Virou amor e agora não sei o que fazer….

Há mais ou menos uns 8 meses obtive o primeiro contato com ela através de uma rede social. Achei ela super gente boa, daí então marcamos de nos conhecer, afinal tínhamos amizades em comum, ao qual foi o causador de a conhecer. Assim que vi, me senti atraída por ela fortemente! Desde então, conversamos quase todos os dias, mas sempre há alguma coisa que eu não consigo entender nas atitudes dela! Confesso que morro de ciúmes dela mas sei disfarçar bem, as vezes (eu diria quase sempre) ela age de forma inusitada como: me abraça forte e um pouco demorado, encosta o corpo dela no meu, inclusive, quando estamos em alguma fila, ela entra na minha frente e roça em mim… segura minha mão, olha diretamente nos meus olhos e esses olhares me estremecem… acaricia meus cabelos. Certa vez ela foi para me falar algo baixinho, e se aproximou demais, encostando os lábios no meu ouvido, me fazendo arrepiar e tremer com aquele contato! Mas ela se diz hétero e tal. Creio que o que sinto por ela, já saiu do estágio de ser só mera atração ou paixão. Tento demonstrar como posso, apesar de achar que eu estou arriscando pois somos daquelas famílias tradicionais, aff! Não sei o que fazer, e muito menos como agir, pq tudo nela me excita, encanta e me deixam sem ação também… e aquela sensação padrão: e se eu demonstrar para ela o que eu sinto, será que vou perder a amizade? Pois seus problemas particulares ela me conta, ela até já falou que não sabe pq me fala as coisas. Acho que eu consegui fazer ela se sentir a vontade comigo. Pelo menos isso, e o pior, acho que já virou amor e isso está acabando comigo, pois a vejo todo dia na faculdade… sempre linda! Haja coração.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

1 Comentário

  • Deus vai te amar do mesmo jeito (Hetero ou Homo). Mas você já pensou se não pode estar confundindo as coisas, Confundindo sentimentos? Estar carente enfim. Minha irmã se tiver certeza de teus sentimentos procure conversa com a pessoa e peça orientação a um Padre. Forte abraço e que Deus te abençoe.