Como me tornei a “louca” da minha família

Desde muito pequena eu sempre cresci tendo ao meu lado uma mãe forte e guerreira, sempre me espelhei nela pra ser uma pessoa boa, quando eu tinha 14 anos meus pais se separam e minha mãe casou-se de novo e eu era contra isso, mas meu irmão não, ele é mais novo e sempre esteve do lado da minha mãe. Enfim, a partir dos meus 14 anos eu nunca mais fui a mesma. Era uma mentira atrás da outra, um erro pior que o outro, alguns envolvendo até morte porque meu pai queria o marido da minha mãe morto. Já me meti em confusões horríveis e que realmente tenho muita vergonha hoje, quando eu tinha 17 anos minha mãe resolveu se mudar de Estado e lá fomos nós, sempre fui contra mas eu já tinha percebido que o marido da minha mãe era legal, puro engano, quando eu fiz 18 anos ele abusou de mim, e eu contei pra minha mãe e ela não acreditou em mim pelo que eu tinha feito no passado, pq eu era mentirosa, resumindo ela ficou com ele e eu fui embora pra casa da minha vó para meu Estado natal. Fiquei um ano fora e passei por coisas ruins e também fiz coisas idiotas. Dps de tudo eu conversei com a minha mãe e vi que ela realmente nunca iria ficar do meu lado e como eu tenho 2 irmãos mais novos que eu tinha mta sdds e até mesmo da minha mãe eu voltei pra casa, mesmo com o marido dela junto.

Hoje como uma prova de amor para não perdê-la ou por uma burrice minha por pressão dela eu falei que nunca foi verdade o que houve pra ver se assim eu pudesse ter minha família de volta. Mas nem assim. Agr é pior pq eu sou a doida mental e louca da família! Não aguento mais conviver com tantas mágoas…  Não estou avisando muito menos pedindo ou falando para me impedirem de cometer algo, apenas estou confessando.

Obg .

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

2 Comentários

  • Errou. Tinha 18 anos na época do abuso e, sendo maior de idadce, podia/devia ter ido dar queixa numa delegacia.
    Entendo que ficou abalada, mas ainda assim devia ter dado queixa desse ordinário.

  • Não vou impedir você de nada, apenas falar a verdade. Mentira tem perna curta, como todo mundo sabe, obviamente chegaria um ponto em que sua mãe não iria mais acreditar. Tem que aprender com os erros e fazer vingança com esse m.erda de namorado, se puder. Espero que fique tudo bem. Paz.