Meu anjinho está no céu e eu na esperança

Olá Me chamo Aline tenho 23 anos sou casada, dia 23 de novembro de 2014 fez um ano que me casei. Foi o dia mais lindo da minha vida, eu e meu esposo sonhávamos com esse dia, fizemos muitos planos… lembro que nós não tínhamos nada, Deus preparou tudo para o nosso casamento. Ao todo já faz 6 anos juntos com namoro noivado e casamento, 6 anos de muita alegria, momentos bons e também muitas mentiras, traições, decepções etc. Acreditava que por conta de nós dois sermos novos talvez ele não tivesse tanta maturidade assim, eu perdoei por inúmeras vezes. Quando ele me pediu em casamento foi lindo eu nem estava esperando na hora eu até pensei, será que é hora? será que ele está pronto pra esse passo tão importante das nossas vidas? mas como eu era louca de amor eu acabei dizendo sim! Depois de três meses de noivado nós nós nos casamos, foi muito rápido mas ao mesmo tempo muito intenso. Eu boba acreditava que agora sim nós iríamos ser felizes, nunca mais haveria mentira, traição, enganação, falta de respeito etc. Como eu era ingênua. depois de um mês de casada descobri que estava grávida, meu Deus e agora eu pensei, como que eu vou contar pra ele, ele vai me odiar !!!Dito e feito, o tempo passou e eu não podia mais esconder, ele acabou percebendo, viu que eu estava estranha. Ele me perguntou a sua menstruação esta atrasada? eu respondi, ela costuma se atrasar mesmo! ele me respondeu, bom de qualquer forma eu vou comprar o teste de farmácia pra ter certeza, você está muito estranha. Fiz o teste, como já sabia deu positivo, eu estava gravida, quando eu olhei pra ele, ele estava com aquela cara de ódio, eu lembro que ele me disse algo que me magoou muito “Quem disse que eu queria ter filho com você? você acabou com a minha vida, sua idiota !”. Aquilo cortou meu coração, eu chorei tanto, mas tanto, naquela hora eu queria sumir, ir pra bem longe. Bom depois de um tempo ele acabou aceitando a ideia de ser pai e ai eu fiquei mais tranquila. A minha gestação foi bem tranquila, mas no sexto mês eu comecei a sentir umas dores muito fortes, pra mim era normal achei que era o bebe mudando de posição e esperei amanhecer, caso as dores continuassem eu iria para hospital, quando amanheceu as dores pioraram pedi para o meu esposo me levar no medico, quando eu cheguei no hospital o medico foi me examinar e ele disse “você esta em trabalho de parto, você vai ser internada imediatamente. Na hora eu entrei em desespero, comecei a chorar e a pedir a Deus que ele salvasse meu filho, foi horrível! Fui internada, eles me deram medicação durante três dias, fiquei numa sala de pré parto ouvindo um monte de mulheres em trabalho de parto, foi um pesadelo, depois de três dias foi a minha vez, tiraram a medicação e eu tive meu anjinho João Miguel, ele nasceu do tamanho da minha mão, assim que ele nasceu eu ouvi o choro dele, fiquei tão feliz… depois ele foi direto pra incubadora e começou um processo bem difícil na minha vida. O meu esposo ficou o tempo inteiro do meu lado, me deu muita força. Eu ia para o hospital de manhã e só ia embora as 22:00 da noite, chegava em casa super casada, meu esposo estava de emprego novo, ele passava só na hora de me buscar ficava um pouco com Miguel depois a gente ia pra casa. De repente, num belo dia quando eu pego o celular dele pra ver a hora, eu vejo um monte de conversas dele pelo whatsapp com outras mulheres, ele chamando pra sair, pra tomar café, pra almoçar, dando em cima mesmo, chamando de lindas, princesas, gatas etc. Aquilo pra mim foi o fim, eu passando aquele processo tão difícil na minha vida, em vez dele ficar do meu lado, ele ia procurar outras, ele me pediu perdão me disse que não tinha feito nada de mais, que não tinha me traído fisicamente, mas pra mim era traição do mesmo jeito, mas acabei perdoando, eu e o Miguel precisávamos dele naquele momento. Passei 48 dias dentro de uma u.t.i vendo filhos de outras mães indo embora e o meu ainda ali, depois de 48 dias meu filho infelizmente faleceu, os rins dele parou, eles tiveram que fazer diálise e ele acabou pegando uma infecção e não resistiu, ele era tão forte, ele mais do que ninguém queria viver, mas foi feita a vontade de Deus que é sempre o melhor, meu anjinho agora está no céu. Depois desse momento extremamente difícil na minha vida, depois de 2 meses que o João Miguel faleceu, eu descubro que meu esposo estava em um site de relacionamento, procurando outras mulheres novamente, eu acabei perdoando e estou com ele, até quando eu não sei mas espero ser feliz um dia.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

5 Comentários