Descobri que meu namorado sai com travestis

Estou namorando há sete meses. Meu namorado tem 48 anos e é advogado. Divorciado, tem três filhos. Eu tenho 29, sou advogada também e tenho uma filha. Nosso relacionamento é maravilhoso. Nos damos bem, somos amigos, carinhosos e atenciosos um com o outro. Dia desses vi nos contatos do whatsapp dele umas travestis, então questionei logo de cara. Ele ficou ofendido e disse que tem clientes na comunidade LGBT. Me senti até um pouco mal depois disso por desconfiar dele. Ainda mais com travestis. Acontece que hoje, olhando o celular dele, vi vários vídeos dele ficando com travestis. Sendo passivo e tudo mais. Vídeos pesados e recentes! Na hora fiquei meio que em choque. Então joguei o celular nele e ele pôde ver o que eu tinha visto. Chorei muito. Ele também chorou e pediu perdão. Disse que não entende porquê está se destruindo dessa forma. Acabamos tudo. Mas estou muito mal, sofrendo muito, por isso vim aqui desabafar. Nosso relacionamento era muito especial pra mim e agora tudo acabou. Agradeço a todos que leram.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

18 Comentários

  • ”Nosso relacionamento é maravilhoso.”
    Pouhha nenhuma, amiga. Só se for na sua fantasia, porque pra ele no ‘relacionamento de vocês’ cabem mais pessoas.

  • Mulher é fogo, ou escolhe pela grana ou escolhe pela aparência ou pelos dois. Sempre é isso é depois reclama.
    O cara gosta de penis só isso. Sai fora e arruma alguém que te passa ferro todo dia.
    Sinceramente não sei como pode um homem não gostar de um traseiro feminino bem arrebitado.
    O teu namorado e gay, leva ferro da rogeria.

  • Que situação em amiga, sinceramente acho melhor você nem voltar com ele, se forma alguma. é ouco provavel que ele para de te trair.

  • Isso não tem jeito, ele é gay, já está provado! Agora você já sabe, daqui à um tempo você esquece ele. Se tu insistir nessa relação, vai ficar sempre estressada, à confiança acabou já era. Tu não quer continuar sendo humilhada dessa forma, certo? Você é nova, pode arrumar outro homem pra te valorizar, que goste de você, e o que você tem entre as pernas.

    • Pois é, João. Agradeço pelo comentário, mas depois de passar por uma dessas e ver os milhares de casos na internet de homens casados, heterossexuais, pais de família, homens socialmente bem colocados e que saem com gays e travestis às escondidas, parei de confiar. Não deixei de confiar apenas no meu namorado, deixei de confiar em todos…

      • É verdade, tem muitos caras que só tem mulher pra fazer o social mesmo. Tem muitos “machões” por aí, sendo infelizes, é fazendo a mulher (namorada, noiva, esposa…) infelizes também. Porque, é difícil manter uma mentira dessa por muito tempo. Aí você imagina quando à mulher descobre isso sendo casada e com filhos de um cara assim? É normal você está sem confiança nos homens, mas já já, você vai achar um que te respeite, pode esperar, o tempo cura tudo.

  • Nossa mulher…que barra hein ?!? Traição não é nada bom, seja com héteros ou não…embora o relacionamento de vocês tenha sido especial para você, caia fora mesmo, viva sua vida e certamente alguém especial e que te mereça, irá cruzar seu caminho…você é muito nova ainda e tem uma vida toda pela frente…ele mentiu e te enganou ! Quando você perguntou quem eram as travestis, ele disse que eram clientes, sendo que poderia ter aberto o jogo…mas não ! Quando a confiança é quebrada, jamais será a mesma coisa…Já ví muitos casos de que caras que fazem isso, dizem “nunca ter uma explicação” para tal ato…lamentável !!! Que Deus a proteja…ah, e faça exames para saber se você não contraiu numa DST…Deus a proteja.

    • Falou bem, eu se descobrisse que meu namorado é gay e sai com travestis não me preocuparia com a sexualidade dele, me preocuparia era com a minha saúde, corra pro hospital e vá fazer exames com urgência amiga, não é preconceito, é a realidade! Se estiver bem de saúde, agradeça a Deus e corra desse homem (apesar que tem DST que se manifesta somente após anos).

    • Valeu pelo conselho, Maryela! Já marquei meus exames e torço pra que minha saúde não tenha sido afetada. Pelo menos a física, porque a emocional tá um lixo…

  • Aleksandro Miritituba-Pará

    Esse advogado é um – mesmo, e sempre vai ser!!!
    Olha só SUELEN, o texto é meio longo mas acho que você vai gostar de ler, na verdade meu comentário é uma história real, que aconteceu comigo, (sendo que fiz algumas alterações muito pequenas para que fique mais engraçado, pois vejo que estás muito triste com a situação do seu [ex] namorado). Até meus 19 anos só gostava de mulher (hoje tenho 25), a ultima que namorei foi em 2008, passamos 3 meses e 9 dias juntos, e ela nunca fazia sexo anal, era magrela, tentamos fazer algumas vezes, mas ela dizia que era muito doloroso e as vezes ficava chorando e eu não queria vê-la triste. Então, parei de insistir. Passando-se os dias comecei a gostar de ”algo diferente”, terminei o nosso namoro. Em um certo dia estava passando em uma rua, e um amigo gay me chamou, estava bebendo, e me ofereceu bebida, e, aceitei…Umas 3 horas depois… nós 2 já ”chapado”, me chamou no quarto dele e acabou rolando o que vocês já imaginam.
    Quase um mês depois ficamos novamente, e no meio da transa, me arrependi e disse que não tava satisfeito em transar com um gay (com aparência de homem) vesti minha roupa, coloquei um ponto final naquilo e fui embora.
    Passei um tempo sozinho, só me masturbando e de vez em nunca pegava uma piriguete, mas eu preferia mesmo era pegar um gayzinho gostosinho. Em uma certo dia eu acabara de receber o meu salário (nessa época eu trabalhava como operador de áudio em uma radio comunitária, hoje em dia não passo de um vagabundo!), tomei um banho, fiquei charmoso, bonitão, cheiroso, fiz um belo topete e parti para um barzinho de esquina (nunca gostei de balada), chegando lá dei 2 beijinhos no rosto de ”uma” garçonete, pedi uma cerveja e também pedi pra ”ela” beber comigo, e, ”ela” sorrindo, super alegre, aceitou, claro! Ainda mais porque eu estava sendo muito educado e gentil com ”aquela moça”. Passando-se alguns minutos dei um beijo na boca ”dela”, ”ela ficou assustada” e ao mesmo tempo querendo mais!!! Pois até o dia, eu tinha sido o único homem que ”ela” havia beijado na boca. Perguntei algumas coisas para ”ela” e ficou sem graça, então ”ela” me respondeu: Não sou mulher, sou TRAVESTI. Sorrindo falei: NOSSA!!! É sério? Ahhh, não se preocupe está tudo bem, sempre gostei de uma ”mulher banana”!!! Kkkkk (Ela riu, assim com vocês devem tá rindo também). Depois foi só beijos, cerveja e muito love, tudo que eu queria. Passamos alguns meses namorando, terminamos. E eu sempre continuei mantendo relações sexuais com ”mulheres com algo a mais”. Alias, se fosse pra escolher entre uma MULHER BANANA e uma MULHER PERERECA, ficaria com a BANANA. FIM.
    MORAL DA HISTÓRIA; Se você voltar com seu namorado ele sempre continuará saindo com travestis, e você lógico continuará sofrendo. A ESCOLHA É SUA. Se quer voltar com ele ou esquecê-lo de vez!.
    (Confesso que sou bissexual, e em vez de mulher, prefiro travesti. Lembrando que SOU 100% ATIVO. E mesmo que fosse passivo não teria vergonha de falar a verdade).
    90% Gosto de travestis;
    9% Gosto de MULHERES; (não precisa ser bonita, sei valorizar outras qualidades. Ex; ser educada, honesta, e que me respeite como eu sou. Isso seria o essencial).
    1% Gosto de GAY (Atraente, educado e simpático; seria o essencial).
    BISSEXUALIDADE 100% ATIVA.

    • Obrigada por contar sua história, Alessandro. Vc foi sincero consigo mesmo. Isso é o que importa. Eu realmente penso que somos livres para fazer o que quisermos com quem quisermos, desde que não enganemos ou machuquemos alguém. E foi o que ele fez comigo.

  • Nossa que barra. Primeiro quero te dizer que eu sou gay e não posso afirmar com total certeza que seu marido seja. Pq digo isso? Pq muitos homens não sabem mas sexo anal dá prazer. Se assim não fosse os gays não o fariam.É muito difícil para um homem heterossexual pedir para a namorada, esposa ou ficante penetrar ele. Pq isso?

    Primeiro pelo machismo imposto durante os tempos. É por isso que arrumar sexo casual sem compromisso com outro homem é bem mais fácil do que com uma mulher e acredite: isso não é particularidade do seu marido. Eu não tenho trejeitos homossexuais e quando até conto para algum amigo hetero eles riem e dizem que estou “zoando com a cara deles”. Isso é frequente em locais públicos (passe a observar) onde você verá homens (sem trejeitos) trocando olhares com outros.

    Segundo que a mulher foi acostumada a ser dominada, submissa sexualmente e ainda bem que hoje muitas quebram esses paradigmas, então o fato de ver seu marido nessa situação é uma fuga dele e não um problema com você (pois muitas se culpam por isso).

    Moro perto de uma área de prostituição no RJ e sei bem do que estou falando. Os caras que procuram travestis não são e jamais serão outros gays e sim os heteros, os que batem pé que odeiam e debocham dos gays, viados nas rodas de amigos mas escondem esse desejo entranhado dentro deles. Tudo se resume em: prazer anal.

    A procura dele por travesti e não outros homens é exatamente para isso: para não se sentir viado, gay ou boiola.. acredite minha cara, tenho conhecidos heteros que transam com travestis mas falam que não são viados e sim machos. ¬¬”

    Enfim, a única coisa preocupante são as dst’s. Procure colocar ele na parede nesse sentido pois se ele se expõe a esse determinado público (onde eu diria que uns 99% fazem programas) pode expor vc também.

    Abraços.

    • É verdade, Conselheiro. Na hora que brigamos uma das primeiras perguntas que fiz foi exatamente essa: como pôde me expôr dessa forma? Ele disse que não me expôs, mas nem sei mais no que acreditar. Quanto à orientação sexual, ele faz bem esse tipo que vc disse: o hétero macho que “jamais” teria coragem…

      • Realmente as dst’s são preocupantes. Procure um médico e exponha a situação para ele e ele te dará medidas preventivas para isso. Desculpe a sinceridade mas eu preferiria ter um marido que admitisse os erros do que um que se esconde atrás de desculpas para sair com travestis.

        • Pois é, amigo. Eu também preferiria. Acho que se ele tivesse sido sincero e aberto o jogo desde o início, seria mais fácil entender. Mas a mentira devasta a confiança e é impossível preservar a saúde de um relacionamento quando não existe confiança, cumplicidade. Por isso o rompimento foi a melhor opção.

  • Amiga, todos somos refens de nossas convicções.
    .
    Se para voce o homosexualismo e a infidelidade são inaceitaveis, não há o que fazer, melhor que saia do relacionamento agora que esperar alguma mudança futura, pois nunca irá acontecer.
    .
    Até arrisco dizer que a felicidade dele está nesse universo gay que não tem coragem de assumir e voce faça parte do mundo de mentirinha que ele quer mostrar para a sociedade.
    .
    Ele vai te procurar, sente-se com ele e explique.
    .

    Bjs.

    • Maria, engraçado vc dizer isso. Realmente fiquei me sentindo um objeto pra satisfazer as meras convenções sociais, mesmo com todo nosso envolvimento, mesmo ele dizendo que tinha planos pra nós e etc. Mas, vc acha que realmente vale a pena sentar e conversar? Não sinto que haja muito o que dizer. Talvez se ele tivesse aberto o jogo pra mim desde o início, sem mentir ou enganar, eu poderia entender e procurar ajudar na satisfação de seus desejos. Mas mentira e hipocrisia eu não aguento. Isso pra mim foi o pior de tudo, entende?

      • No caso dele te procurar, acho que precisa conversar. Não que uma conversa mude alguma coisa para voce, mas que mude para ele.
        .
        Se um dia sentiu carinho e amor por essa pessoa, por mais que vc encontre razões na atitude que tomou, ele precisa entender o seu paradigma.
        .
        Isso é uma coisa minha, nunca gostei de bater a porta na cara das pessoas por quem eu tive apego, mas fechando-a com cuidado para que elas próprias encontrassem seus caminhos. O seu bem estar emocional não deve nunca ser construído com o sofrimento dos outros, ainda que merecido.
        .
        Mas se não te procurar, esquece.
        .
        Bjs.