Gosto de exibir minhas parceiras – Parte II

Olá de novo,
Quem leu a confissão “Gosto de exibir minhas parceiras” vai entender que esta é a continuação da minha experiência.
Relembrando que após minha esposa perceber e entender que as brincadeiras de exibição tornavam nosso relacionamento sexual bem mais intenso, ela passou a encarar isso quase com naturalidade.
De meu lado, já dava pra perceber que a coisa não pararia por ai. Então chegou o dia em que ela além de abrir as blusas e exibir os seios, eu pedi e ela tirou a saia, ficando apenas de calcinha dentro do carro. Isso me enlouqueceu e durante algum tempo a cena esquentou nossas transas. Repetimos isso algumas vezes.
Ela, às vezes, dizia que não faria mais aquela loucura, mas quando começava a sentir que o relacionamento na cama ia esfriando, recomeçávamos as nossas brincadeiras.
Na minha cabeça eu imaginava um ato mais criativo e bem mais ousado, mas ia devagar e não arriscando muito pra ela não se sentir usada. Essa coisa mais criativa acabou acontecendo quando fizemos uma viagem a outro Estado para visitarmos familiares. Numa noite saímos sem a companhia de parentes. Curtimos os bares da cidade e esperamos o tempo passar, sabendo que naquela noite haveria diversão pra valer.
Já era quase tarde da noite quando começamos a rodar de carro pela cidade e ela começou a se mostrar. Como não conhecíamos a cidade fomos mais devagar e ela se limitou a ficar com a blusa aberta e sem sutiã. Quando ela e eu estávamos bem excitados, entramos numa rua de menor movimento. A cidade era tranquila e os riscos eram pequenos em termos de violência. Foi então que parei o carro perto de um homem.
Assim que percebeu que havia uma mulher com os seios de fora no carro ele ficou alucinado. Através do vidro da janela fechada do carro ele olhava e elogiava as coxas e os seios dela e pedia insistentemente para que eu o deixasse “fazer um carinho” nela. Nos beijamos bastante e eu passava as mãos nos peitos e nas coxas dela. Ela pediu para eu não baixar o vidro do carro, pois ela não queria ser tocada por um estranho, mas topou levantar a saia e logo depois tirou a calcinha e permitiu ser vista totalmente nua.
Embora eu estivesse disposto a deixar aquele homem “fazer um carinho nela” e até o deixar entrar no carro, a coisa não passou disso, pois eu nunca a forçaria a fazer qualquer coisa que ela não quisesse. Eu sabia que se a forçasse, ela nunca mais toparia nenhuma brincadeira.
Então fiquei na minha e obedeci à vontade dela. Estávamos explodindo de excitação e fomos transar. Digo a vocês com toda a certeza de que foi a noite em que senti mais prazer sexual em minha vida.

 

Reportar Sexo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

20 Comentários

  • Se ela tem uma sensualidade grande, deixe ela demosntrar isso, voce esta aproveitando e quem tem a sorte de ver ela pelada tambem aproveita, ela nao prejudica ninguem com a sensualidade e beleza dela.

  • Corno’s Apprentice detector,

    Poxa vida, sem você aqui os comentários perderão metade da graça.

    Não vá embora.

    Abraço,

    CG

  • Belo comentário Marcia.

    Curto, objetivo e direto. Pessoas inteligentes não precisam escrever muito para mostrar de maneira clara sua opinião.

    Abraço,
    CG

    • Muito inteligente mesmo, puxa, entregar a mulher pra um desconhecido, Uall, que sacada de mestre… quer dizer, até ela encontrar um Champinha da vida, aí quero ver né… Aliás ela deve ser um gênio mesmo, um ser superior, por isso ela deu pro irmão até ele não querer mais e dar um pé na bunda da *adia, depois deu pra 40 ‘desconhecidos” num ano…(DSTsss sim ou não???) adora ser encochada por mulheres, faz videos pornôs categoria Z, uma inteligência sobrenatural, que com poucas palavras já convence mesmo! Uma guru dos depravados e por isso tanta admiração pela sua heroína (ops, quer dizer, no bom sentido né, será?) Ela sempre manda bjs pros garotos aqui que ficam loucos pra pegar essa *adiaahahahahaha mulher de classe ela Uhhhhh

      • Marcia GraçasMonteiro

        Sou a mesma coisa que sua mãe foi para o padeiro, farmacêutico, os taxistas e o bairro todo! E Obrigada por visitar meu blog e ler minhas histórias! Garanto que tenho mais boa saúde do que você, que tem retardamento mental! Eu não me escondo de ninguém, mas você, quem é você para falar algo? Parabéns pelo seu comentário, minha página enche quando é citada! Beijinhos

        • Ahhuiuiui, Ué, tudo isto que falei, foi o que li aqui o que vc mesma falou na sua ânsia de se mostrar liberal, foi vc mesma quem vive falando essas coisas e agora fica nervosinha Hahahaha. Então não dissesse nada! Convencida demais, quem disse que eu acesso a porcaria do teu blog, eu acessei uma vez pensando que fosse encontrar alguém fazendo o bem, alguma coisa útil, mas não, logo vi o lixo que ele é, não fico entrando naquela porcaria de blog dos infernos não…Jura que não esconde de ninguém, então porque ficou envergonhada agora que mostrei quem vc é, vc tentou se esconder, mas revelei quem vc é. Mas olha que bom, essa madrugada o Senhor me falou que não tem prazer na morte dos pecadores e o que Ele mais deseja é a salvação de todos. Esse foi meu último comentário aqui e agora não acesso mais esse site por um bom tempo, bye bye

    • Marcia GraçasMonteiro

      Obrigada! Aguardo outras publicações. Beijos

  • Marcia GraçasMonteiro

    Parabéns pelo relato e a coragem, mas deixar acontecer com um estranho é bem mais prazeroso, tomando as medidas de segurança possíveis! Beijos.

  • Ah, corninho, foi o que já te falei no 1º continho, aprendiz de corno detector Kkkkk.
    Tá fazendo a lição de casa direitinho hein, quase conseguiu que um macho qualquer passasse a mão nela, só que ele ia querer mais que só isso hein, ia querer passar a vara nela também dentro do teu carro, pena que a esposinha ainda tem esses bloqueios chatos neh, mas continua, em breve ela libera geral para o seu delírio…
    Ai vc poderá cantar assim: “Para a nossaaa alegriaaaa aaa aaa aaa” Kkkkk

    • Prezado Corno Apprentice,

      Que bom ver você comentando aqui novamente.

      Pelo jeito você estava aguardando a segunda parte de meus relatos e não demorou a se manifestar. Obrigado por ser um leitor assíduo.

      Pessoas como você são a razão da existência deste site. Quanto mim, estou mesmo fazendo o dever de casa.

      Abraço,

      CG

    • Corno's Apprentice detector

      Prezado “Carioca da gema?” vc é carioca ou português? Pois brasileiro e carioca nenhum diz Sítio, isso é lá coisa dos portugas. Não me incomodo nem um pouco de ler seu continho, pois este é um site cristão (pelo menos deveria ser né), vc teria razão se eu ficasse enchendo o saco lá no Redtube ou Cornostube, te garanto que nunca vai me encontrar por lá! Acredite se quiser, mas nem vou ler mais, e devo ficar pelo menos uns 3 meses sem acessar mais esse site por livre vontade mesmo, não vou mais te incomodar kkkk. E cada um faz o que quer da sua vida, certo! Veja a diferença, se vc publicar isso num blog de putaria todos vão te aplaudir, mas já que quis publicar num site Cristão seria de se esperar mais comentários puritanos e moralistas como os dessa página, simples assim! Não precisa se ofender, dê o seu comentário e divirta-se e leve na esportiva, mas não espere necessariamente ser elogiado por todos e nem se irrite. Claro que cada um faz o que quer da sua vida…, como também é responsável por seus atos, é óbvio que sim. Abç e bye bye

  • Se eu quisesse ler esse tipo de conteudo entrava num site de contos eróticos.
    Isso não devia nem ser publicado. Confissões minhas bem mais interessantes já deixaram de ser postadas sem maiores explicações.. gostaria de saber qual é dessa moderação!

    • Caro Lobão,

      Quando você quiser ler coisas de outro tipo, entre no sítio do honrado Padre Marcelo Rossi ou dos missionários Silas Malafaia e Valdomiro Santiago.

      Se suas (como você diz) “confissões mais interessantes” não foram publicadas, procure melhorar os seus relatos. Talvez elas sejam interessantes apenas para você.

      De todo o modo, não questiono o trabalho do(s) moderador(es) pois até o momento todos os textos que enviei foram aqui publicados. Talvez por eu ter lido e entendido o propósito do sítio.

      Você não precisa acreditar e eu não preciso que você acredite, mas minha esposa leu os textos I e II antes de me autorizar a clicar em “enviar”.

      Que bom seria se todos os que aqui visitam tivessem esse discernimento.

      Obrigado ao moderador.

    • Há pouco tempo alguém me disse que esse não era um site cristão, eu contestei ela e disse que era sim e que ela tava cega…Mas pensando depois melhor, até que ela não deixa de ter razão…Esse deveria ser um site Cristão, onde os moderadores não permitissem contos eróticos, nem os palavrões e termos chulos, incrível como eles aprovam tudo aqui, até os termos mais baixos e depravados. Era para ser aprovado apenas casos das pessoas com problemas reais ou pessoas arrependidas dos seus pecados e nada além disso. Mas não, por isso todo mundo diz o que quer aqui e tudo é aprovado. Infelizmente já perdeu a essência, é de se pensar se seria esse site realmente cristão ou não??? Acho que a coluna à direita: Confissões Populares está respondendo essa pergunta.
      Aí alguém poderia dizer: Quem não tá contente é só não ler… Tá bom, já comecei a fazer isso mesmo, byebye

  • Cara, deixar estranho tocar é meio perigoso, porque você não conhece o cara. Tome cuidado com isso.

  • Simplesmente ridículo. A página é voltada para pessoas com problemas que buscam ajuda, e não para relatos sexuais. Existem lugares mais apropriados para isso. Simplesmente patético…

    • Irmão, quer puritanismo na internet? Volta pro seu retiro, o cara ta confessando seus fetiches ué, no seu mundo ninguém transa né?

      Sobre o relato me lembrei da época onde levava “amigas” ao Ibirapuera p/ curtir dogging, alguém aqui também ja frequentou por lá?

    • Prezado Dragde,

      Bem na página principal deste site está definido o que é Confessar e, caso você não se lembre ou nunca tenha percebido, eu vou te ajudar.

      “Confessar” vem do latim: Confessare, que significa Declarar o que se fez ou que se pensa; dizer os pecados ou erros a um confessor; declarar-se, reconhecer-se.

      Então, o que escrevi está completa e absolutamente dentro do que preconiza os criadores deste site.

      Por outro lado, acredito que você precise de ajuda sim e a primeira delas é para aprender a ler e entender os propósitos de um sítio da Internet.

      Te desejo sorte.