Cair na tentação da homossexualidade

Durante algum tempo achei que só os pensamentos não fariam de mim uma pecadora, mas fazem. Percebo que a minha relação com o Deus que eu sirvo e amo já não é a mesma, e isso tem a ver com sentimentos confusos e com o meu passado que insiste em vir à tona.

Há algum tempo vivi experiências com mulheres. Na última, fiquei quase 3 anos com uma com quem aprendi a falar que amo com propriedade e me sentir amada de verdade. Rompi o relacionamento quando conheci o evangelho de Jesus, algo que nenhuma religião por si só poderia me proporcionar.

Desde então evitei novos envolvimentos, me inteirei de atividades relacionadas à fé que professo, aprendi muito, fui usada por Deus e edificada também a ponto de pessoas se achegarem a Ele através do que Ele fazia na minha vida, e isso me fazia transbordar de alegria.

O que mudou? Há quase três anos conheci uma pessoa no trabalho que tem o mesmo nome daquela com quem me relacionei antes de me converter. O jeito dela me despertava dúvidas, e pra piorar a situação passei a sonhar frequentemente com ela. Nos sonhos, ela me beijava, estava sempre carinhosa e até me assumia como sua companheira para os pais.

Por um tempo fiquei bastante retraída com tudo isso, e vi que ela se aproveitava disso, me coagia com algumas conversas e brincadeiras, mas com o passar do tempo isso mudou. Percebi que ela foi se retraindo, evitando determinados assuntos, algumas vezes ficava nítido que estava fugindo de mim.

Eu fugi tanto disso, embora já soubesse que sentia algo diferente por ela, que busquei terapia e quase entro em depressão. Foi quando passei a reagir melhor… Nesse meio tempo conheci um rapaz e depositei nele minhas expectativas de que me ajudaria a sair dessa. Recentemente percebi que não há nada além de uma linda amizade entre nós, justamente quando me dei conta que essa criatura do trabalho está indo embora…

Somos muito diferente, tenho certeza de que não há a menor chance de acontecer nada entre a gente. Mas desde que tive os tais sonhos, sinto vontade de dar ao menos um beijo nela e todos os dias quando estamos trabalhando juntas acho que devo falar com ela sobre isso mas não consigo.

Sei que isso será um motivo a mais pra que eu me afaste daquilo que creio, que é a Palavra de Deus, mas já não me martirizo tanto porque tenho confessado a Ele diariamente minhas fraquezas.

Todos os dias tenho a possibilidade de cair em tentação, e acho que não vale a pena pois apesar de alguns olhares, brincadeiras e conversas sobre o universo da homossexualidade, ela não dá vestígios de que sinta algo por mim. Já tive confirmação de que ela é homossexual, não sei se Bi, mas ela nunca teve nenhuma pista sobre o meu passado, nem sonha que um dia já vivi tais práticas.

Quero falar pra ela sobre o beijo, mas receio pelas consequências… Não estou disposta a deixar a igreja onde congrego e os compromissos que assumo liderando pessoas. Sobretudo, não estou disposta a entristecer o Espírito Santo de Deus, porque sei o quanto que Ele significa pra mim.

Quero vencer tudo isso, mas não consigo… Penso nela o tempo todo, procuro pretexto pra conversar nas redes sociais e gosto de estar perto dela. Passei muitos anos sem sentir nada disso, achei que tinha superado, mas não…

Enfim, esse é o meu dilema. Não sei como vai acabar, mas chamo por Deus o tempo todo. Não sei se vou beija-la, ou se vou esquecê-la, mas tenho certeza que posso contar com a misericórdia de Deus pois Ele conhece bem o meu coração.

PS.: Perdão pelo longo texto! Acreditem, resumi bastante o que tinha pra compartilhar.

 

 

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

14 Comentários

  • Deus não muda. Pecado é pecado. Homossexualismo é pecado se você fizer. Mas quem não peca? E Deus sabe disso e te perdoará quando tu se arrependeres e te consolara quando o procurares.
    Lute contra isso, se cair, levanta-te e anda! Faça caridade, trabalhe muito, estude, faça esportes, jejum e oração. Aproveite sua vida….e não abandone a tua missão na igreja. Lembra que até o gigante apóstolo Paulo se queixou que lutava contra um espinho na carne!
    Deus te conhece, ele não te condenará por ter tendência homossexuais e mesmo cair. Ele pode te condenar por não luta, aí sim. Mas converse em silencio com ele, mesmo caindo, ele pode te usar como um vaso de oleiro cheio de bênçãos para muitos.

  • Oi colega, tudo bem? Então já passei por isso que você está passando. Só nunca liderei nenhum grupo na Igreja, mas, assim como você, sou homossexual e sou evangélica. O que posso te dizer pela minha experiência (nasci em família evangélica) é que: você não vai deixar de gostar e de se apaixonar por mulheres e você não vai gostar de homens, pode orar, pode jejuar, pode pagar promessa, pode se exorcizar… faça tudo isso minha amiga… é inútil, aliás, é impossível deixar de ser assim. Sugiro que você assista o Caio fabio aqui na internet foi minha salvação. Você não vai pro inferno por ser gay, ninguém vai, é uma condição imutável, acredite! Se aceite como é você não estará entristecendo a Deus por isso. PS.: Me dá dicas de como saber que a garota é gay, por favor? Eu quero saber!

    • É fácil descobrir se ela é lésbica! Se for novinha é moda, passa na TV e elas acham isso correto. Se for já balzaquiana aí é frustração da vida com os homens, passa só a sair com amiguinhas independentes, não arrumam marido nem a pau aí acabam se pegando!

  • Querida, não caia nas garras do diabo. Estamos nos últimos tempos e o inferno está trabalhando forte, é impressionante o nº de mulheres ficando com mulheres e homens com homens. Tudo o que Deus DETESTA. Vc sabe que Deus é Santo e exige a Santificação dos seus escolhidos. Oras, isso é uma tentação comum, então fuja da tentação. Não tem essa de se arrepender num dia, mas no outro ficar com vontade de conversar com ela, de dar beijo, etc. Entenda uma coisa, essa tentação vc terá que suportar sua vida toda. Vc deve é dar graças a Deus que ela vai embora, mas saiba que virão outras e outras e outras…Foge da tentação, rasgue nº de telefone, emails, corte todo contado sem dó, se ver ela vindo numa calçada, vá pra outra calçada…
    Por isso que o Mestre manda cortar a mão e o olho que faz pecar. Quem não for capaz de ser radical contra o pecado, nunca vai vencer!
    Da mesma forma nós, homens, temos uma facilidade grande de sermos tentados a todo momento com masturbação, mulheres nuas na Internet, etc. Temos ereções mesmo dormindo, acordamos muitas vezes no meio de orgasmos, qualquer coisa, uma cueca mais folgada, já excita. isso vamos ter que lutar a vida toda contra isso, para não pecarmos contra o Senhor e a luta vai ser difícil mesmo a vida toda.
    Do mesmo jeito será com vcs que têm esses desejos, têm que viver em constante oração, sabendo que a luta será por toda vida, mas a vitória será grande, pois não estamos sozinhos. E vc pensa que é fácil? Eu adoro mulher, mas por amor ao Senhor, continuo virgem aqui, espero ainda em Deus até hoje por uma esposa e tenho mais de 40 anos, portanto tenha Fé e foge dessas imoralidades e se salve dessa geração corrompida.
    Abs.

  • Esse dilema que você está vivendo a religião que impôs na sua cabeça, pecado é promiscuidade, se você está amando uma pessoa Deus nunca vai te condenar. Jesus quando esteve na Terra nunca julgou, quem nasce homossexual nunca vai deixar de ser.
    Você tem duas opções: Continua fingindo que não sente nada e vive em um martilho ou se dá a oportunidade de amar novamente de verdade. Não se preocupe, você já conversou muito com Deus e pediu para mudar… Se não mudou é porque não há nada de errado nisso. Isso não faz com que você se afaste de Deus, continue com ele, mas sendo você mesma.

    • Você tem razão em partes, mas não estou me privando disso apenas por causa da minha fé. Principalmente por causa disso, mas também porque não temos nada a ver uma com a outra, e ela não vai me corresponder da forma que desejo ser correspondida, disso eu tenho certeza!
      Se é pra aventurar, prefiro ficar como estou, e deixar que isso acabe da mesma forma inusitada como começou, entende?!
      O meu desabafo, e a minha confusão, é só pelo fato de passar por essa batalha interna entre o que eu creio e o que eu sinto… é péssimo!
      Mas estou mais tranquila, ainda que dividida, estou tranquila. Como já coloquei, Deus está atento e tem cuidado de mim até aqui. Uma hora tudo isso passa!
      Obrigada pelas palavras! Abraço!

  • Ore muito Deus, o capeta tá te tentando, ele sabe de nossas fraquezas. Resista! Não caia em tentação, não comente nada sobre esse sonho com ela, se você falar, ela provavelmente vai começar à se interessar por você. Aí, já era, ela vai se aproximar mais de você, e aí à cópula entre vocês duas, vai ser uma questão de tempo. Se você puder, se afaste dela de vez, afinal, o que os olhos não vêem o coração não sente. Resista amiga, se começar à transar com ela, não vai parar mais, aos poucos vai sair da igreja e quando tu se der conta, vai estar nas mãos do Diabo. Que Deus te proteja!

    • É o que estou fazendo, João, resistindo.
      Como ela está indo embora, esse afastamento vai acontecer de qualquer forma. Não posso negar que sinto falta. que penso muito, tudo o que já coloquei, mas vou continuar resistindo. Nos últimos dias já nos afastamos mais, nos vemos e conversamos menos… Creio que vou superar isso logo, com fé em Deus! Amém, meu querido! Obrigada!!

  • Estou orando por você (pra que não caia no homossexualismo)

  • Deixa eu entender, voce LIDERA pessoas na sua igreja ? Como que é isso ? rsrrs
    .
    rsrsr… Esse problema de sexualidade é seu com sua fé. Se o paradigma da interpretaçãso da sua fé é que amor e sexo são proibidos, são práticas sujas, e etc… voce viverá esse paradoxo para o resto da vida.
    .
    Aqui não há nada que possa ser feito ! Você terá que se resolver. A escolha é sua !
    .
    De todo modo, para não haver crime basta que não exista a lei. E desconheco nos livros judaicos e tambem nos cristãos qualquer proibição de duas mulheres se amarem.
    .
    Minha opinião: Você não vai segurar essa onda muito tempo.

    • Liderou, Maria Clara! Embora tenho sido alvejada por tais pensamentos, não cometi nada até o momento que me impeça disso… Por outro lado, preferia não passar por isso por entender que devo dar o meu melhor a Deus.
      Sei que a escolha é minha, e por enquanto opto por resistir. É o que tenho feito! Só quem passa por isso sabe como é, mas já não me vitimizo como antes.
      Quero muito ceder a tudo isso, mas se de alguma forma ameaça a minha fé, prefiro lutar com todas as minhas forças pra que não aconteça. Não conheço a fundo os livros judaicos e os cristãos, mas a referência bíblica que tenho diz que Deus reprova essa prática. Conheço homossexuais, respeito, mais isso é o que creio pra minha vida, entende?! Por isso, enquanto puder escolher, vou evitar passar por isso de novo.
      No mais, é viver um dia após o outro… Assim tem sido!
      Obrigada pelo comentário!

      • Ok.

        Se possivel coloque a referência bíblica na qual se baseia para vermos se condiz com o que está dizendo. A proposito sou e sempre fui ateia , de familia ateia e espero que isso não seja empecilho pois modestia a parte conheço alguns livros de algumas religiões o bastante para uma boa conversa.

        • Maria Clara, toparia de imediato essa boa conversa, mas não acho que aqui seria o espaço ideal pra isso.
          Não se trata apenas de como vemos as escrituras, mas do que cremos. E numa comparação bem esdrúxula, não posso te fazer sentir o doce sabor de uma laranja se você não a experimentar… Assim é com a Palavra de Deus! Só numa experiência de fé conseguimos crer nela e toma-la como verdade.
          Como disse na resposta anterior, respeito quem queira viver essa prática, mas tenho direito de fazer as minhas escolhas baseando-me naquilo que acredito. Perceba que não me restrinjo a uma religião em especial, mas a uma experiência, e a partir dela, uma aliança.
          Agradeço pela força! Me ajudaria em relação ao que sinto no momento desfazer todas as minhas crenças, mas enquanto houver força em mim, se tiver que renunciar a alguma coisa, será a esse sentimento.
          Sem contar que seria a maior roubada da minha vida, pois ela com toda certeza não sente por mim o que sinto por ela. Ao passo que nem eu sei ao certo o que sinto… Só espero que passe, e logo!
          Afetuoso abraço, minha querida. É uma pena que a tal conversa só possa ficar no plano das idéias… Até +!!