Estou obcecada pelo ator do The Blacklist

sou casada com um bom homem, porém não sinto desejo sexual por ele. desde os 9 anos de idade eu me masturbo pensando em amigos de escola, colegas de trabalho e artistas. todos os dias pensando em um diferente. porém esse ultimo, apesar de ser um homem de 56 anos, não sai da minha cabeça desde a primeira vez que o vi, setembro de 2015, fiquei excitada logo de cara, nervosa e ofegante. passo madrugadas inteiras imaginando ele fazendo sexo e me masturbando com isso. cheguei a me cortar por acidente pensando nisso. estou ficando louca demais. apesar de toda essa tortura eu não me acuso, mesmo sabendo que nunca o possuirei e não sei quando conseguirei parar com isso e de pensar e automaticamente me excitar por ele!

 

Reportar Sexo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

8 Comentários

  • Poderia me dar um pouquinho, já que não quer dar pro maridão, kkkkk!!! Tu deveria se ocupar com outras coisas, tipo: estudar, trabalhar, enfim, fazer algo pra ocupar à mente. Se masturbar é normal, mas não em excesso. Só não entendo, porque se casou com um cara, pelo qual não sente tesão. Se você continuar assim, sem transar, já já vai está traindo ele (seu marido). Provavelmente você não esquece esse velhote dá televisão, porque está sem – Mas é o que eu disse: procure ocupar à mente com outras coisas e daqui à pouco tu esquece esse velhote.

  • Olá!

    Só pra te dar mais tesão e você gozar mais, ele atua como advogado na série Boston Legal. Procura! ;)

    Se quiser me escreva!

    Bj!

  • Você tem problema. É melhor ir se tratar.

  • Sandra, nós somos seres que nos apegamos a quaisquer rotina, isso não somente no plano físico, mas também no plano mental; e este é o que comanda todos os planos. É pelo mental que adquirimos hábitos horríveis, como fumar, beber e outras… Há também os vícios de fantasias eróticas, das mais simples às mais bizarras; essas são as mais difíceis de serem controladas. Mas tudo vem da mente. Fazendo uma experiência comigo mesmo, eu comecei a me imaginar transando com um cadáver. Fiz isso por uma semana e comecei a ter ereção. Parei.
    Saiba de uma coisa: desejo sexual é um poço sem fundo, um fogo que nunca se apaga; quanto mais se tem mais se quer. É tanto prazer quanto sofrimento. Se libertar dessas fantasias só vai trazer outras. Só tem de controlar, começando por aceitá-las como natural, o que realmente são.

  • Acho que vc precisa ocupar sua mente com TRA-BA-LHO! Desculpe-me a minha ignorância, ou procure ajuda profissional. É necessário se envolver mais com o possível, com algo que nossas mãos alcançam. As vezes, sua felicidade dorme com vc (marido) e vc buscando tão longe…

    Sua cabeça, seu guia!

  • Se masturbar é tão gostoso, não devia ficar pirada por isso. Mas deve ser chato não ter tesão no marido. Já tentou algo diferente com ele, tipo sexo a três? Tente deixar ele louco.

  • Você não deve ser culpar, pois isso é natural.

  • Amiga, cada um vive a fantasia que achar melhor para suportar a vida. Alguns buscam a fantasia da religião, outros a fantasia das drogas e do alcool, e muitos como voce, a masturbação ou o sexo leviano.
    .
    O esforço que precisa fazer é entender o quanto essa fantasia toma conta da sua vida, se for demais a ponto de prejudicar o melhor é buscar enfrentar a realidade sem esses amortecedores.
    .
    Destine essa energia e seus pensamentos para outros objetivos, mas se não der, procure um psicólogo.
    .
    Bjs.