Minha vida é uma droga

Vejo todas essas pessoas com alguma felicidade, e eu aqui… sem nenhuma! Eu até tenho momentos felizes, mas esses passam, não sei porque eu sou assim, só sei que eu tô no lugar errado, eu poderia escrever um livro e ainda assim, quem tentar me entender… não conseguiria! Eu sou sempre o problema, não tô querendo me fazer de vítima não, isso não faz parte dos meus conceitos, você já ouviu que é um monstro? Ou ainda que não tem sentimentos? Eu já! É horrível, sei que é mentira, porque se eu fosse assim seria feliz, mas não estou nos padrões humanos, por isso sou um monstro sem sentimentos, porque tô fora do padrão, eu posso falar tudo e ainda sim vou ter mais o que falar… E você? Bom, vai achar que entende, mais ninguém nunca vai me entender, não tô com dramatismo, longe de mim ficar fazendo isso, só estou dizendo a verdade, a minha verdade! Eu não sei o que tô fazendo aqui… Queria algum sentindo, porque é difícil me manter viva aqui nesse mundo, ás vezes eu tenho muitos sentimentos sabe? E isso não é nada bom. Ainda ter que ouvir críticas, opiniões que não são nenhum pouco construtivas, mas sou obrigada. O Deus que todos tanto falam, nunca me ajudou, nunca me livrou do mal, talvez seja por isso que eu não ache mais que ele exista do mesmo modo que eu cresci e aprendi que não existe Papai Noel… É complicado sentir o que eu sinto, ter que ouvir a mesma pessoa que te chama de monstro sem sentimentos dizer que se importa contigo, que só quer a *orra do teu bem… Já fui chamada de perfeita por pessoas que hoje nem olham na minha cara… Ou ainda por pessoas que ficam cobrando esse “perfeitismo”, eu odeio isso, ser taxada de perfeita, odeio, porque se eu fosse perfeita eu não teria problemas, eu não me importaria com outros, eu poderia aceitar que sou o ser desprezível que é o ser humano… Mas não sou, eu tenho tanto pra falar! Mas prefiro ficar calada, pois sempre quando abro a boca dá merda! Eu nunca quis estar viva, nunca! Mas me matar é uma tarefa difícil, não porque eu tenho medo… Não! Eu não tenho esse medo… Mas por causa de alguma pessoas que eu vou deixar. Ás vezes fico querendo uma conversa com o tão bem consagrado Renato Russo… Acho que ele me entenderia… O fato deu ser uma S.A.M.D. (suicida auto-mutiladora depressiva) não quer dizer que eu tenha problemas, mais como vivemos em um mundo de rótulos… Significa que eu não sou normal, mas nem ligo… Sou do jeito que eu sou, nunca vou mudar, e se você é uma das pessoas que tem o meu amor ou o meu gostar… Parabéns você é um sortudo e ao mesmo tempo azarado, azarado porque eu trago problema, confusões pra sua cabeça e preocupação… Sortudo, pois posso ser como um anjo, te ajudar em tudo, e até mesmo estando longe, posso fazer você sentir que tá perto de mim… Louco isso né? Mais isso sou eu sendo eu! Eu precisei escrever isso pra parar de chorar, desabafar um pouco…

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

8 Comentários

  • Garota, você acha mesmo que todos são felizes, e só você que triste? As pessoas vivem de aparências, todos nós temos nossa Cruz pra carregar infelizmente isso faz parte da vida. Nós, seres humanos, somos capazes de rir muito, mas por dentro estar muito triste. Procure uma igreja evangélica, ore à Deus pra ele te ajudar à carregar essa Cruz, vá um psicólogo. Tome uma atitude pra mudar isso! Que Jesus te ilumine.

  • Você deve sofrer de borderline (transtorno psicológico). Acredito que sua família seja extremamente religiosa, rígida e legalista. Sabe isso é uma (o)pressão. Não tenho uma família tão severa assim, mas sou filha de pais evangelicos e sou gay então dá pra ter uma noção. O pior não é sua família ser severa… definitivamente isso não é o pior. O pior é você introjetar esses problemas, esses legalismos e cobranças de perfeccionismo em você, se auto cobrar sabe? E você faz isso, mesmo que inconscientemente, quando diz “me preocupo com o que as pessoas pensam, me chateio quando dizer que sou um monstro sem sentimentos”. Quer saber como me livrei dessa pressão? Assisti Caio Fabio, tive uma noção COMPLETAMENTE diferente de Deus e de tudo a minha volta, ele também é cristão, mas não é legalista, ele prega a Graça da Cruz. Sugiro que você o assista, pois para mim significou o livramento de um peso nas minhas costas. A minha dica, diante disso tudo é: Não se importe com o que falam a seu respeito, não se culpe por não ser perfeita, ninguém é e Deus sabe disso. Não se deixe levar pela pressão dos seus pais, aperta o FO.DA-SE vc entendeu? É a melhor coisa, nossa como eu tenho paz hoje em dia. Ah sim, sugiro também que você procure um psicologo ou se não for possivel (caso seus pais sejam daqueles crentes roxos que acham que ir no psicologo é uma blasfemia contra Deus) vá no site do Caio Fabio, que é a vem e ve tv e veja lá no canto esquerdo a opção “divã do site”, lá vc terá o auxilio psicoterapêutico de que necessita. Porque assim do jeito que vc tá, vai acabar surtando, se é que já não está!

  • Bem como vc disse. Claro que é dificil entender. Porem vc esta fazendo certo em buscar uma ajuda. Em questao de Deus. Lembre ele abre as portas mas somos nos que temos que entrar. Quero entender seus problemas entao favor responda. Abraço

  • Olá Karina, eu lí seu desabafo e eu sei que você vai achar uma viagem oque eu vou dizer qui, mas eu te amo simplesmente por seres um ser humano, olha que eu não nascí assim antes eu também era que nem tu tentando agradar todos, falar mas sempre era o mesmo resuldo ( merda!).
    Eu tinha um amigo, e eu meio que tinha inveja dele pq quando o via, ele parecia uma pesso correcta, uma família perfeita, unida, se dava bem com os irmãos e amigos (sabedoria ele era crente!), e quanto a mim, o mesmo falto de entendimento de sempre: brigava sempre com os meus irmãos, não havia respeito entre nós, e quando tentava resolver algo dava sempre na merda, eu era uma pessoa sem sonhos sem visão do futuro, e o meu conceito de ser feliz?
    Amigos, diversão, mulheres.
    Até que eu frequentava a igreja mas não levava lá muito a sério, ate que um dia eu e meu amigo estávamos conversando e aí ele começou a me fazer perguntas como: Joaquim, você sabe quem é o espírito santo? E eu: não,.você sabe quem é deus pai , deus filho…em fim, eu resolví procurar saber mais sobre aquilo, VC.sabe aquela vontade de mudar? de querer ter a mesma sorte que aquele cara!, daí eu fui investigando e tal procurar saber mais sobre….( bíblia) comecei a levar mais a sério a palavra( era uma espécie de competição!) em fim eu acabei tornando-me crente, o espírito santo tocou o meu coração, tornei-me numa pessoa mais pensativa (pra não dizer inteligente) e quando me lembro disso foi rizadas tipo ” o que eu pensava q tava fazendo?”
    Então Karina é isso aí, deus não agirá antes de VC agir, seja sério com ele, ire-se, beri é isso que deus quer de ti ( queira mudar, ser algo melhor não perfeita, mas acima de tudo tema-o!)
    Caramba! Falei demais, espero ter ajudado, deus te ama!

  • Oi Karina eu te entendo. Também sempre fui tachado assim de perfeito, o menino que toda mãe queria ter, criado na igreja, sempre certinho e nada, absolutamente nada de duradouro na minha vida acontece. Só coisas ruins vinda de amigos, familiares e por aí vai. Eu sou gay e pensei que encontraria a distração nas festas e tal. Saí com alguns caras? Sim, saí e era uma alegria momentânea. Quando resolvi me fixar com alguém o que acontece? Mais uma coisa ruim: peguei hiv. Isso mesmo, além de tudo de ruim na vida agora mais essa desgraça para completar. Aí eu fico me questionando: vale a pena ser bonzinho? certinho? Se vale ainda não sei mas estou com bastante idade pra dizer que cansa e muito. Eu compreendo o seu lado pq vivi e vivo o mesmo. Posso ter momentos de alegria mas é tudo ilusório, tudo passageiro e não me preenche em nada.

    Desanima muito nada dar certo e só vir coisas ruins. Enfim, acho que pode existir solução para esse nosso problema né?

  • Aleksandro Miritituba-Pará

    Karina, para mudar uma situação difícil, só precisamos ter ATITUDES POSITIVAS. Não sei o que você passou na vida, mas, posso imaginar que foi algo terrível, ao citar: fora dos padrões humanos, monstros (acredito que se sinta infeliz com a aparência, você sofreu algum acidente gravíssimo? Deformou seu corpo ou rosto? Não sei o que pensar! Passou tanta coisa na minha cabeça). Sei que tudo na vida tem uma razão para acontecer. Gostaria de saber o que realmente aconteceu com você. Se for possível me responda esse comentário e explique-se melhor. Tá bom? Valeu querida.