Tenho visões com uma pessoa que não conheço

Bom, quando estou debaixo de alguma queda d’agua como chuveiro ou cachoeira, eu consigo relaxar demais. É o único jeito que consigo meditar. Pois bem.. ano retrasado eu descobri que quando posiciono a cabeça de uma forma, a água faz meus cabelos tamparem os ouvidos, então o barulho da água fica muito alto e tampa os ruídos daqui de fora. Então relaxo e concentro.. E desde o ano retrasado tenho a mesma visão.

É em primeira pessoa, eu não me vejo. Estou debaixo de uma forte tempestade em uma fazenda e com o canto do olho consigo ver de um lado parte de uma casa e do outro uma mata fechada. Na minha frente está um rapaz com aproximadamente minha idade, 21. Ele é loiro e usa uma camisa branca dentro da calça jeans, como nos anos 80. Ele está na minha frente, nós dois encharcados de chuva, mas não consigo ver seu rosto direito. Eu tento falar com ele, mas a tempestade é muito forte e minha voz quase não sai. Ele sorri muito e me fala alguma coisa que não escuto, mas que me dá vontade de rir também. Nós dois ficamos assim, encharcados e sorrindo um pro outro. Geralmente ai eu ”desperto” e percebo que estou sorrindo contente de verdade. Sempre é a mesma coisa, mesmo lugar.

Hoje posicionei a cabeça e relaxei. Demorou, mas depois de um tempo lá estava eu de novo. Dessa vez assim que eu ”cheguei lá” eu já quis falar com ele, perguntar o que era aquilo, quem era ele.. Mas minha voz era sempre abafada pelo som da tempestade e ele ria disso. Ele falava algo, eu não ouvia. Daí eu percebi que estava muito agoniada, queria conseguir me comunicar. Fiz força pra falar, mas ele sorriu e saiu correndo, pulando nas poças, brincando na chuva, com as pernas da calça sujas de lama. E eu me senti contente vendo isso e ”despertei”, percebendo que eu estava de boca entreaberta – como se quisesse falar – e com lágrimas começando a se formar nos olhos. Acho que eu ”aqui fora” sinto alguma coisa quando ”estou lá”. Porque quando volto pra cá, me percebo sorrindo, rindo, e hoje tava quase chorando.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

5 Comentários

  • Quem sabe viih ,não e o seu principe encantado risos, você deva ter ligações de outras vidas ,com esse rapaz de seu sonho, que pode ser muito bem seu anjo da guarda nessa vida.

  • ah véio….
    q fake… pqp!

  • Por isso mesmo que são feitos trabalhos tipo macumbaria e toda aquela tralha em matas e cachoeiras, pois os exus (demônios) ficam alí, e por ser lugares muito visitados, eles se apossam dos incautos que acham que estão tendo visões. Esse tal “moço” que aliás, não gosta de mostrar o rosto né, é o mesmo que aparece também em sonhos para algumas mulheres, pois esse demônio penetra elas a força (estupra elas), e ficam fazendo gracinhas, enquanto as ingênuas acabam cedendo e “dando” para o capeta. Esse demônio capa preta não deixa elas acordarem, mas quando acordam, muitas só vem um vulto preto saindo pela janela fechada. Muitas mulheres só gozam com o capeta toda noite, mas não sentem prazer com o marido.
    Moça, acorda, vc está tendo visões com o capeta isso sim! Tente negar pra vc ver o que te acontece. Esse capeta te bate e te machuca. Procure urgente por Jesus pra se libertar desses espíritos malignos.

  • Procure um psiquiatra. Voce pode acreditar na fantasia que quiser, mas não passam de fantasias. É importante procurar um psiquiatra pois com o tempo o problema só aumenta.

  • Isso chama-se esquizofrenia. Um ano no Galba Veloso resolve. Engraçado é que sempre é um cara branco, loiro de olhos azuis. Nunca é um negro, ou um indio, ou um japonês, chines ou indiano. Muito conveniente. Carência sexual e afetiva é foda.