Vou à missa por causa do padre

Bom, eu já me confessei aqui uma vez. Na primeira vez, disse que estava gostando de um padre. E sim, ainda estou, isso começou faz uns dois meses. Que foi quando ele veio pra ser padre aqui na minha paróquia. Tenho 17 anos e ele eu não sei, mas aparenta ter mais de 25 anos.

Enfim, como já contei um pouco da história na primeira confissão, vamos para o que eu vim confessar hoje.

Estou indo frequentemente na igreja, claro que não é só por causa dele, né. Estou cada vez mais gostando de ir pra missa, por causa dele, quando era o outro padre eu ia na missa pela minha fé mesmo, mas agora que ele chegou, mudou tudo.

Percebi que quando eu olho pra ele, ele fica me olhando com um olhar fixo em mim. Então eu disfarço e ele também, quando eu olho de canto de olho, ele está de novo olhando fixo pra mim. Me diz o que eu vou pensar…?

Na hora de tomar comunhão, (forma-se duas filas no centro da igreja) eu sempre vou pra direita e ele foi dar comunhão na da direita. Mas tinha outro padre, que chegou depois dele e mandou ele ir pra outra fila. Percebi que ele olhou pra mim, não gostou de ter que ir, mas foi. Ele já tinha visto que eu já estava naquela fila que ele estava. As duas filas são perto uma da outra. Quando eu passei por ele, ele ficou me olhando, claro que também olhei bem no fundo dos olhos e fui sentar no banco.

No final da missa, ele fica lá na frente da igreja se despedindo das pessoas, eu nunca tinha ido falar com ele no final, mas minha avó me puxou pra ir lá falar com ele, disfarcei dizendo que iria falar com uma amiga. Ela disse que era pra mim ir primeiro falar com o padre. Fui né, fazer o que se a gente já estava perto? Fugir não dava.

Chegamos perto dele e ela o cumprimentou, deu um abraço nele e eu só dei a mão pra ele pedindo bênção. Ele me olhou tão dentro dos meus olhos que fiquei com vergonha. Logo em seguida de eu pedir a bênção pra ele, veio uma criança correndo e pulou no colo dele. Ele não teve tempo de me responder. Quando a criança pulou no colo dele, peguei e chamei minha avó pra ir pra casa.

Foi isso, não sei o que fazer.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

7 Comentários

  • hIPOCRISIA DA IGREJA CATÓLICA NÁO DEIXAR OS PADRES CASAREM.

  • O pecado e ele nao ter uma esposa ou uma mulher deus deu esperma pra produzir então vai pra cima e da b- pra ele

  • Perda de tempo real.
    Ao invés de ir a missa atrás do padre vc só deveria ir qdo tivesse a fim de Jesus.
    Fica em casa estudando que e bem melhor que ir a missa pensar besteira.
    Amor verdadeiro e o de Deus o resto e tudo ilusão.

  • Olha eu acho, q vc deve investir! Padre é homem acima de tudo ele fez votos mas não é pecado querer ter relacionamento…. Onde está escrito isso! Se for coisa séria msm q vc quer tipo casar…qual o problema? O voto? Oi ? Onde Deus disse q deveria haver voto de castidade e não se casar para servir a ele? Não existe isso! Se você está apaixonada por ele e parece q ele esta(ou é coisa da sua cabeça) tente pelo menos….o não vc já tem! Então vai em busca do sim!

  • O cúmulo da carência é se apaixonar por alguém que você sabe que fez votos de castidade e obediência perante a Deus. Talvez você não leia a bíblia mas sua alma está perdida com esses desejos proibidos, afaste-se enquanto é tempo.

  • Amiga,
    .
    não sou cristã , não entendo nada de cristianismo e não conheço os meandros dessa coisa de celibato, mas posso te dizer com certeza, por relatos que chegaram até mim, que é muito comum que padres católicos tenham caso com secretárias, ou com alguma mulher da congregação, muitos sao gays e as vezes tem caso com aqueles meninos que ajudam.
    .
    Não vejo nada demais nisso, faz parte do ser humano. O problema é que viverá um romance escondido e, quando for descoberto ( e não tenha dúvida que será) , muito provavelmente seu namorido será transferido para outra cidade.
    .
    Quer um conselho ? Mude de religião ou de igreja…. Isso ai não vai dar certo e quem mais vai sofrer é … adivinha ! … VOCÊ.