O aborto não realizado

Li uma confissão sobre aborto e me lembrei de um fato que ocorreu comigo há tempos atrás.
Fato é que sou um cristão fervoroso, convicto daqueles que bate de frente com ateu, esquerdista, modista etc. Uma das pautas que sempre cai em debate no meu Facebook é o aborto, pois sou completamente contra essa prática. Sempre abominei e considerei monstruosa.
Contudo, eu que era virgem até pouco tempo, me envolvi com minha atual noiva, também virgem, e nos deitamos. Foi tudo tão irracional que eu sequer pensei nos riscos…
Tempos depois, até tinha me esquecido que havíamos feito isso dessa maneira, ela me disse que a menstruação dela estava atrasada e que sentia alguns sintomas como tontura, enjoo e sensibilidade nos mamilos. Foi simplesmente um caos de tensão para nós. Como a amo, tentei jogar a responsabilidade também para mim, acalmando-a. Falei que assumiria se fosse o caso, mas ela queria me convencer de tirar a criança. Ela é muito nova, bem mais nova que eu, menor de idade e nasceu de uma gravidez indesejada… dizia que se engravidasse seria vergonhoso pros pais dela que queriam que ela tivesse oportunidade que eles mesmos não tiveram.
Tentei argumentar de várias maneiras, até ameacei contar pros pais dela se isso se confirmasse… mas a verdade é que fui fraco nas minhas crenças. Quando a coisa apertou eu afrouxei e cedi às ideias dela. Por isso, fique claro, a culpa é igualmente minha, não só dela… me ponho no mesmo patamar dela.
Quando percebi, já estava procurando métodos abortivos, isso sem qualquer confirmação da gravidez.
Só então compramos o teste, pois já havia passado tempo suficiente pra fazer ele. E deu negativo. Dias depois repetimos o teste e apenas após uma semana disso tudo ela começou a menstruar… uma menstruação escura segundo ela, semelhante ao que pesquisando na internet chamam de “borrão de café”. Mas pelo menos menstruou e pudemos relaxar.
Mas me arrependo… fui fraco na fé. Sentei com ela e conversamos. Disse que já estávamos errados em manter relações sem o laço matrimonial, mas fiz ela me jurar que se aquilo se repetisse, que ela não me freasse pois eu iria querer ter a criança. Ela também ficou mal com a história, me prometeu e hoje nos protegemos melhor.
Ser pai é um dos meus maiores sonhos e igualmente ela quer ser mãe. Sonhamos muitas vezes com uma casa cheia de filhos correndo e quebrando tudo. Peço perdão a Deus em nome desse nosso sonho que um dia quero realizar.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

2 Comentários

  • Que bom que se arrependeu. Mas é sempre assim, o ser humano (todos nós) sempre queremos inventar uma desculpa para o pecado. E para aborto, 100% deles é com desculpinha furada para assassinar mais uma criança inocente. Uma hora é porque é muito nova, ou não tem condições de cuidar, ou foi acidente ou vai decepcionar os pais, etc, Ah, nessa hora pode ter certeza que o diabo não perde a chance de trabalhar mesmo na mente. Aborto é crime e não há desculpa nenhuma, matar uma criancinha inocente que não tem culpa nenhuma da situação dos pais é horroroso demais, não existe desculpa, fez, foi bom na hora né, então tem que assumir essa vida que será seu filho(a) querido, custe o que custar, faça o sacrifício que for, mas não temos esse direito de tirar a vida de um inocente, nem de ninguém. Abç

  • isso tudo para que não julgue as outras pessoas. Para passar pelos problemas e senti na pele o que os outros passam. ABs!