Minha vida conturbada

Essa coisa que carrego comigo precisa ser exposta, de um forma ou de outra, tem que ser, preciso desabafar e cá estou eu. Bom, se alguém me dissesse que tudo isso aconteceria comigo há um tempo atrás eu juro que não acreditaria. No começo do ano letivo eu conheci um garoto, era pra ser só mais um colega de turma qualquer, mas eu me pegava pensando nele sempre e a cada conversa que a gente tinha era maravilhosa, por mais curta que fosse. É, eu sou homem. Tenho 17 anos e sou a timidez em pessoa, na escola sou daquele tipo que fica de cabeça baixa escrevendo qualquer coisa no papel só pra evitar contato visual e verbal, em casa fico trancado vendo os familiares socializando, meus irmãos namorando e tendo vidas agitadas socialmente. Enquanto eu fico preso no meu próprio mundo… sei lá, de uma certa me sinto estranho e indiferente a todos. Me sinto julgado, um lixo, esse tipo de coisa. Pois bem, esse garoto no qual eu me apaixonei é o contrário de mim, é super sociável, rodeado de amigos, lindo e tudo mais.. o problema é que o próprio é hétero. Coisa que eu tenho dúvidas se sou, tipo, já gostei de uma garota mas ela não sabia e claramente só me via como amigo. Mas agora eu meio que venho tendo atração por homens, quando to carente até me masturbo. Não sei o que fazer, além de ficar parado e vendo minha adolescência passando, agora me pego apaixonado por uma pessoa que nunca vai me ver de outra forma. O final do ano se aproxima, meus 18 anos também, e isso me deixa super pra baixo, pois entro nas redes sociais e vejo todo mundo com vidas aparentemente perfeitas, enquanto a minha…. por mais que eu tente, não consigo. Fico me enganando achando que tá tudo bem e que é só uma fase, mas to começando a perder as esperanças. É isso….

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

5 Comentários

  • Tu é gay mesmo cara, aceite!

  • Cara, relaxa! Você ainda está muito jovem. Enquanto lia seu depoimento, me identifiquei muito. Parecia até que você estava contando a história da minha própria vida. E com isso, posso te dizer uma coisa: as coisas melhoram. Por mais difíceis que elas possam aparecer agora, é só uma fase. Se for pra vc namorar garotos, que seja. Não há nada de errado com isso. Agora que vc está prestes a completar 18 anos, com a maioridade você poderá contar a seguinte noção: você é o dono da sua própria vida.
    Não se preocupe com os amigos felizes de facebook. Cada um tem o seu tempo e vc nem sabe ao certo se eles são realmente felizes. Você só aprendeu a vê-los como mais felizes nesse momento de crise porque está tentando achar uma explicação para o que está vivenciando. Mas relaxe! Não apresse as coisas.

  • Isso é bastante comum, acontece com várias pessoas nessa fase da adolescência, eu mesmo passei por isso, me sentia atraído por garotos e por garotas, costumava achar que isso era errado e um absurdo, porém já me aceito como sou (bissexual).
    Fique tranquilo e a pessoa que você gostar é essa mesmo(a). Claro que se você estiver apaixonado por outro garoto, lembre-se que ele também tem que gostar de você, não fique insistindo com quem não te gosta.
    É isso, seja feliz e pense que há uma hora certa pra tudo, não repare em quem já namora ou não, sua hora vai chegar :)

  • Amigo, todo rapaz passa por essa fase de duvidas sobre a sexualidade e pelo seu relato dá para ver claramente que sente uma admiração pelo outro garoto mas isso não tem nada a ver com sexualidade e tem a ver com a sua baixa autoestima.
    Meu conselho é que pratique algum esporte para descarregar um pouco dessa sua angustia, algo que goste e que o coloque em contato com outras pessoas: montanhismo, judô, futebol, tenis, deve haver alguma atividade que goste e fique longe de redes sociais rsrs…

  • Minha vida é igual a sua, a diferença é que sou mulher, mas tenho o mesmo problema com uma menina.