Episódio inesperado na minha vida

Gostaria de fazer uma confissão, bom sou novo aqui não sei ainda como explicar… para resumir bem vou direto ao assunto: A cerca de 10 ano atrás aconteceu um inesperado episódio na minha vida, na época era casado, minha esposa ainda não estava totalmente liberal em certas coisas, mas não sei como explicar. Acho que ela se queixava com sua mãe sobre meus desejos, certo dia estava eu de folga do trabalho minha sogra me ligou e pediu para eu ir na casa dela para trocar uma lampada, sem demora fui até lá pois fica poucas quadras da minha casa, quando cheguei percebi um cheiro de perfume fora do comum mas tudo bem… fui trocar a lâmpada da sala, o teto é um pouco alto, como sempre pegava a escada. Mas desta vez a escada não estava lá, minha sogra tinha emprestado para vizinha da frente, então peguei a cadeira como ficava alto ela falou que ia me apoiar para eu não perder o equilíbrio, foi quando tudo começou, subi na cadeira estava eu com uma calça de tactel, sem esperar ela começou a me segurar na altura do quadril foi descendo bem de vagar até lá##. Não estava entendendo porque daquilo mas fui deixando acontecer, ela começou a acariciar meu## por cima da calça, tanto eu como ela não falávamos nada estávamos quietos, foi quando ela desceu minha calça e começou a praticar sexo oral, eu desci da cadeira sentei no sofá ela continuou, realmente não tive força de parar foi mais forte que eu, como fui pego de surpresa não sei explicar, mas ela continuou até eu gozar. Paramos um pouco ela falou para eu descansar que voltaria, foi no quarto voltou só de camiseta (ela era uma mulher de 48 anos muito bonita) foi quando novamente ela falou: vou fazer isso levantar de novo. Ela começou a fazer outra vez, nessa hora fiquei sem saber o que fazer novamente, por um lado eu tava gostando muito e como homem não pude voltar atrás. Não resisti fui logo fazendo essa loucura. Quando terminamos ele olhou para mim e falou: o que fizemos!! bateu um arrependimento profundo, um medo, depois deste dia foi um pouco difícil conviver com o que aconteceu. Estou casado até hoje mas isto não sai minha cabeça. Achei este site e resolvi me desabafar, quem sabe, melhorar um pouco minha consciência.

 

Reportar Sexo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

4 Comentários

  • Relaxa já passou muito tempo. ela já ta com 58 anos, se eu entendi, q bom foi legal e tal. Mas vai cuidar da sua esposa e deixa isso p lá. Cuida da mente , ou então procura uma safada na rua q vai fazer a mesma coisa com vc.. e vc perde esse pensamento… eta sogra hein…

  • Pelo seu relato, a história mexe contigo até hoje. Isso pode ser ocasião de pecar de novo, por pensamento. Se você for católico, sugiro que procure um padre e se confesse. Quanto menos esse assunto for segredo, mais fácil você vai conseguir superá-lo. Falo por experiência: por anos guardei um quase-incesto com minha irmã, o q me trazia grande tesão e arrependimento. A coisa suavizou muito depois que me confessei. Mais ainda quando contei para a minha esposa.

  • Ah cara….. relaxa, já se passou 10 anos e pelo que entendi vc não é mais casado com a filha dessa sogrinha tarada! Grila não, com certeza foi um momento especial para vc. Sucesso ai e sem neuras tá

  • Mas rapaiz, o que vcs conversavam no namoro hein? Vcs tinham que ir conversando tudo sobre sexo, perguntasse pra ela se ela fazia sexo oral, anal, posições, etc. Por isso é complicado confiar muito em qlq mulher, ô bicho difícil, quando elas querem seduzir, fica difícil resistir, não dá pra ficar sozinho com nenhuma, qd elas estão a fim mesmo, põe mini saia, deixa cair a camisola, fica sem calcinha, sorri, fica de 4, mostra a xota, etc, aí é covardia pra nós segurarmos. Mas qd ela foi, vc poderia ter dito: não precisa me segurar não…, fico imaginando, ela já tava com safadeza e segurando vc alí com o rosto perto do playground amigo (ela premeditou tudo), já era, vc ainda poderia ter se afastado e pensado na esposa nesse momento… portanto, não existe desculpa pra traição, mas espero que fique bem e cuidado pra não repetir.