Compulsão por pornografia e homoxessualidade

Tenho vivido desde a puberdade com um sentimento constante de culpa por sentir atração por homens, sendo também homem. Sempre lutei contra isso e continuo lutando. Nunca admiti que a prática de atos homossexual fosse algo normal no meu dia a dia. Minha primeira experiência foi permitir que uma pessoa realizasse sexo oral em mim quando tinha aproximadamente 14 anos. Antes disso consumia muita pornografia em revistas e internet. Sempre orei e pedi a Deus, por intermédio de Jesus Cristo que me ajudasse com essa compulsão sexual. Assim me afundava na masturbação mas passava alguns anos e lá estava eu de novo e permitia mais uma vez que realizassem tal ato em mim. Nunca passei disso, mas em minha mente as vezes fantasiava atos sexuais que nunca e jamais quero efetivar com outro homem. Hoje me encontro casado acerca de quase 8 anos. Eu amo a minha esposa e verdadeiramente tenho atração por ela não preciso fantasiar nada para fazermos sexo. Mas durante o meu casamento ocorreu três episódios que me tiram o sono. O primeiro foi quando estava em um banheiro que não devia estar me masturbando ao lado de outro homem e fechei os olhos, e foi quando ele veio e começou a fazer sexo oral em mim, naquele momento minha alma gritou, não tive força emocional para empurrá-lo apenas fechei os olhos e pensava “acaba logo, o que esta acontecendo, o que eu estou fazendo”, me senti arrasado e até hoje sofro com isso. O segundo foi um homem que me seguiu até o cinema, mesmo eu tendo descartado ele em uma cantada que ele me deu antes, pensei que jamais ele ia entrar dentro do cinema, mas ele entrou e me masturbou lá, quanto arrependimento. E por fim foi quando fui em uma sauna e dessa vez eu masturbei um homem. Meu Deus quanta atrocidade eu já fiz. Mas a tempos sequer encosto em um homem. Tenho buscado jejuar e orar para que jamais eu caia nestes erros. Já faz algum tempo que tenho resistido. Mas tem uma compulsão que ainda vez ou outra tenho acesso que é fotos de homens pelados, principalmente garotos de programa, quando faço isso me sinto um nojo. E peço a Deus e clamo para que fortifique meu espírito para que nunca mais cometa o mesmo erro. Eu creio que Jesus Cristo foi morto e batizado para que pudesse ser salvo dos meus pecados. E quero saber se preciso contar essas coisas a minha esposa e pedi-la perdão.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

3 Comentários

  • Meu querido, você é gay, aceita que dói menos. Para de bobagem e seja feliz. Homossexualidade não é pecado nem abominação, é apenas uma variável incomum e que deve ser respeitada como qualquer outra sexualidade. Saia do armário, precisamos de espaço para trancar os homofóbicos.
    Abraço

  • Outra coisa cara… entenda… essa sua vontade de pecar NUNCA vai passar por completo ok?
    Você vai diminuí-la alimentando seu leão Espiritual.
    E o pecado vai ficar algo cada vez menos frequente.

    Deus te ama muito muito muito, ok?

    Abraços!

  • Parceiro, eu também tenho o problema da pornografia e masturbação, presta atenção no que vou te dizer…

    Deus não vai fazer o que cabe a nós fazermos!

    Fortalecer o espírito é algo que nós temos que fazer!

    E como devemos fazer isso?

    Toda vez que sentir vontade de fazer algo errado, vai orar ou vai ler a Bíblia, enfim, cabe a nós fortalecer nosso espírito!

    Imagina que temos 2 leões territorialistas dentro de nós. O leão Espiritual e o leão Carnal.
    O leão que você alimentar mais vai ser o leão que vai ganhar a briga!