Desejo pela irmã do meu namorado

Não me orgulho do que vou falar, eu sempre fui crente, bastante religiosa, quando eu era pequena brincava mais com homens de bola e carrinhos, me chamavam de sapata mas quando completei 11 anos me interessei por homens, me apaixonei, nunca sentir tesão mas me apaixonava por garotos, comecei a namorar sério um cara, gosto muito dele mas a irmã dele é uma de minhas melhores amigas, somos bem próximas e trocamos carinhos, as vezes quentes, e ela tinha um papo lésbico mas depois dar uma de conservadora antes ela me dava selinhos e aí começou parar, disse que tinha nojo de gays e tal e agora voltamos a trocar selinhos, quando vou pra casa dela fica o maior climão, a última vez ficamos nos tocando mas nada que fique explícito que queríamos ficar, acho que nenhuma tem coragem mas temos vontade.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

3 Comentários

  • Oi amiga….entendo o seu problema….e acho que sei como resolver. Mas conversar por aqui seria demorado. Vc pode me escrever um e-mail se quiser…e podemos conversar melhor..por e-mails…ou em um bate papo. Beijos

  • Oi, moça, se vc sempre foi assim tão religiosa, então vc deve saber o que tá por atrás de tudo isso, certo! Não sei o porquê do maligno pegar algumas famílias ou algumas pessoas pra agir assim. Acredito que ele começa esse trabalho desde o berço, mas enquanto ele trabalha pra escravizar e destruir, Deus tá trabalhando pra destruir as obras do inferno!. Se vc sabe que tem essa opressão, vc precisa fugir, oras, não vá mais na casa dessa amiga, não tenha medo de cortar essa amizade maligna, pois tá na cara que se vc continuar com essa pegação lésbica é apenas uma questão de tempo e oportunidade certa pra 2 estarem colando velcro e aí já era. Já estão encaminhadas pra isso e o inferno está aguardando ansioso esse dia, pois ele sabe que mata 2 com um coice só, depois vcs não conseguirão fugir mais nuca do lesbianismo. Acorda logo e volte rápido para as coisas de Deus.