Sinto inveja e até ódio de pessoas felizes

É a primeira vez que me abro com “alguém”, pois não sou do tipo que fica chorando para os outros para conseguir atenção, guardo tudo comigo. Fui sexualmente abusado na infância de modo que tenho dificuldade de trocar afeto com as outras pessoas. Sou travado, apenas uma vez abracei alguém e já faz muitos anos. Era tão espancado e torturado pela minha madrasta que ao acordar a primeira coisa que fazia era chorar pois sabia o que me aguardava no resto do dia. Meu irmão que era meu único amigo ficou louco e foi internado. A vida inteira morei em casas de parentes que me odiavam e me tratavam pior que a seus animais. Nunca beijei uma mulher, mas já fiz sexo (pagando), não senti nada, só vergonha, nem consegui olhar nos olhos dela.

A meu favor tenho apenas um corpo bonito, pois malhei muito (em casa, sozinho) pra fugir de bullying. Construi um corpo de atleta malhando sozinho.

Eu gostaria de ter uma mulher nos meu braços, gostaria de ser pai um dia, de construir uma família e de fazer alguém feliz como eu nunca fui, mas minha cabeça é tão afetada por tudo o que eu passei que acho difícil isso tudo se concretizar. Não consigo nem lidar com meus próprios problemas, como vou fazer alguém feliz assim? Só levarei infelicidade para a pessoa com quem me relacionar.

Por tudo isso sinto inveja e as vezes mesmo raiva ao ver pessoas felizes. A felicidade alheia me incomoda.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

5 Comentários

  • Oii Querido lamento sua história e também mantenho o mesmo sentimento de infelicidade gostaria de conversar com você me mande um email.

  • Eu percebi que você tem problemas de se relacionar com as pessoas, tava pensando a gente pode conversar pra trabalhar isso, eu sou muito amigável, tem alguma rede social ou alguma coisa do tipo?

  • Não pense que você só vai trazer infelicidade para as pessoas, uma hora ou outra, elas vão ficar dispostas a ouvir o que você quiser dizer e se são seus amigos de verdade, vão te ajudar e não achar ruim você chato por falar sobre seus problemas. Sei como você se sente sobre a felicidade alheia, meus problemas nem chegam perto dos seus, mas eu tenho uma pequena noção de como é, você ter que olhar o lado bom disso e tentar ser cada vez uma pessoa melhor, seguindo essas pessoas como um tipo de exemplo. Tente fazer mais amigos, eu realmente não sei que tipo de lugares você pode fazer alguns (todos meus amigos são da escola). O melhor é ir a algum psicólogo para você poder desabafar sobre tudo e ele ainda vai poder arranjar várias maneiras de consertar esses problemas. Só desejo que tudo melhore para você.

  • Acho que no seu caso o melhor seria procurar ajuda de um profissional.

    Mas uma pequena opinião…

    Um dia uma pessoa muito importante para mim me disse algo assim:

    “O primeiro passo é sempre o mais difícil, reconhecer as nossas fragilidades dói muito, mais existe algo que pode mudar isso, é quando você tem a consciência do que você quer, sonhos, família, relação, etc. E se você quer, você pode, mas só cabe a você mesmo, é preciso lutar, com todas as forças, e olhar sempre alem do dia de hoje, olhar para o futuro, olhar alem!”

    Você pode dar a sua esposa, filhos todo amor que você não teve, fazendo isso você estará quebrando esse elo de tristeza e dor, estará fazendo por você e dando a chance de fazer muitas pessoas feliz.

    Você viu o fim do mundo muitas vezes, mais sobreviveu né? então você tem força, coragem… de uma passo de cada vez, mas de o primeiro passo.

    *Sobre ter medo de não conseguir fazer as pessoas feliz, bem… você disse que deseja isso, se você deseja é porque você quer, você sabe o que é o ruim, porque viveu isso na pele, então apenas faça o outro lado, faça o bem.

    Ps:: É “normal” sentir inveja quando não se tem o que deseja, mais não perca mais tempo com esses sentimentos, use esse tempo para busca o que você quer.

    Aponta o barco para seus sonhos e rema!

    Boa sorte.

  • Tente imaginar que, toda a agressão e maus tratos que você sofreu foi de pessoas que te invejavam. Invejavam tua vida, teu potencial, tua juventude e as oportunidades de felicidade que estes invejavam de você.
    Se vc invejar outros estará só reproduzindo a inveja destes que se tornou ódio e agressão contra você. É isso que quer?!
    Procure uma psicóloga e troque umas idéias. Será bom pra você. Invista na espiritualidade. Ore a Deus, leia a Bíblia, converse com pessoas religiosas, como católicos, Testemunhas de Jeová e outros que vivem a Fé e tente aprender coisas boas. Não há nada perdido que não possa ser achado. Um dia, quem sabe, teus agressores se arrependam.