Um amor platônico que virou doença

Tenho 15 anos e nunca namorei ninguém, eu tenho problemas de baixa auto estima, outros garotos já se interessaram por mim mas eu nunca quero, eu não consigo gostar de ninguém, até que um dia um garoto começou a me seguir nas redes sociais e a curtir minhas publicações, eu o segui de volta e vi que estudávamos na msm escola, no outro dia eu o avistei por lá, nos encaramos, ele olhou nos meu olhos e eu olhei nos deles, foi tão forte, e assim começamos a trocar olhares e eu quis conhece-lo melhor, minha melhor amiga o conhecia e pedi que ela marca-se uma saída com ele, mas pedi que ela não revelasse que quem iria junto era eu, e quando ela foi convidá-lo ele perguntou se era eu que iria, e ela claro, negou a pedido meu (no fundo eu tinha muito medo de ser rejeitada, achei melhor fazer uma surpresa) e então ele disse que não ia porque já estava comprometido, eu não acreditei nisso, pq tava na cara que ele não tinha namorada, eu nunca via ele com ninguém, na minha cabeça oca eu pensei que ele tinha dito aquilo só pq eu não ia, nós continuamos trocando olhares, mas eu não tive coragem de tentar mais nada, toda vida que ele me olhava parecia que meu coração ia sair pela boca. Aos poucos fui me apaixonando, logo ir a escola não era mais uma obrigação pq sabia que ele estaria lá, eu sonhava com ele, imaginava como seria conversar com ele (ele nunca puxou assunto pelas redes sociais) e nem sabia o porque disso, até que um dia ele começou a ficar mt próximo de uma menina, andavam juntos na escola e tals e ele postou que estava num relacionamento sério, eu comecei a sofrer e a ter problemas, mas msm assim eu sentia que ainda tinha chance, pelo modo como ele me olhava, eu sentia que rolava algo entre nós msm nunca tendo falado com ele, com o tempo esse meu amor virou doença, olhava as redes sociais dele o dia todo, quando saia na rua ficava procurando ele em todo lugar e imaginava o rosto dele em todo mundo que passava, era uma loucura… um dia uma tia minha muito querida faleceu de câncer e ele quando soube do ocorrido, foi ate a sala da minha melhor amiga pedir que ela fosse ao velório me dar os pêsames, minha amiga me contou que ele estava bem sério e parecia muito preocupado, ela o chamou para ir junto mas ele ficou sem jeito e disse que não ia, eu fiquei cheia de esperanças quando soube disso, se ele se preocupava com uma garota que ele nunca nem falou é pq ele sentia algo, mas eu não tinha coragem de falar com ele nem mesmo pra agradecê-lo, ele parecia tão distante, fechado, e eu sofria cada vez mais, até que me aconselharam a contar o que eu sentia a ele, no começo eu não queria fazer de jeito nenhum, mas a minha paixão só aumentava e eu não estava aguentando mais guardar aquilo, eu tinha que tomar uma atitude ou ia ficar louca, então eu disse a ele tudo o que sentia, não sei de onde tirei coragem mas disse, na hora foi como um impacto pra ele, em seguida ele pegou na minha mão e disse a coisa que me destruiu “você é uma menina incrível, mas eu amo minha namorada”, eu fiquei muito mal na hora, fiz força pra não chorar na frente dele, e antes que eu pudesse ir embora ele me puxou e me abraçou, eu fiquei sem ar na hora, não entendia o motivo daquele abraço, depois disso eu cai numa depressão, não tinha mais ânimo pra nada, passava o dia todo na cama e isso se juntava a outros problemas pessoais meus, comecei a querer beber e me perder, eu não entendia nem como tinha me apaixonado de forma tão intensa por alguém que mal conheço e deixado chegar a esse ponto, mesmo sabendo que ele tinha namorada, ainda acho que ele já se interessou por mim mas eu estraguei tudo pq não tive coragem de chegar nele antes, ele posta coisas pra namorada dele e eu sofro cada vez mais vendo os dois juntos na escola, passo os intervalos trancada na sala, as vezes sozinha, pra não ter que sair e cruzar com os dois, tô me sentindo muito idiota por ter me declarado e ter criado tantas expectativas, eu sei que isso não vai ter jeito, e que só me resta esquecer, mais está muito, muito difícil, nunca mais quero me apaixonar, esse amor platônico quase acaba comigo.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

1 Comentário

  • Querida, eu te entendo, se apaixonar é uma droga, mas a sua parte de se declarar você já fez, O amor é inexplicável e injusto, So que você nao deve cair em uma depressão tão profunda, meu conselho pra você é a Oração, Contato com Deus, Eu sofro por ter um amor platônico e sempre que me dá vontades de fazer coisas loucas: EU ORO. E peço a Deus conforto e ajuda. O tempo cura tudo. Te desejo boa sorte flor. Não caia nas tentações do mal. Se encontre em Deus que tudo vai dar certo