Sou amante há quase 15 anos

Bem, minha história começa quando eu tinha 19 anos, eu muito jovem, com problemas familiares e financeiros, ele um homem de 38 anos, bonito, sedutor. Nos conhecemos em um bar, eu nem queria ir, mas fui por insistência de uma amiga, nem entrei; quando vi um homem bonito, falando ao telefone, fiquei encantada. Quando ele terminou veio ao meu encontro e ficamos conversando por horas, desde então não nos separamos mais. Ele por algum tempo não me contou que era casado, mas depois ficou difícil e acabou abrindo o jogo, foi difícil, mas não imaginei que ficaríamos tanto tempo, então deixei acontecer. Em 2005 entrei na faculdade, e em poucos meses após engravidei, ele me persuadiu e abortei, continuamos mesmo com muito sofrimento da minha parte. Em 2009 passei em um concurso público, pouco depois de me formar, tenho 2 empregos públicos e gosto muito de estudar; em 2010 descobri que ele havia adotado uma criança com a esposa, meu mundo desabou, eu queria morrer e fiz de tudo para isso, bebi muito, tomei diversos psicotrópicos, me arrisquei na rua ao dirigir completamente embriagada. Terminamos, mas continuamos a nos encontrar. Em 2011 por um descuido engravidei novamente, era meu sonho, brigamos, novamente ele me pediu para abortar, mas fui dura e não aceitei, pois já carregava muitas culpas. Não terminamos e ele ficou comigo até o fim… 6 meses depois que nosso filho nasceu voltamos a nos relacionar de forma diferente, e ele começou a demonstrar com muito afinco um amor que havia se esfriado, passou a praticamente morar comigo, cuidar de nosso filho, se envolveu como não fazia há muitos anos. Compramos um AP novo, mobiliamos, estávamos muito felizes, pensei que ali ele resolveria nossa vida, mas acho que ele voltou atrás. Esse ano a mulher dele descobriu de fato e mesmo dizendo pra ela que eu era uma aventura, que não queria nosso filho, ele não nos abandonou, ela sabe de minha existência e chegou a me confessar que já desconfiava há muito tempo, mas só chegou a mim esse ano. Depois de muita baixaria, pois ela envolveu vários parentes, me xingava, as primas dela também, por mensagens e pela internet. Acho que ele poderia tomar uma atitude, mas nunca o fez e maximiza o que eu faço e minimiza os barracos dela. Ele está passando por uma fase difícil por outros motivos e agora por isso, pois diz que está passando por mentiroso e traidor. Tenho 33 e sou muito bonita, atleta, ele 52 e ela 64. Não sei o que faço, se o deixo de mão e vou viver minha vida ou se continuo com ele nesse momento difícil e passamos por isso e, como tudo já veio à tona, espero ele se separar de vez, pois já saiu de casa e está na casa da mãe. Me sinto com baixa autoestima, pois sempre fui pra cima, todos me acham segura, alto astral e muitos homens me procuram. Realmente estou sem saber o que fazer, sofrendo muito, pois não quero que meu filho seja criado sem pai, tenho muita gratidão por ele e não queria abandoná-lo. Passei em medicina em outro Estado e não fui, mas vou continuar prestando, acho que vou seguir minha vida e se eu passar vou embora. Essa é minha história de ser a outra. Existem vários detalhes que não merecem ser contados aqui.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

4 Comentários

  • E dificil mas tenho q concordar vivemos um amor burro fui amante por 15 anos, amei muito tinha16 no comeco e vida de amante nao e facil muitas vezes quis desistir mas era mais forte do que eu e sempre acabava no motel, ate eu engravidar e ele me fazer decidir entre ele e o bebe preferi meu filho e ele me deixou.Emfim liberta estudei tanto e conclui que inteligencia e relativo ser amante e burrice um tiro no proprio pe. Bjs

  • Acredito que a resposta esteja dentro de você. Deixe de ficar se martirizando com a opinião que as pessoas fazem sobre amantes. Pois no meu ponto de vista você é mulher dele também, são as formalidades sociais criadas com a primeira mulher dele que impedem ele de se separar, agora quando o assunto e sentimento, amor, filho…não se deve sacrificar seu relacionamento, aceite que o amor tem farias formas de acontecer e seu veio assim. Agora se vc não ama mais ele, bola pra frente. Mas se ainda o deseja e sonha em um dia te – lo só para você, aguarde. E percorra toda a estrada sem desanimar. Seja feliz hj e sempre. Bjs

  • Olá. Muito fácil opinar quando se está fora da situação. A razão diria para você levar sua vida a diante, porém o coração…
    Como homem, entendo que ele não vai mudar, embora tenha uma amiga que, após longos 20 anos, o amante dela virou marido.

    Opinião de homem. Siga sua vida e de uma chance a você. Seja feliz sozinha ou com outro alguém.

  • Olá flor, é difícil opinar em um relato com forte como o seu, pois ter um amante por aventura é uma coisa, mas esperar desse homem um algo mais e ter uma vida paralela ao lado dessa pessoa é outra totalmente diferente. Mas independentemente disso, acho que você vive um amor burro, você é inteligente e certamente sabe disso, mas ainda está dependente dele por carência.

    Força amiga.