Meu marido violento e machista

Tenho 33 anos, casada ha uns 17 anos mãe de uma filha adolescente . Casei com 18 anos, fui feliz nos primeiros 6 meses, ate que ele resolveu viver a vida de solteiro fora de casa e o casado certinho em casa. Sofri muito nas mãos dele durante anos, vivi momentos bons porem muitos momentos ruins. Fui traída inúmeras vezes, cheguei a ser agredida varias vezes ao cobrar atenção ou tentar conversar e assim tentar mudar a nossa situação. Somos sócios em nosso trabalho, consigo viver independente se fosse caso de separar, porem minha história começa agora: no meio desse inferno, cansada de lutar pela atenção, pela vontade de estar com ele, por querer ter meu esposo comigo (devo falar aqui que ele sempre fez sexo comigo mesmo sem vontade muitas vezes sem carinho pra mim tipo por fazer, pra eu não reclamar). Uns 3 anos atrás, após a descoberta de outra traição com uma mocinha da idade da nossa filha, acabei confidenciando para um funcionário nosso algumas coisas íntimas, já que esse funcionário é amigo de farra dele e sabia desse caso dele. Bom, eu triste, fraca, revoltada e idiota, acabei caindo na conversa desse amigo dele infeliz (ele foi me contando tanta coisa nojenta que acabei só me entristecendo e me revoltando ainda mais, passou se importar comigo e se insinuar. Acabei traindo meu esposo. Gente, não sou vagabunda, sempre fui fiel até isso acontecer, não quero de maneira nenhuma justificar meu erro, reconheço e me arrependo muito. Descarto julgamentos, pq sofro muito por ter feito isso. A pior parte foi que esse infeliz, no dia que resolvi ir ao encontro dele, ele acabou me beijando, trocamos caricias (algo que naquele momento não queria, eu sabia muito bem que estava fazendo algo que não deveria) quando eu quis parar por não querer aquilo, ele acabou me forçando a ter sexo, me ameaçando e chantageando bastante já que tinha mensagens minhas p/ ele, e que poderia me prejudicar. Devo relatar que troquei mensagens e passei a me sentir aliviada em ter com quem conversar e poder dividir, acabei me apegando nisso. Acabei deixando acontecer, com nojo de mim, dele e sem poder gritar ou parar p/ não piorar minha situação, não queria mesmo, é fácil pensar – ah ela que foi ao encontro, beijou, se agarrou e não queria sexo, besteira. Não meus queridos, não queria sexo, troquei caricias sim, porem nessa hora eu tive a certeza que não poderia fazer aquilo, que não queria nada disso, acabou acontecendo e Infelizmente isso não foi o fim (passei a me entristecer mais ainda e fui me culpando a cada vez que lembrava que não tinha me defendido, que eu poderia ter lutado mais, que eu deveria fazer algo) eu passei a sofrer chantagens que se eu falasse algo p/ alguém ou fizesse ele perder o trabalho, ele me entregava. Vivi terror por não poder contar nada ao meu esposo ciumento, ausente, violento, que vivia traindo mas que tinha pavor até em imaginar ser traído. Acabei desabando, entrei em desespero, passei a viver aquele momento que, pra mim, foi um estupro a todo instante. Não aceito isso pois é humilhante, algo muito ruim que não sai de você, persegue a mente, me sinto suja tenho vergonha, sinto culpa pois beijei ele. Por não conseguir esquecer e tmb me sentir culpada, há uns 6 meses atrás acabei revelando p/ o meu esposo o que aconteceu, por medo não falei que beijei e troquei caricias, e não revelei quem é a pessoa pq meu esposo é machista e só pensa em vingança. Estou vivendo a pior fase da minha vida, meu esposo já me agrediu muito nesses últimos meses e por isso não consegui contar tudo, hoje mais calmo, ele me pediu p/ contar a verdade p/ ele entender melhor, e tmb quer que revelo quem é a pessoa. Não vou fazer isso pois sei que ele o mata. Mas quero confessar a ele que eu beijei e acariciei. Sei que vou sofrer agressões mas não aguento ele me pressionar tanto, e quem vive com homem violento diante de uma situação dessa sabe que é melhor não correr ou denunciar mas tentar chegar ao um acordo pois tmb sei que ele é inconsequente e que ele pode fazer algo pior comigo. Alguém me da um conselho? Descarto julgamentos.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

8 Comentários

  • Olá tenho 35 anos estou no segundo casamento e tenho três filhos do primeiro casamento estou casada a sete anos e não temos filhos estou vivendo uma vida triste com um homem extremamente maxista e violento trabalhamos juntos temos um negocio próprio
    Fui traída várias vezes e agredida fisicamente e verbalmente muitas vezes
    No início tudo ótimo companheiro, amoroso com o passar do tempo e as traições se tornou normal as brigas e cobranças lutei muito pra dar certo quis fazer ele ver que eu era a mulher que o amava e estaria ali sempre. ..
    Só que eu cansei e tudo que eu passei com as traições ,palavras de ofensa jamais saíram da minha cabeça guardo muita magoa mas relutei e continuei por amor agora brigas se tornaram frequentes e humilhações e por último acusações extremas como por ex: porque cheguei tarde no trabalho com uma de nossas funcionárias e porque eu estava tendo relações sexuais com ela . Isso me intristece muito pois nunca tive dúvidas da minha opção sexual e tenho a consciência limpa que tudo que eu fiz foi tomar uma xícara de café e conversar um pouco pois nos damos muito bem eu e essa amiga por também ter o mesmo problema que eu no casamento
    Será que é errado uma mulher tirar alguns minutos pra conversar um pouco? ??
    Não suporto mais o trabalho junto com ele e por mais que eu faça nada está bom
    Tentei sair e trabalhar fora ele não deixou
    Me sinto sufocada e triste pois vejo a minha vida passar e eu não consigo realizar meus sonhos tenho medo de simplesmente aceitar viver ao lado de um homem ignorante que não reconhece nada não vê o meu esforço e amanhã ser tarde pra buscar meus objetivos
    Sou motorista de caminhao e ele também enquanto eu trabalhava pra beneficio dele eu tinha um pouco de valor agora que parei e estou mais no nosso serviço todo dia e cobrança e humilhações
    Sinceramente não sei oque fazer
    Obrigada pelo espaço e se alguém puder me dar uma opinião a respeito serei grata. .
    Boa noite

  • Desculpa a palavra , da um “Foda-se” no seu esposo e seja Feliz…Feliz…Feliz…

  • Facil julgar, dificil entender e se colocar na pele dos outros. Vc deveria tentar ser felizz.
    Esse cara q abusou vc deveria morrer. E o seu esposo ja deveria ser seu Ex. Seja feliz guerreira.

  • Mulher …tenha amor próprio … Para de se culpar …ele te trai .. E vc se culpa pq beijou outro ?! … Na minha opinião …vc está mais que certa …se separa desse homem …quem aguenta vier com um homem violento ?! Vc não eh mãe ?! De uma adolescente ?! Cara minha mãe já teve um namorado assim … Agr pensa na sua filha …eu sofria abeça com minha mãe sendo agredida …o q sua filha acha disso ?! … Mds … Não fique com um cara violento ..vc msm falou que vc pode viver independente em caso de se separar …então vai …pega sua filha junta suas coisas … Denuncia esse cara pra polícia pq agressão a uma mulher é crime …faz ele ser preso e vai viver a sua vida …e não se culpe por isso … Ele te agrediu .. Ele está errado …ele te traiu várias vezes … Ele está completamente errado …ele merece ser preso … Não vá se culpar por isso … Pq ele merece …por favor faça isso é pare de sofrer … Não aceite ser agredida …denuncie

  • Não esquece dos seus filhos. Pais acham que os filhos não sentem ou não sabem, mas nós nos fazemos de cegos. Eu sou filha e já vi meu pai cometer um erro e vi minha mãe sofrer. Você e nem sua filha merecem isso. Cai fora dessa

  • Com 33 anos deve ser uma mulher bonita e boa ainda, ainda e tempo de reconstruir sua vida.
    Esquece esse amante mal caráter – tem coisa melhor por ai. Geralmente em ambiente de serviço num e um bom lugar pra falar dessas coisas, ainda mais com homem vc sendo mulher e casada.

    Qto ao seu marido pq vc aceitou ele levar vida de solteiro sendo casado ? Homem que aceita isso de alguma mina louca vira corno e pq com mulher vai ser diferente.
    Uma conhecida apanhava do marido e aí certo dia ela me disse que o marido qdo jovem era muito bonito e ganhava bem. Não digo que esse e seu caso, mas não e incomum as pessoas casarem com uma pessoa bonitinha e ordinaria. Só olharam pra aparência e nem conhecia o coração do outro aí deu no que deu.

    Antes de tomar qualquer medida ” administra ” bem a sua empresa pra poder reconstruir sua vida por cima.
    Nem fale pra ele dessa traição.
    O outro não vai falar pq não vai querer levar um tiro.
    Vc e jovem sai fora enquanto os homens se interessam e enquanto vc pode embuxar de outro homem.
    Homem não procura mulher nova só pq e nova, procura pq quer embuxar a mulher que ama, quer filhos.
    Se ele falar pró teu marido perde o trampo

  • Está preocupada com julgamentos ou em ouvir verdades? Você está errada em trair, em incriminar seu “escape” pois ninguém troca carícias em um estupro, enfim. A realidade é que se permanecer nesse casamento a sua vida está fadada à desgraça, seu inimigo está é dentro de casa.

  • Desculpe a franqueza, mas tu e tonta, eh.
    Teu casamento, se e que pode chamar isso de casamento, ja acabou faz tempo e pelo jeito, vc so estar com o seu marido por medo.
    Eu no seu lugar ja tinha me separado faz tempo, ate pq o respeito, ele nunca ele teve com vc.
    Pela tua seguranca, e se vc tem amor proprio, sai fora desse casamento e aproveita faz um boleim de ocorrencia na delegaciada mulher.
    Pela personaldade dele, nao ha o que fazer, e alem disso o teu marido jamais vai aceitar o seu erro, se bem que a maioria dos que sentem prazer em levar chifre, possuem o temperamento tipico do seu marido.
    Acho que esses anos de convivencia com ele, te deixou submissa e medrosa e a unica vez que vc se rebelou, agora se sente culpada.
    Sobre a tua traicao, acho que vc nao devia se sentir culpada.
    Pq deveria se sentir assim!?
    Ele nunca te respeitou e pelo jeito, nunca te amou.
    Na cabeca dele, acho que tu nao passa de objeto, que so serve para suprir as necessidades do dito cujo, papel tu cumpriu muito bem, por sinal.
    Sai fora mulher, vai viver sua vida, vai procurar se amar, a se dar valor, para de ser submissa, bate de frente com ele e manda o mesmo se foder.
    E se ele te levantar a mao, comeca a gritar, da uma de doida, e grita para ele bater na puta da mae dele.
    Faz um BO, e se ele te ameacar, contrata um pistoleiro para fazer um servico nele.
    O que nao pode e vc ficar nessa submisso, ate chegar o momento em que tu vai entrar para as estatisticas maria da penha, como mais uma mulher agredida ou ate morta pelo marido.
    E outra coisa, ja que o cara que te comeu, fez isso atraves de chanagem, da o nome dele para o teu marido e deixa o pau torar, e se por acaso te jugarem, manda todo mundo se foder, pois quem apanhou fisicamente e moralmente foi tu, e para te ajudar, nao pareceu nenhum filho da puta, entao, foda-se o mundo, pq quem sabe da tua vida e vc, e ninguem tem o direito de te julgar.
    Bate no peito e se orgulhe de ser mulher, pq na minha opiniao, tu deve ser uma muito foda, guerreira ate no sangue.