Ninguém desconfia da minha depressão

Então gente… Eu queria me confessar, ouvir uma palavra de consolo, ver que ainda existem pessoas que podem me ajudar… Eu ainda sou jovem, tenho 20 anos, sei que ainda tenho uma vida pela frente mas não consigo mais aguentar a minha solidão, meu fracasso… Estou sem esperança, perdendo o interesse em tudo. Não tenho um amigo leal nesse mundo, nem uma pessoa que possa compartilhar carinho… Sempre vivi cercada de pessoas falsas, acabei me decepcionando muito. Agora, acho que estou em depressão… Só saio de casa para ir estudar e trabalhar, mas a verdade é que não sinto mais vontade de sair, nem comer, nem nada. Não consigo sorrir sem esconder a tristeza por trás, é um enorme vazio. Penso em suicídio, várias vezes… E o pior, ninguém desconfia que eu esteja assim, todos acham que estou normal… Porque eu escondo, claro. Eu só não sei o que fazer, tentei ajuda médica e não funcionou, tentei alguns remédios… O máximo que aconteceu foi um breve desmaio pela ingestão dos comprimidos.
Sinto que não sou amada por ninguém. Simplesmente fui deixada pra viver sozinha, sem esperança….

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

5 Comentários

  • De imediato, pesso desculpas pelo que direi a seguir, com possíveis pré julgamentos.

    Você mesma disse que as pessoas de seu convívio são falsas, mas acha que está sendo verdadeira sorrindo apenas por sorrir, interagindo com pessoas superficialmente apenas pra fazer a social?

    Pelo que percebi, existem pessoas no seu entorno, o que por si só já a desqualifica você de viver uma vida “sozinha”. Talvez o que acontece é que espere por pessoas e situações mágicas na vida, e as atuais pessoas e situações são desinteressantes pra você, porém, elas existem.

    Quando diz que esconde sua depressão das pessoas, esquece também de olhar a situação desses outros. Você tem problemas com isso, mas saiba que todos tem os seus e você não parece se importar muito com eles.

    Quanto tempo você se pega pensando em algo que envolva outras pessoas? Muito, ou pouco? Nenhum? Será que és egoísta?

    Passo por situação similar a você, mas com os questionamentos que fiz, percebo que não estou realmente sozinho, que sou hiper egoísta e sem interesse algum com as pessoas ao meu redor. Dessa forma, acho difícil me envolver mais com outros…

    Acho que o que posso lhe dizer como conhecedor de causa, é que tente se avaliar consigo mesma e com o próximo, e claro, que tente descobrir quem é e o que quer, independente do que se é esperado pelo mundo.

    Tenha fé, principalmente em você!

  • Sinto em ver isso, mas como tu mesma disse, ainda tem uma vida inteira pela frente! Procure fazer o que você mais gostava, não ligue para o que os outros pensam ou falam, mande todos ir tomar no c*

  • Olá,

    Não fique assim moça. Talvez o mais importante passo para sair dessa você já deu. Que é enxergar que esta com um “problema” e ter feito uma analise sobre o mesmo.

    É difícil dizer alguma coisa sem saber mais detalhes. Você trabalha e estuda… então acredito que você não esteja em um gral de depressão profunda. Você ainda mantem algum contanto com o mundo. Isso é bom para você. Sobre confiar nas pessoas… infelizmente esse é o “nada admirável mundo novo”. Cada dia parece piorar. Triste realidade.

    Enfim… goste de você, ame você! E quando você estiver preparada o sol vai aparecer. Crie um hobby, caminhe ouvindo as suas musicas, leia muito… escreva também. Use a internet para conversar de “bobeira” com outras pessoas, apenas conversar. E cuide de você. Se vista da forma que se sinta bem, faça as coisas por você. Deixe o mundo um pouco pra lá. Viver uma vida se sentindo “sozinha” é difícil é claro, mas cabe a você mudar isso. De um passo de cada vez. Confiança.

    Se tiver que sorrir… sorria. Se tiver que chorar… chore. Não viva como em uma peça de teatro.

    Você não vai morrer sozinha. A esperança é ter fé, mas a atitude tem que vir de você.

    Boa sorte moça.

  • Sei que é difícil superar a depressão. Eu mesmo já passei por algo semelhante. Mas você ainda é jovem e tem uma vida inteira pela frente.

    Algo que me ajudou muito e talvez possa te ajudar é fazer algum trabalho voluntário, freqüentar alguma religião ou mesmo praticar alguma atividade artística ou esportiva.

    Acredite, a partir do momento que você ocupar seu tempo ocioso e conviver com pessoas diferentes você vai melhorar muito.

  • Paciência minha amigo(a) . Nem tudo sao flores nessa vida. E nada dura p sempre, nem o mais puro amor, nem a dor mais aguda. As vezes é so ter um pouco de paciência e tudo se encaixa, volta ao normal.
    Enquanto nao volta, procure dentro de si o que ja te fez sorir um dia. Busque, quem sabe, em sua infância, algo simples, um passa-tempo preferido etc.

    Muita paz!