Excitação e sensação do proibido

Pessoal tenho 22 anos e estou enfrentando um dilema muito grande em minha vida, minha relação com a minha mãe esta muito estranha.

Em minha casa somos em 5 pessoas meu pai e minha mãe eu e mais 2 irmãos um mais velho e um mais novo, meu pai sempre foi um cara super ignorante que nunca soube conversar, só que de uns 2 anos para cá ele começou a tratar minha mãe muito mal chegando ao ponto de ser violento com ela. Nunca me dei bem com meu pai, sempre fui bem mais próximo da minha mãe, que embora nunca foi uma mãe carinhosa mas ela sempre me tratou bem.

No começo eu tentava não interferir nas brigas deles fingindo que não via ou até saindo de casa para não escutar, só que comecei a perceber minha mãe muito depressiva, tendo crises de choro e como meu irmão mais velho é bem parecido com meu pai e meu irmão mais novo é um cara super mimado que só pensa nele, comecei a interferir nas brigas sempre ficando no lado da minha mãe, passei também a conversar mais com ela tentando distrai-la um pouco, na verdade fiquei com medo de ela cair numa depressão mais profunda, comecei a ajudar ela nos afazeres e fazer companhia para ela.

Só que a minha mãe começou a me tratar diferente, ela começou a ficar mais carinhosa comigo, começou a me abraçar e a me dar beijos, coisa que ela nunca foi muito de fazer, até ai eu pensava que era gratidão por eu ficar ao lado dela, ou estar ajudando mais ela, porém no final do ano passado ela e meu pai tiveram uma briga muito feia, onde meu pai tentou agredi-la, eu entrei no meio para defende-la, meu pai a xingou de vários nomes e disse que ela não prestava para nada, ela ficou extremamente triste chorou muito e começou a falar que meu pai tinha razão, que ela não prestava para nada mesmo, comecei a falar que não era nada disso que ela é uma mulher incrível e que meu pai que não vale o que come. Só que depois desse episódio as coisas que já estavam estranhas ficaram ainda mais, minha mãe que já estava carinhosa comigo, ficou ainda mais, a ponto de ficar melosa, me dando abraços bem demorados e beijos mais demorados e molhados, passou a me elogiar falando que eu era um homem lindo e ficar me admirando olhando para o meu corpo, ela também começou a fazer brincadeiras de duplo sentido e quando estamos sozinhos em casa, ela usa umas roupas diferentes mais ousadas.

O problema é que com tudo isso comecei a ficar meio confuso, na verdade bem confuso, pois comecei a me excitar com esse jeito dela, só que comecei a me sentir mal por estar me excitando com a minha mãe. E com medo tentei me afastar um pouco, só que ela voltou a ficar triste e eu fiquei com peso na consciência e me reaproximei de novo. Só que com minha reaproximação as coisas começaram a ficar perigosas, pois comecei a me masturbar com bem mais frequência pensando em extravasar essa energia sexual, só que comecei a fantasiar com ela, e depois que eu ejaculo bate um remorso muito grande.

Eu realmente estou muito confuso, não sei mais o que fazer em relação a isso, pois minha mãe parece estar muito envolvida comigo em uma relação que envolve carinho e excitação.

O grande problema é que antes eu tentava levar esse jeito dela na esportiva, só que nos momentos que estou mais excitado eu começo a querer me aproveitar da situação, como antes do casamento do meu irmão mais velho, ela veio pedir minha opinião em como ela deveria ir vestida e eu acabei falando que ela deveria ir bem sexy, no que ela me olha com malícia e pergunta se eu queria ver ela toda sexy. No casamento ela foi com um belo vestido com um decote até que bem chamativo, e na festa ela ficava me olhando o tempo todo e sorrindo, então eu fiquei excitado novamente e resolvi tirar ela para dançar, quando ela chegou perto de mim eu a abracei e falei que ela estava linda. Nessa ela me olhou de uma forma que eu gelei, não consegui conter uma ereção, ela percebeu esse fato e colou bem o corpo no meu e começamos a dançar uma musica lenta que estava tocando, fiquei tão fora de mim que se ela não me avisa que a musica tinha acabado teria ficado colado com ela até não sei que horas, tive que me esquivar da pista com uma ereção imensa e ir no banheiro me masturbar em plena festa ( só que depois que me masturbo e passa a excitação me bate aquele arrependimento enorme) fiquei tão constrangido depois disso que meio que a evitei o resto da noite.

O problema que meu arrependimento e minha excitação parecem estar brincando comigo, pois o quando não estou com um, estou com o outro. O ultimo fato que aconteceu foi em um dia que estávamos todos em casa, eu estava no quarto jogando no computador e minha mãe veio atrás de mim, perguntando se eu estava bem, eu disse que sim e ela começou a fazer um carinho na minha perna, uma coisa sem nada demais, porém isso me excitou novamente, eu meio que consegui disfarçar, ela disse que iria sair só que queria um abraço, tentei disfarçar dizendo que estava jogando que iria perder a partida mas ela falou que era só um abraço e que depois me deixaria em paz (ela faz meio que essas pirraças para conseguir o que quer comigo), só que quando ela me abraçou eu acabei perdendo a cabeça novamente, fiquei fora de mim por causa da excitação e acabei pegando no seio dela, e ela correspondeu a esse toque me trazendo para mais perto dela e acariciou a minha mão que estava em seu seio, ficamos assim por um tempo, e só saímos porque meu irmão chamou a chamou, e quando ela estava saindo ela me olhou nos olhos e sorriu. E eu sentei para tentar jogar e não consegui de tão excitado que estava, porém depois me bateu aquele medo gigante e um arrependimento de ter passado do ponto.

Então esse é o meu dilema, peço que me ajudem com algum comentário, pois estou extremamente divido entre uma excitação gigantesca e um medo enorme.

Tenho medo de as coisas continuarem a evoluir dessa maneira e cometermos um ato que depois, vire um constrangimento para nós, por outro lado e uma excitação grande demais essa sensação do proibido.

 

Reportar Sexo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

11 Comentários

  • Cara, vá em frente.
    Se precisar de ajuda, responda ao meu comentário.

  • Isso mesmo muito e uma falta de vergonha… Sera que vc ta se achando certo em se masturbar pensando em sua Mae… vc tem que procurar e uma pessoa pra você… mae e sagrada

  • Satisfaça seu prazer e o dela, vá em frente, pare de se preocupar e tome cuidado pra ngm descobrir. Abraço

  • É realmente uma situação complicada, mas uma coisa é certa: tua mãe que transar contigo. Como tu disse, as coisas se complicam no arrependimento depois do êxtase – mas te aconselho o seguinte: tenta compreender isso como o ato de amor que é.
    Em segundo lugar, é muito fácil pensar em sexo ou como uma demonstração de amor real ou como um ato extremamente pecaminoso ou pernicioso (no incesto então nem se fala). Mas pensa no sexo com tua mãe: porque necessariamente ele precisa estar vinculado a um amor diferente do amor entre mãe e filho? Precisa ser um amor marital? Pode ser só sexo casual? Eu acho que todas opções acima são válidas, mas tu tem que discutir isso com ela, abertamente, pra vocês saberem onde isso se encaixa, já que é tácito que ambos tem o desejo.
    O relacionamento já existe, ele é de vocês dois! Vocês tem desejos que podem ser sanados e a relação de vocês como sempre foi não precisa mudar! Tudo vai do que vocês conversarem.
    Desejo tudo de bom pra vocês dois.

  • Olá! Concordo com o que te disseram nos comentários: se tu levar isso adiante poderá ter problemas severos no futuro…se só de gozar tu já fica mal imagina transando? Eu sinto que o caminho é procurar apoio terapêutico para lidar melhor com tanta pressão (faculdades de psicologia costumam ter de graça se tu não puder pagar)! Sua mãe tambem está fragilizada e um precisando de ajuda também…Não sei o quanto é viável conversar com ela (se for, tenta dizer que não quer mais tanto contato físico pq te faz mal!) mas tu precisa se perdoar…ficar com culpa só vai deixar a situação mais agoniante pro teu lado! Tenta procurar apoio especializado pq vai te ajudar muito, além de esporte (nem que seja correr na rua) e bons amigos! Ocupa tua mente com conteúdo! Nunca passei por isso mas imagino como deva estar sendo difícil para vc! Tamo junto, colega! Fica firme que isso é uma fase e, como tudo na vida, vai passar!

  • Cara, não fique dando ouvidos a quem diz que você é doente! Não entendem que buscamos ajuda aqui justamente para saber uma opinião de repente de alguém que já passou por isso, ou alguém que tenha alguma ideia de como “não querer” isso, entendeu? Digo isso por que tenho problemas parecidos em excitação com minha mãe, inclusive não contei na minha confissão (esqueci de detalhar isso, mas tbm ninguém perguntou e apenas julgou) mas minha mãe também provoca algumas situações pra me ver pelado, tocar em mim, mesmo não sendo uma tal cena que eu criei, entendeu… Mas enfim, se não soubéssemos que qualquer tipo de movimentação sexual “apontada” pra nossa mãe fosse errado, não estaríamos pedindo ajuda pois é algo mais forte que a gente, e dar a opinião de “contar isso a ela, ser franco, abrir o jogo” como se fosse algo fácil, é balela… Não se sinta acoado, sei como é, mas por experiência própria e NO MEU ponto de vista, assim que vier esses tipos de pensamentos, cara, corra pro banheiro e acabe com isso. Melhor realmente um arrependimento pelo tesão, do que ter sentido esse arrependimento depois de ter ejaculado em sua mãe! Mantenha sua mente ocupada, existe várias vadias na rua sim, mas vc pode se livrar disso ou “manter sob controle” sem essas ideia. Toque sua vida, mude o foco, tente esquecer e indique um psicólogo para sua mãe, algo que ela possa inovar na vida tbm. Coloque tudo na balança e veja o que prefere, existem casos sim onde mãe e filho levam uma vida sexual ativa e aceita entre os dois, mas isso também não é comum.. Então se for pra não fazer, antes uma bem batida sozinho do que algo que se arrepende pro resto da vida! Mas fica de boa que vc não é nenhum doente mental, pois vivemos numa sociedade absurdamente cheia de informações que acarretam em complicações na nossa personalidade, mesmo! Fica de boa! abraço

  • Oi, moço!

    Cara, não podemos julgar. Até mesmo por estarmos fora da situação.
    Mas acredito que vc tem um “pepinão” pra descascar.

    Lendo seu texto, percebo – claramente – a vontade de sua mãe em ter relações íntimas com vc (sexo mesmo!!) talvez daquelas que ela não teve com seu pai. Simples, pelo fato de seu pai ser ignorante, assim com vc mencionou.

    VC é muito jovem, e com essa idade está com o tesão a flor da pele, qualquer contato já está de pinto duro, sei como é… rs e depois tem a boa sensação da conquista. Sobre a masturbação, com certeza ela se “toca” pensando em vc!

    Pois bem, existem situações em nossa vida que em nossa consciência já acende a luz vermelha de PARE! VAI DAR MERDA… essa é a situação. Se vc transar com sua mãe, poderá ser maravilhoso para os dois, prazer ao máximo, muitos orgasmos e sacanagens… tudo que ela e vc queriam fazer pode ser concretizado.

    Mas tudo nessa vida é descoberto, um dia seus irmãos e pai ficarão sabendo… creio eu que seria a destruição da família.

    O meu conselho é que converse com sua mãe definitivamente, explique que não vai acontecer e pronto! Fale das consequências desse caso. Isso é somente uma sugestão, no final é vc quem decide.

    Sua cabeça, seu guia!!

  • Vá em frente com ela sem arrependimento. Sejam felizes

  • sabe essa baboseira toda de que o proibido é mais gostoso? é vdd, porém se concretizar essa tara de incesto você vai levar ctg uma neura pro resto da vida! sua mãe está carente e provavelmente tu tá forçando a barra, tanto quanto outro relato de um amigo que exibia o pênis pra própria mãe, chantagem emocional pra uma pessoa fragilizada! tem tanta vadia na rua cara!

  • Meu amigo, sua situação é muito complicada. Pra qualquer lado que for terá problemas.
    .
    Veja só, está evidente que sua mãe está substituindo seu pai por voce. Terá que ter cuidado.
    .
    Quer saber, fale com sua mãe, diz que fica excitado com ela, que tem vontade, que sabe que ela tem vontade tambem , mas que voce não será o marido dela, no máximo um amante.
    .
    Boa sorte.