Sou feio, gay e pra piorar ainda meio romântico

Olá a todos. Eu não vou publicar meu nome pois não vem a calhar agora. Desde a minha adolescência eu sofro de algum mal. Não sei qual é. Desde aquela época eu sempre me achei inferior as outras pessoas quando a questão é beleza, por isso não possuo grandes histórias de amor para contar, e isso contribuiu com a minha timidez. Nesse meio tempo descobri que sou meio deslocado. Não gosto das garotas. Sim, sou gay e não desejo essa sina nem para meu pior inimigo. Sabe como é gostar de alguém que nunca vai gostar de você? Também sou fruto das minhas escolhas. Aliás, todos somos. Quando fui pro Ensino Médio, as coisas melhoraram um pouco. Eu gostava de ir lá, estudar e ter consciência de que poderia passar em uma boa faculdade. Mesmo assim ainda me pegava em pensamentos suicidas, eu era (sou) feio e homossexual. E pra piorar ainda mais, sou meio romântico. Sofria por sonhar estar com pessoas que nunca estaria. Beleza, o ensino médio acabou e eu tive a chance de fazer aqueles três anos valerem a pena. Passei numa boa faculdade, porém ficava longe demais de casa e eu não tive coragem de lá ficar. Foi como se eu jogasse meu tempo de estudo no lixo. Acabei indo pra outra, perto de casa. Má ideia. Vou me formar e não tenho perspectiva nenhuma de emprego. Eu acreditei que se estudasse, ao menos alguma porta se abriria. Hoje sei que todas se fecharam. Apostei que seria bem sucedido, poderia melhorar de aparência – pelo menos um pouco – e que toda minha dedicação aos livros seria recompensada. Bobagem, hoje estou parado, entediado e sem vontade alguma de acordar no dia seguinte. Cansei desse marasmo. Nadei, nadei e morri na praia. No fim, perdi meu tempo sonhando com um futuro que não veio. Retomo, desde a adolescência sou o patinho feio que nunca se tornará cisne. Não ter futuro algum. Já estou perdendo as esperanças. Não gostaria que isso acontecesse, mas não há mais motivos de acreditar que depois da tempestade vem a bonança. Essa tempestade nunca passa. A propósito minha família não sabe da minha condição. Vivo sob máscaras. Vivo triste. Não vivo, sobrevivo.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

9 Comentários

  • Curioso o seu relato; só posso sugerir que você esqueça a vida afetiva e concentre em outros prazeres da vida.
    Devo ser cerca de uma década mais velho que você; faço doutorado no exterior e ainda carrego cicatrizes de amor-não correspondido na adolescência. Discordo de quem diz que no meio GLS existem exceções – há quase 20 anos circulando pelo meio, jamais encontrei uma. Me tornei bastante individualista porque aprendi que, se for depender de alguém, sempre serei trocado por outro “melhor”.
    Não sei o quão feio você é, mas por conta da desilusão da adolescência (era meu melhor amigo, que também saiu do armário mas nunca sequer o beijei porque ele disse que eu não era bonito o suficiente para ele. Depois, nos afastamos), sempre soube que o tempo não estaria a meu favor. Usei, senão a beleza, ao menos o charme juventil o máximo possível e saí com centenas de cara – raramente um que eu realmente curtisse. Depois dos 25 abusei do “charme de ser intelectual e viajado”.
    Após os 30, acabou! É raríssimo conseguir sair com alguém. E teoricamente não sou “feio”. Vejo minha felicidade em outros aspectos e acredito que fiz o que pude durante a juventude. Meu namoro mais longo foi de irrisórios cinco meses, a única vez que estive verdadeiramente apaixonado E fui correspondido.
    Às vezes ainda consigo sair com um garoto de 20 anos que “quer ser igual a mim” por conta do tal charme intelectual e viajado, mas não dura muito. Logo ele prefere outro garoto de 20 anos. Não ligo, aprendi a não ligar.
    “Nunca encontrei uma exceção”, escrevi acima. E tampouco sou uma. Já pensei em me relacionar com caras mais velhos, com afeminados etc… não é questão de não sentir atraído por eles, talvez pudesse forçar a barra. Apenas entendi que eles só me queriam porque, na “hierarquia do meio GLS”, sou mais bonito do que eles. Nada mais do que isso. Jamais vi aquela coisa “das almas que se encontram”, sempre tão somente uma mais-valia mercantil de quem é mais belo e quem é mais carente. Prefiro continuar sozinho portanto.
    Não acredito em destino, mas seria talvez um modo mais poético dizer que a vida confere estrelas diferentes para as pessoas. Algumas nascem para ser amadas; outras para serem bem-sucedidas. Eu nasci para a aventura e estou satisfeito com minha vida.

    Encontre seu caminho. A vida não se resume a encontrar um namorado. Há mais beleza do mundo do que o tédio existencial cotidiano.

  • Você simplesmente descreveu minha vida. Passei a vida toda com a cara nos estudos, sonhando que um dia tudo poderia ser diferente. Mas infelizmente não é. Não tenho amigos, raramente saio de casa. As pessoas me olham torto, me acham estranho e tudo mais. Nunca me senti com auto confiança pra procurar um namoro. Nunca beijei. Sou virgem. E gay também. Sempre fui uma boa pessoa, respeitosa, educado, que sempre procurou ajudar os outros da melhor maneira possível. Mas isso infelizmente não vale mais de nada hoje em dia. Se você não é bonito, com bom corpo, roupas caras e popular, vc praticamente não é ninguém. Caráter deixou de ser fundamental para as pessoas. Hoje em dia, se alguém é como a gente, romântico, sonhador, provavelmente passará o resto da vida sozinho também.

  • Não se ache tão feio, pois vc pode não ser realmente feio, apenas pode ter tido a infelicidade de cruzar com pessoas fúteis, vazias e arrogantes que disseram que vc é feio. Sou gay e posso dizer, infelizmente o mundo gay é fútil ao extremo e pessoas são julgadas pela beleza, mas existe mais além do mundinho gay lixo. Existem pessoas legais. Pense nisso.

  • Poxa, parece eu. Eu ainda tive uma fase que eu era mais bonito (dos 16 aos 20) e tive um namorado, depois voltei a ser feio e o ostracismo de sempre… O mundo gay é assim, infelizmente. Meio tímido também… Mas há outros prazeres na vida, tente encontrá-los. #força

  • Amigo, você deve ser muito novo, calma. Tudo tem seu tempo pra acontecer, hoje você está triste, e amanhã, concerteza vai rir disso tudo. Ser gay não faz de você pior do que ninguém, e beleza é relativo. A vida dá voltas, estudar é sempre bom, pode ter certeza, de que você não estudou atoa. Ore à Deus, pra ele te ajudar à esquecer essa idéia de suicídio. Fica com Deus.

  • Aleksandro Miritituba-Pará

    É meu ”nego”, só não consigo entender porque tem pessoas que tem tudo (dinheiro, saúde, beleza etc) e outros que não tem nada (exceto a vida e assim mesmo as vezes sentimos tanta tristeza que preferíamos que nem tivesse).
    Só pra vc ter uma ideia, me emocionei com a sua história, meus olhos estão transbordando de lágrimas…No fundo temos algo em comum, sou muito sentimental, eu choro por qualquer coisa que assisto, as vezes eu acho que tenho sentimentos de uma garota!.
    Deus abençoe a sua vida.

  • Que fase você esta passando, além de ser feio é gay. Para piorar só falta você ser curinthiano e eleitor da Dilma.

  • Eu sei q nesse momento vc deve estar achando q isso n vai passar ou que vc n vai ser feliz mas acredite em Deus isso passa , tenho certeza q vc ainda vai ser muito feliz, falo isso por experiência própria ,já fiquei super triste por diversas coisas q aconteceram comigo (e olha q foi muita coisa, q n vem ao caso) Deus vai te ajudar como ajuda a todos reze por ele …tente achar algo q goste e faça .

  • Então tá, cada um é aquilo que se enxerga, se acha mesmo que já está morrendo na praia…. Cara, que morrendo o quê, vc nem começou a viver ainda, deve ser mais um garoto de 25 (será) já desistindo. E o diabo adora esse tipo de gente “fraca” na fé. Por isso é importante também crer em Deus até o fim. Vc pelo menos tentou, se esforçou, se formou na facu. Eu hoje os 46 me amargo pois nem sequer tentei, fui um covarde. Estude mais, faça a pós agora, aproveite que está na idade certa, tem muito tempo pela frente, isso muda assim, de repente, para da tanta choradeira inútil e vá a luta.

    Eu aos 46 ainda tô querendo voltar a estudar, tentar nem que seja um Concurso, e ainda começar minha vida, também nunca tive sequer uma namorada, mas tô cheio de esperança aqui. Olhe ao seu redor e veja quantos caras (feios ou até horríveis) se casam com mulheres lindíssimas, isso aí não tem nada haver. Se aproxime mais de Jesus, que te ama e será ainda muito feliz, e se afaste dessa peste de homossexualismo.
    Jesus veio para os fracos, e oprimidos pelo diabo e doentes mesmo, Ele não veio para os bons, então tenha fé e Crê somente, tudo vai mudar pra melhor cara. Mande esse capeta que fica te atormentando com esses pensamentos de fracasso pro quinto dos infernos e venha logo pra Jesus :D