas que faria um curativo no dente pra parar de doer, ai anestesiou e fez os curativos em 2 dentes e fez um orçamento do tratamento completo, ficou caro mas eu nem me importei com o preço, aceitei, a moça falou mas vc vai gastar dinheiro comigo, eu falei claro vc precisa de tratamento, ai ela falou já com a voz mais firme, olha mas eu não sou como a minha cunhada, não quero ser mulher da vida não, ai eu falei claro que não, vc é divina iluminada merece tudo de bom e jamais eu faria tal coisa com vc, ai ela ficou mais calma, saímos e eu a levei ao mercado eu precisava comprar algumas coisas, ai eu comprei o que precisava e comprei algumas coisas pra ela também, como shampoo, cremes de cabelo, absorvente, passamos em uma loja eu comprei mais vestidos e sapatos pra ela, também lingerie, e voltamos pra casa, aquele dia ela chorou menos, no dia seguinte um domingo, eu acordei fiz café e fiquei no computador, ela acordou umas 8 horas e desceu as escadas bocejando, eu falei bom dia, ela também falou bom dia, graças a Deus, ai eu disse… Fico feliz em ver que vc ta melhor, ela falou claro que sim meus dentes não estão mais doendo, eu consegui dormir melhor, vc ta me ajudando, graças a Deus. Eu já tinha até desistido da vida, ai eu a levei na cozinha e tomamos café, ela falou que nunca tinha tomado um café tão bom como aquele e nunca tinha dormido numa cama tão boa como aquela, ai eu falei que bom que vc tá feliz, então eu sugeri pra ela ficar em minha casa e arrumar, limpar, que eu pagaria pra ela, ela pensou e aceitou, mas falou por favor eu só não quero fazer aquilo que vc fazia com minha cunhada é pecado contra Deus, eu prometi que aquilo jamais iria acontecer, ai ela ficou mais tranquila, no dia seguinte eu fui trabalhar e pra minha surpresa eu sairia de férias forçadas, pois já faziam 2 anos que eu não pegava férias, e a chefia falou vc tem que sair se não a empresa paga multa, todos já saíram só vc e alguns aqui que ainda não saíram, ai beleza me dispensaram até mais cedo, eu cheguei em casa e lá estava a moça, já arrumando as coisas, eu falei que estava de férias e a chamei pra ir ao dentista fazer o tratamento, ela foi comigo, quando voltamos, sentamos no soja já tinha lanchado, ai começamos a conversar, ela falou depois que vc arranjar emprego pra mim eu posso alugar uma casa e te deixar em paz, ai eu falei, mas vc não me incomoda, pelo contrario eu moro só e to gostando muito de ter vc morando aqui, é bom porque vc é tao certinha que me motiva a fazer tudo certinho sem cometer mais aqueles pecados horríveis, ai ela riu e falou que bom que vc se deu conta dos pecados, sabe jesus é tão bom que eu quero sempre fazer o que o agrada, eu sai da minha igreja pois lá eles só falam o nome de Deus mas fazem todo errado, por isso eu sigo o que a bíblia diz, não quero mais saber de religião só do que tá escrito na bíblia, ai ela me falou que o irmão dela a odiava porque ela se veste como crente mas não aceita as falcatrua que se fazem dentro da igreja, ai eu falei pra ela, mas um homem livre igual eu se envolver com mulher mulher solteira como vc não é pecado, ai ela falou, não desde que não cometam fornicação, ou seja sexo antes do casamento, ai eu concordei e falei pra ela que nunca alguém tinha me dito aquilo, e achei coisa de Deus o que ela falou, ela já com o semblante de felicidade falava, que bom que vc percebeu, ai eu falei e quando eu te vi eu notei que vc é de Deus e é a mulher que me faria o homem mais feliz do mundo, e falei que só parei com os pecados por causa dela, ela sorria e que sorriso lindo, ai ela falou que também gostou de mim e orava sempre pra eu deixar de fazer o que é errado, ai nos abraçamos, eu disse que a amava, ela me prometeu que faria tudo pra me agradar, e eu também prometi pra ela que cuidaria dela, iria sempre ama-la muito. Ai no beijamos, hummm que beijo gostoso, depois ela perguntou então estamos namorando, ai eu disse, vc quer, ela balançou a cabeça afirmando e começamos o nosso namoro, ela me fez prometer que só teríamos relações depois de casar, eu prometi, e aquele dia foi o máximos, nos beijamos muito, no dia seguinte terça feira, ela levantou desceu as escadas, eu corri pra beija-la ela falou que achava que estava sonhando, e me fez prometer que jamais iria deixar que aquele amor acabasse, eu prometi, tomamos café, e depois fomos pra sala, na sala, estávamos nos beijando novamente, ai ela falou, sabe, eu queira de pedir uma coisa e ficou vermelha, ai eu perguntei… Que coisa vc quer meu amor? Ela falou meio rindo, que certa vez me viu com a cunhada dela. ai eu perguntei. Como? Ela falou. Você estava na sua ali em pé e ela ajoelhada no chão, ela tava colocando o seu negocio na boca e vc com uma cara de sei lá, prazer, não deu pra ver direito, mas acho que vc estava gostando. Ai eu coloquei a mão no rosto de tanta vergonha e ela falou… Ah eu vi, agora já foi eu só queria ver o seu negocio como é, sabe eu cuidei do meu pai, só vi o dele uma única vez, mas o seu parece, sei lá, deixa eu ver. Ai eu falei não, eu fico com vergonha. Mas ela insistiu, meu pênis já estava estourando a bermuda, ai eu fiquei de pé e abri a o zíper, já estava duríssimo, ela pegou olhou, e falou é sempre assim duro? Ai eu falei… Não é porque eu to excitado. Ai eu peguei pra ela levantar a pele ela levantou eu quase gozei, mas segurei, ela cheirou ai eu falei que ver como se faz, ela falou… Ah mais será que eu consigo? Ai eu falei. Consegue, é só ir bem devagar, passa a língua e depois os lábios. ai passou a língua na ponta, hummmmmm, depois foi pondo os lábios, ai eu falei vai sair tira a boca, ela tirou e saiu um pouco de esperma, mas não espirrou, ai ela pegou aquela esperma com o dedo, cheirou mexeu nos dedos e passou a língua. Eu falei tem mulheres que tem nojo, se vc tiver, não tem problemas, ai ela falou… Mas não é nojento, não tem gosto de nada. Ai eu falei se quiser pode continuar. e ela continuou, hummmmmmm que gostoso, de repente eu não aguentei e gozei, […], ai eu com as pernas bambas sentei no sofá e a beijei, ai ela falou se eu quisesse ela faria de novo, assim eu teria prazer sem pecado, kkkk, mas depois do jantar fizemos de novo, a noite subimos pra dormir, eu a levei no quarto dela. a coloquei na cama a beijei e ia saindo, ai ela falou. Amor, fica comigo, mais um pouco. Ai eu falei, mas vc não tá com sono? Ela falou que não. ai eu fiquei lá beijando-a, ela me puxou pra debaixo dos cobertores e ficamos nos esfregando, hummmm que delicia, ai eu perguntei. Amor isso não é pecado?: Ai ela falou. Sim mas nos amamos, vem depois nós nos casamos e ai fica tudo bem. Eu perguntei mas vc quer? Ela falou quero muito, nunca pensei que era tão bom. vem … ai eu tirei a calcinha dela, ela era toda peluda, eu fui colocando devagar, quando de repente ela começou a tremer, e gemer muito, gozamos juntos, muito, ela ficou sem força ate pra ir ao banheiro eu tive que leva-la no colo, mas foi muito bom, passamos a noite inteira transando, dai em diante transávamos todos os dias, depois nos casamos no civil e já estamos a 12 anos juntos, temos 4 filhos maravilhosos, e nossa relação continua sendo igual a do inicio, sempre meu amor eu te amo, e nunca mais eu quis saber de outra mulher, somente do meu único amor.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *