Arrempendimento por um aborto

Aos 14 anos engravidei de um namorado, meus pais ficaram sabendo e me levaram a uma psicóloga. Lembro desta pessoa abrindo um livro grosso e me disse: “você tomou alguma medicação a alguns meses? Disse que sim. Ela disse: quanto tempo faz? Eu respondi uns 4 meses tive uma infecção urinária. Na mesma hora veio a resposta: Você vai dizer que tomou remédio para infecção urinária e que não pode ter o bebê.” Conversou outras coisas comigo, disse que o remédio iria deformar o feto, que a criança iria nascer doente. Sendo que eu estava de dois meses, nada disso iria acontecer. Saí da sala e ela contou aos meus pais, minha mãe na hora do nervosismo se perdeu nas contas. E até eu acreditei na história praticamente montada. Resumindo, fui numa clínica, abortei aos 14 anos. Aos 22 anos casei, sou feliz com meu marido, estamos juntos há 14 anos, mas sou incompleta. Nunca me perdoei pelo que fiz e acredito que estou sendo castigada por isso, pois tem 12 anos que tento engravidar. Tive uma gravidez tubária, tiveram que retirar o feto e uma trompa. E nada de engravidar mais! Tenho a clareza do crime que cometi, não me perdoo, e acho que não tenho o perdão de Deus. Rezo quase todos os dias, peço perdão, peço sabedoria para lidar com a situação. Estou entrando em depressão, me afastando das pessoas que tem filhos ou que estão grávidas por um sentimento que não consigo controlar, que é a inveja por não ser mãe. Vim aqui pedir perdão, me ajudem a encontrar o perdão!!!

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

7 Comentários

  • Olá, não sei se será eficiente minha resposta nesta data de hoje, mas senti que tenho que te responder. Três meses depois de completar 17 anos descobri que estava grávida de 2 semanas, fiquei desesperada pois além de tudo estava passando pelo término do meu relacionamento. Assim que vi o resultado do teste de farmácia liguei pro pai do meu filho, ele já estava com outra namorada inclusive. Fomos fazer o de sangue que também deu positivo, entramos num acordo de abortar. Em primeiro instante ele não queria mas logo concordou comigo. Eu era muito nova, não tinha a cabeça que tenho hoje, ainda mais que tive que lidar com isso sozinha(completamente sozinha), pois isso seria um absurdo pra minha família, tanto como estar grávida quanto mais em abortar. Hoje eu admiro muito mãezinhas que tiveram essa coragem e lembro dele( sim, eu sabia que era um menininho) todos os dias da minha vida e sempre que lembro vem um arrependimento do tamanho do mundo, eu sei que nunca vou me perdoar por isso, mas que Deus já me perdoou porque ele já me falou isso! Menina, Deus é bondoso e entende que não foi sua vontade, se a mim ele perdoou imagina a você… Fica com Deus

  • Passo exatamente por essa situação hoje. Sinto falta da minha filha todos os dias. Fui pressionada a fazer o que fiz, mas fiz e a culpa sempre será minha . Desde então, minha saúde vem se esgotando e provavelmente perderei meus ovários … Peço perdão todos os dias mas sinto que jamais serei perdoada.

  • “Quando pecarem contra ti, pois não há ninguém que não peque, e ficares irado com eles e os entregares ao inimigo, que os leve prisioneiros para uma terra distante ou próxima;
    se eles caírem em si, na terra para a qual foram deportados, e se arrependerem e lá orarem: ‘Pecamos, praticamos o mal e fomos rebeldes’;
    e se lá eles se voltarem para ti de todo o coração e de toda a sua alma, na terra de seu cativeiro para onde foram levados, e orarem voltados para a terra que deste aos seus antepassados, para a cidade que escolheste e para o templo que construí em honra do teu nome,
    então, dos céus, lugar da tua habitação, ouve a sua oração e a sua súplica, e defende a sua causa. Perdoa o teu povo, que pecou contra ti.
    2 Crônicas 6:36-39

  • Boa tarde minha irmã, Todo pecado pode ser perdoado, basta que o arrependimento exista e que você procure não mais repeti-lo. Não sei sua religião, mas se você acredita em Deus, procure uma igreja, confesse seus pecados e será perdoada. Acredite em mim, você ouvirá a voz de Jesus dizendo: “eu te perdoou” E será o dia mais feliz da sua vida! E serás abençoada com o filho que tanto desejas ter! Fique com Deus!

  • Deus sabe que o que houve não foi por sua culpa. Não se martirize por isso. Deus é bom, ele não é um velhinho malvado que pune as pessoas. Deus é sábio e perdoa nossos erros. Tenho certeza de que ela não está te castigando por nada.

    O fato de você não conseguir engravidar não quer dizer que você não possa ser mãe. Há tantas crianças precisando de um lar por aí. Cogite a possibilidade da adoção, seja a mãe de uma criança que precisa de uma.

    O que houve no passado deve ficar lá. É sempre tempo de começar de novo. Não sofra mais, pfvr.

  • Olha o problema e do tamanho que enxergamos, saiba que Deus esta sempre pronto para perdoar, desde que haja arrependimento de coração, se você esta realmente arrependida então saiba que ele já te concedeu o perdão, principalmente pelo fato de você ser tão nova e ser influenciada pelos outros, acredite Deus e o único que realmente olha isso, bem quanto ao fato de você não conseguir engravidar isso é consequência do passado e não um castigo, um aborto costuma comprometer a capacidade da mulher em engravidar de novo, e esse é o seu caso. Pois bem não se entristeça com isso, acabe com esse negocio de depressão, pois isso sim não provem de Deus é do homem, seja feliz, aprenda com os erros, agradeça a Deus pelo marido que tem, pela vida que leva, pelo alimento que come, pela paz que reside, quantas crianças no mundo não tem nada disso, estão morrendo tentando apenas sobreviver, são abandonadas pelos pais, esquecidas pelas mães e sofrem com as guerras, são tantas crianças precisando de amor, então deixe de reclamar e sai em ajuda de alguém, mãe não e aquela que da a luz, mãe e aquela que da a vida para que uma criança seja feliz.

  • O que você fez foi muito grave
    Mas DEUS é misecordioso! Acredite que DEUS ainda acredita em você.