Sinto vergonha da minha aparência

Tenho 11 anos e quero me cortar, vcs acham que eu quero ser modinha e tal mas EU ODEIO MINHA VIDA nada dá certo.Tento desabafar cm a minha mãe mas tenho medo pq ela conta tudo pra todos e não quero compartilhar nd com ngm. Tenho dentes pra frente (não chegam a sair da boca), nariz de uma pessoa adulta, 1,48cm de altura e muito magra, 32 kg. Muitos me chamam de dente de coelho, perna saracura, perna de palito etc.
Não posso ter estilo próprio se não minha irmã mas velha zomba (odeio ela). Ela conta muita mentira pra minha mãe ela é muito maldosa coração de pedra e deseja td o mal pra mim, diz que não mereço nada. Minha mãe, acho que ela me odeia, sempre compra coisas pras minhas irmãs e pra mim só de vez em quando (quase nunca). Ela cuida mais delas do que de mim mas OK já nem ligo mais,acostumei.
Meus amigos são tudo falsos acho que ngm gosta de mim, nenhum menino me acha bonita, ngm me acha bonita, sou ridícula me odeio, não tiro fotos. Eu não aguento mais sofrer por “amigos” meus,etc. Estou cansada.
Meu pai odeia a família td, é egoísta, minha mãe diz que não tenho idade pra nada, não posso dizer que ela não me da liberdade pq já sai sozinha, mas demorou MT pra ela me dar um celular, ela me xinga de demônio, está sempre brigando não posso fazer nd, estou cheia disso, escrevi isso chorando m ajudem pfv me odeioooo

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

9 Comentários

  • eu tbm so quase do msm jeito e teriviu

  • Princesa muita calma nesta hora, escreva a sua historia eu tenho 38 anos e uso aparelho só agora consegui arrumar meus dentes eram tds tortos, estude terá um bom trabalho e vai colocar aparelho, magrinha esta na moda então so ir por partes e sera uma bela mulher escreva a sua historia!!!

  • Você é linda independente de tudo! acredite em mim! você é muito linda! não liga pro mundo, eles não fazem sua história! você faz.

  • Não te conheço, e nem sei o que você passa. Tenho umas dicas pra você:
    1. Quem te apedreja, e quem quer te ver sangrar, não merece seu respeito e nem sua conservação. Reprenda sua mãe! Que vaca ela está sendo com você! Fale pra ela como está se sentindo, fale que está com depressão!
    2. Porra, larga esses ”amigos” menina! Não são seus amigos e nem o caralho a quatro! Nem que você se sinta sozinha depois, vai ser MUITO MELHOR.
    3. Comece a se cuidar mais, saia cheirosa e com uma roupa agradável, seja sociável e sempre combata ódio com amor.
    4. Não respeite sua irmã, aponte os erros dela e ela que irá se sentir como lixo.
    5. Quando sua mãe te chamar de demônio a desafie e fale: O demônio destrói vidas! Não sou eu que estou destruindo a sua vida, e sim você que está destruindo a minha!
    6. Ele não é seu pai, seu único pai está no céu.

    Beijos, melhoras pra você!

    ps: meu nariz também é gigante ;), você não está sozinha! eu estou com você.

    • Isso mesmo quem nao te respeita teu respeito n merece afronta a tua irma repriende a tua mae … so nao fica calada isso e a pior coisa …ja vi um filme de bullyng q o garoto sofria zombavam dele ser gordo e so ficava calado ele acabou muito mal ele se suicidou …enfrenta as pessoas vc n e muda entao fala pra eles toma longe mesmo ae eles vao ti respeitar…e arruma outros amigos amigos vc e so uma criança n merece essa vida!!

  • Estude, estude, estude muito.
    Desde já.
    Esqueça tudo que já foi dito e escrito até aqui.
    Só estude, mude de vida, adquira respeito e esmague o resto

  • Você ainda está em fase de crescimento, seu corpo está se desenvolvendo, então é normal ficar se sentindo meio esquisita mesmo. Nessa fase começa a dar espinha, a pessoa cresce às vezes muito rápido, fica magrela, etc… mas é uma fase comum, com o passar do tempo as coisas se normalizam. Sei que esse negócio de aparência incomoda muito jovem e adolescente, mas tenta desencucar disso. Quanto à sua mãe e irmãs, tente conversar com elas, individualmente, com calma, e dizer como se sente. Sei que é mais difícil do que parece, mas assim quem sabe elas finalmente entendam como vc se sente.

  • Que isso menina!!! Tenha calma! Você é tão jovem para ter tantas preocupações que não lhe cabem ainda, podemos dividir a sua confissão em partes?? SE CORTAR PARA QUE?? Não vai resolver nada, se quer extravar a sua angustia, que tal tentar praticar um esporte? VOCÊ NÃO DESABAFA com a sua mãe com receio dela contar para os outros. Como você pode pensar assim se não ao menos tentou? Tenta e depois terá uma definicção, mas acredito sinceramente que ela não o fará. DENTES PARA FRENTE e pernas de saracura. Você com apenas 11 anos não deve se preocupar com isso, afinal o seu corpo ainda está em completa transformação, já conheci várias pessoas com muito mais idade que você que conseguiu mudar radicalmente a sua aparência, e sinceramente você com 11 anos VAI MUDAR MUITO AINDA! Tenha certeza disso! Apenas digo para que você se ame mais, nada mais que isso, pois se amando, voce vai começar a enxergar as coisas com outra ótica. Quanto a sua irmã. Isso que vcs duas estão vivendo é muito comum entre irmãs adolescentes, mas lhe garanto que daqui a pouco, tudo isso passará e vcs duas serão além de irmãs verdadeiras amigas e cumplices. Já a questão que vc fala que o seu pai odeia a família, isso é muito forte e provavelmente não retrata a realidade. Sei que vcs meninas com essa idade querem conquistar o seu espaço e estão se descobrindo sob todos os aspectos, mas ao meu ver o que está acontecendo com vc nada mais é que querer que as coisas aconteçam rápido demais, sem deixar o tempo agir naturalmente. Deixe de ser andiosa e viva naturalmente a sua vida, se querer pular as etapas naturais da vida. Um forte abraço e se quiser conversar mais, deixe um contato que lhe procurarrei.

  • Não se odeie. Autopunição não ajuda. Respire fundo.
    Primeiro, você não é a sua aparência. Tem 11 anos, uma vida inteira pela frente cheia de reviravoltas para acontecer e uma delas será sua aparência. É muito confuso ter essa perspectiva na sua idade, mas vá por mim, a vida muda. E para onde depende de você.
    Você gosta de ler? Ver filmes, seriados? Se sim, quando estiver triste, vá viver a vida que sonha neles. É uma válvula de escape incrível.
    Agora, sobre sua irmã e sua mãe. A solução é bem óbvia: converse com elas. Se tentou e não deu certo, reflita. Você elevou a voz? Pegou-as num bom dia?
    O que não dá é ter 11 anos e desistir de viver.