Tenho preguiça de fazer sexo com minha esposa

Tenho 25 anos, possuo mestrado e estou ‘casado’ a 3 anos. Como o título diz, tenho preguiça de fazer sexo. Só de imaginar todo o processo que acontece, penso que poderia estar utilizando minha energia em outra coisa ou gastando meu tempo com outra coisa. Fazer um oral, depois inúmeras posições como dois animais loucos e finalizar com a posição que sei que ela goza, depois ela fica querendo que eu goze logo em seguida para finalizarmos o nosso coito. Às vezes eu parava logo um pouco depois que ela gozava, dizia já estar satisfeito (e estava mesmo, pois fazia para a deixar satisfeita, ver o seu prazer já me deixava feliz).

Não estou dizendo que sexo é ruim, só estou dizendo que acaba sendo chato, penso que naqueles 40 minutos eu poderia estar dormindo mais cedo, lendo um livro, jogando xadrez etc..

Cheguei a fazer uns exames para ver se era falta de testosterona, sabia que não seria isso, porque sou um homem de 1,80 e 80kg extremamente atlético, saudável e atraente.

Isso já está incomodando a nossa relação, já fiquei uns 3 meses sem a procurar p/ sexo. E quando eu parava de transar depois que ela gozava, ela se sentia chateada, queria me fazer gozar também. Mas esse tipo de prazer, não faz diferença para mim. Sinto mais prazer por fazê-la gozar, sinto mais prazer em passear com ela para outro país, em jogar junto com ela ou em outras coisas que não seja sexo.

Agora ela pensa que eu tenho outra mulher, diz que eu a faço sentir preterida.
Eu não tenho outra mulher, e gente, eu faço tudo pela minha esposa, sou muito carinhoso. (não sinto atração por homens)

Enfim, confessei.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

21 Comentários

  • isso acontece com um monte de casal, seja o homem ou a mulher. O porquê, vai saber, seria bom descobrir.

  • É complicado teu caso, se ainda não procurou outra é porque você não sente vontade mesmo e isso é muito mau pra uma relação.. A minha ex não gostava foi o comeco do fim do namoro e por outros motivos tbm..busque ajuda terapêutica alguma coisa você têm que fazer. Se não vai ter que colocar outro.um pau amigo até pode acender teu relacionamento. Eu faria qualquer coisa por sua mulher já que terminei um relacinamento de sete anos, nunca fiz mas nesse caso faria concerteza

  • Caballero, Você pode ser assexuado ou talvez simplesmente não vê o sexo como algo extremamente necessário, diferente de muitos rapazes da sua idade, porém essa falta de apetite sexual pode interferir muito na vida de vocês porque ela é uma mulher jovem, te ama e automaticamente na cabeça dela vem o pensamento de estar sendo trocada por outra.
    Tente achar um equilíbrio, se não faz pela preguiça, faça por ela, faça ao menos duas vezes por semana.
    Já vi casos de mulheres que abandonam os maridos pela falta de sexo. Cuide de quem te ama e boa sorte!!!!

    • Drika, sua resposta foi confortante. Realmente não vejo como uma prioridade, algo que é necessário fazer, porque sim. Mas apenas eu penso dessa forma, e como somos um casal, vou tentar achar um equilíbrio.
      O único problema é que não gosto de fingir nada, não queria ter que fingir que estou morrendo de vontade, isso me doi por dentro.

  • Amigo, ter preguiça para o sexo é normal para casamentos envelhecidos, mas com 3 anos de casado e para quem está com 25 anos de idade alguma coisa não está certo.

    O melhor é ter uma boa conversa com sua esposa e explicar o que está acontecendo com voce para que ela não fique sem saber o que se passa.

    Aliado a isso, experimente mudar o horário do sexo, pela manhã talvez. Procure outro lugar ao inves da sua cama.

    Provavelmente está se masturbando entao corte isso para que o organismo peça por sexo.

    Se nada funcionar, procure um psicologo. O corpo precisa se satisfazer com agua, comida, sono e sexo, não há como fugir disso, faz parte da nossa natureza animal.

    • Uma época eu expliquei, disse que eu pensava ser assexuado. Claro ela não entendeu.

      Já experimentamos várias coisas, até em casa de swing já fomos. Uma coisa que me deu vontade era quando fizemos com outra mulher junto, não pelo fato de ter duas mulheres, e sim pelo fato da conquista, de termos que conquistar a terceira pessoa para levarmos para cama, Mas isso aconteceu 3 vezes, 1 na casa de swing onde fomos apenas para olhar, e outras duas fora mesmo. Foi legal, eu gosto da conquista. Mas não fizemos mais, foi só pela experiência mesmo, ou talvez não fizemos mais pela minha preguiça.

      Por incrível que pareça, quando eu me masturbo eu sinto vontade de me masturbar mais, logo vontade de transar também. Minha mulher havia viajado, ficamos sem nos ver por 20 dias, e eu aproveitei para me masturbar umas 3 vezes por dia, coisa que não fazia quando estávamos juntos porque ela pensava que eu estava a trocando, Quando ela voltou, talvez pela saudade, talvez por acostumar com ficar de pau duro em determinados horários, transamos todos os dias da semana ( que é esta semana agora).

      Mas creio que isso vai durar pouco, pois hoje ao levantar, vi aquela mulher maravilhosa deitada de calcinha, sim, eu sinto muito tesão, pensei fazer alí com ela dormindo mesmo, mas me levantei e fui tomar café da manhã.

      Obrigado pela resposta, acho que devo ir a um psicologo mesmo. Mas lendo a resposta de outros, eu entendi que é como uma “obrigação” eu ter que fazer.

  • Sexo é chato? Enquanto a gente tá doido pra fazer sexo aqui a noite toda sem parar, uns não gostam da fruta? Fala sério hein. Pois se gostasse mesmo não ia se importar em “perder” seus 40min por dia. O quê, fica 3 meses sem molhar o biscoito? Tu tá doido? Depois ficam aí chorando qd a esposa trai com o Ricardão!!
    Tá pedindo pra levar chifres… E esse pessoal que não gosta da fruta, por que enganaram seus cônjuges então, por que se casaram pra fazer um papelão desses? Não honra seus “compromissos” conjugais com a esposa e deixa a coitada passando vontade. Depois ficam chorando sem entender o por quê foi traído…Claro que ninguém é obrigado a fazer sexo a força, mas pelo menos que haja diálogo, pelo menos 1 ou 2 Xzinhas na semana, isso é um “dever” de qlq cônjuge fazer. Se pode lavar louça, se pode dirigir, escrever, escovar dentes, trabalhar, porque ficar com preguiça de nem que seja fazer uma “carícia oral” na esposinha até ela gozar ou pelo menos uma siriricazinha nela só pra ver a carinha de felicidade da coitada né! O ideal é que honre seu papel de homem e faça sexo completo e não meia boca. Casamento também envolve aliança e “obrigações”. Mas uma “obrigação” dessas eu queria todo dia com prazer kkkkkk

  • Talvez vc só seja assexuado. E isso é uma condição comum hoje. Não há nada de errado com vc. Fique em paz.

  • Caballero, tenho 25 anos, moro há 2 anos com meu namorado e também tenho preguiça de transar as vezes. Só de pensar em todo o processo, as vezes, desisto, meu namorado também acorda super cedo e fico com pena de deixa-lo cansado, etc. Já passamos 1 mês sem ter relações, mas mesmo assim eu sempre o procuro tentando fazer uma coisa nova. Quem sabe vocês não possam ter ao menos 1 dia da semana reservado pra realizar uma fantasia, fazer sexo em um local diferente,etc. Pelo que eu vi é importante pra ela também, e o desejo sexual pela sua mulher a faz se sentir amada e segura.

    • Obrigado pela troca de informações. Me sinto mais confortável em ler isso de alguém com os memos dados que eu.

      Sim, é muito importante para ela, pois ela pensa que estou a preterindo e diz ser o motivo de todo seu ciúmes.

      Gostei dessa ideia e coisas diferentes 1 dia da semana.
      gostaria de trocar mais informações sobre a sua história de “preguiça”, seria bom para mim. Podemos conversar anonimamente por e-mail, não queria me sentir o único, por isso confessei aqui.

    • Hannhann, te peguei aqui: “mesmos dados que eu né…” Vc está nos enganando, pois vc é a mulher de 41 anos, e tá de graçinha aí, só pra saber o que passa na cabeça dos homens né, confessa logo kkkkk

      • Custei a entender o que você estava querendo dizer. Para lhe responder, não estou aqui para fazer experimento social.
        E sim, a Aline disse ter praticamente os mesmos dados que eu: “Caballero, tenho 25 anos, moro há 2 anos com meu namorado e também tenho preguiça de transar as vezes.”
        A diferença é que estou a 3 anos.

        • Kkkk, tá bom querida… tem memória curta? Então como vc quis fazer “experimento social” aqui há 1 ano e 9 meses atrás, já esqueceu? http://goo.gl/XRekVb “sou uma mulher muito bem decidida, tenho 40 anos e…”
          Só a diferença é que aqui se diz homem (além de pôr seu “casado” entre aspas, pois sabe que seria “casada” né) e no outro post disse claramente que era a mulher, vai saber, deixa pra lá, boa sorte kkkk

  • Se os livros te da prazer ela precisa sentir o prazer dela.

  • Bom dia,
    Amigo Vc precisa se dedicar mais a sua esposa. Se entregar ao prazer dela. Se não ela vai procurar de outra forma. Isso pode até ser fora da relação. Acorda meu cuida de vcs.

    • Sabe Solitário. Em algumas conversas já até disse a ela que procurasse outro só para isso e depois voltasse. Não iria gostar, mas pelo menos pensava que não iria encher o meu saco. Esse pensamento não me vem mais a cabeça, pois sei que ela segue os modelos tradicionais de uma relação.

      Mas eu gostei bastante do que você escreveu: “Se os livros te da prazer ela precisa sentir o prazer dela.”

      Me senti egoísta ao ler isso. Eu com o meu prazer na leitura e o dela que ‘depende’ de mim, não tendo. Também lí sobre ser assexuado, me identifiquei com a leitura. Como a amo e a quero ver feliz, eu faria tranquilo.

  • Curioso, mas já senti assim também.
    Acredito ser uma fase.

  • Compreendo o que você está sentindo e falando. Já estive assim, era uma fase onde me preocupava mais em crescer na vida do que em outras coisas