Apanhei do meu marido e ainda não superei

Ano passado meu pai sofreu um gravíssimo acidente de carro e ficou 15 dias em coma. Então, no final do ano passado meu marido chegou muito bêbado, dirigindo e não me controlei e briguei com ele. Ele reagiu me batendo muito, socos na minha cabeça, no meu rosto e me sufocou até eu quase desmaiar só parou quando eu bati com um copo nele.
Fiquei muito machucada e no outro dia ele minimizou…
Fiquei arrasada, muito arrasada. Guardei a magoa e ainda não superei. Amo ele, sei que deveria ter esperado a bebedeira passar para conversar ou até para brigar.
Tenho vergonha de falar isto para qualquer pessoa. E tenho muita dor com relação a isto.
Este ano ele me traiu. Eu leio o que estou escrevendo e não acredito! Não acredito que sou eu! Eu estou muito mal com tudo isto e não sei o que fazer!
Quero me libertar!

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

2 Comentários

  • boba noite,minha querida,indepedente se ele estava bebado ou naõ,se estava com raiva ou naõ,so em ele ter te agredido,ja era motivos para que vc ou denuciase a poliçia,ele ainda te traiu,nossa,jogava ele ao vento sem arrependimento,seja mulher,seja ser humana,seja voce.homen que bate em mulher,tem que ser presso.se cuide e busque voce que se perdeu neste relacionamento.

  • É o seguinte minha cara… Isso que você sente por ele é algo doentio… Nao amor.. Sei que toda pessoa é capaz de mudar mas pra isso voce vai sofrer muito… Só te digo uma coisa! SAIA FORA! SE AME. Ele nao te ama… trair… bater… espancar… Vou te contar uma breve historia que possa lhe ajudar.
    Tinha uma certa criança, que tinha uma irmã e e um irmão. Um pai alcóolatra e uma mae que tentava segurar a onda por conta dos filhos. Nunca chegou a ter briga… mas era uma humilhação e um terror psicológico contra todos na familia… Ele fazia todos se sentirem inferiores durante anos… essa criança cresceu em meio a briga e confusões todo dia em casa, o pai tinha um bom emprego mas sempre jogava na cara cada centavo que colocava em casa, essa criança cresceu se isolou, foi perder a virgindade com 23 anos, passou a adolescencia todo se achando pior que os outros, hoje aos 29 tem que fazer tratamento pois nunca superou isso… Um inferno a cada dia. Tem um emprego onde ganha mal mal 1500 reais pra se sustentar enquanto todos as familias “normais” que investiram em seus filhos e em seus ideias se deram relativamente bem.
    Prazer essa criança sou eu, meu pai morreu faz 3 anos e amaldiçoo ele todos os dias em minhas orações. Nunca o perdoei. É isso que você quer pra você e futaramente seus filhos? CAIA FORA!