Abortei o filho que sempre sonhei pois o pai é casado

Então em junho de 2015 conheci esse cara que estou até hoje e me apaixonei, ele tem tudo que eu sempre pedi, mais velho que eu 18 anos, casado mas ainda assim tem tudo que eu sempre quis. Há 2 meses minha menstruação atrasou, fiz um teste e deu negativo então ficamos tranquilos e achamos que era só mais um atraso até que virou o mês e não veio de novo, fiz mais dois testes que deram positivo. Guardei essa informação comigo uma semana até que no sábado, duas semanas atrás, eu contei, na hora ele ficou sem reação e começou a chorar porque quando revelei que estava grávida falei também sobre minha decisão que foi a de abortar. Tomei essa decisão por vários motivos: Primeiro que meus pais são pastores de igreja evangélica e isso seria a maior vergonha do mundo pra eles, segundo apesar de eu amar essa pessoa como nunca amei ninguém, eu não quero que ele se separe por esse tipo de coisa, se isso acontecer um dia, teria que ser porque escolheu ficar comigo! E esses foram os dois motivos por qual fiz essa escolha, mas na hora do desespero não pensei em mim, não pensei no que queria. Tenho uma amiga que já abortou três vezes e ficou me dizendo que “essa era a melhor escolha e o pai da criança também não fez muita força pra eu não fazer isso” então ela fez os contatos dela e conseguiu falar com a mulher que fez nela as três vezes, tudo marcado, e o “pai” da criança deu o dinheiro. Quinta-feira passada fui parar dentro de uma favela, dentro da casa de uma menina que nunca vi na vida com mais três desconhecidas que também fizeram o procedimento. Eu me sentia vazia como se não tivesse nada dentro de mim, como se não fosse eu mesma, ignorei tudo em que eu sempre acreditei e fiz a grande besteira na minha vida! Passado 7 dias, a única coisa que sinto é arrependimento, arrependimento profundo, não dei a chance dessa criança nascer, fui uma mãe horrível, mãe cuida e protege o filho de qualquer coisa, eu fui uma monstra, na verdade eu me tornei e vou ser pro resto da vida uma monstra, nada justifica a atitude que tomei. Um conselho que eu tenho pra qualquer mulher que esta pensando nisso é NÃO FAZER! Assuma os seus atos,seja a mulher que eu não fui. A unica coisa que faço agora é pedir perdão a Deus,choro todos os dias e peço desculpas a essa criança a todo instante.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

11 Comentários

  • Oi , sei exatamente o que vc tá passando , e hoje eu tbm choro todos os dias e me arrependo do que fiz , minhas amigas dizem pra procurar um psicólogo mas não acho que isso vá ajudar em algo , pois só que passou pela mesma situação é capaz de saber o que se passa dentro de nós. Fiz um aborto no início do ano , e a pessoa que eu me relaciono esteve o tempo todo comigo do meu lado , até hoje está e nós dois nos arrependemos demais, somos jovens e estávamos inseguros. Não sei o que te falar pra acalmar seu coração , mas tente orar a Deus , ele sempre tem as melhores respostas. Se quiser conversar é só responder ..

  • Olha não posso te julgar Pq passei por uma situação parecida!!! Tenho um profundo remorcio dentro de mim eu tenha 19 anos na época e hj estou com 31… sou casada e tenho um filho de 7 anos e penso que ele teria um irmão e que eles poderiam ser melhores amigos. Peço a deus e a criança que me perdoe Pq o cara q eu andava era um lixo q graças a deus saiu da minha vida … mas mesmo assim sinto pelo bb e sei que eu tb sou a maior culpada de tudo q ocorreu. Por andar com homem casado, não ter resposabilide para evitar a gravidez e ter feito um aborto Pq era mais fácil do q encarar as responsabilidades … que deus me perdoe!!!!

  • Olha vc pode ser amante oque for mais tirar a vida de uma criança indefesa não
    tem perdao,.. essas horas eu fico pensando como pode com tanta mulher sofrendo pra ter um filho passando por tratamento e muitas vezes nem consegue engravidar, como pode uma pessoa que tem essa chance fazer isso esse mundo e muito injusto vc e uma rapariga, tem vergonha dos pais mais não tem vergonha diante de Deus ??? ah me poupe eu cresci no evangelho e sempre fiz oq sempre quis, mas jamais tirar a vida se um indefeso e msm vc tendo feito isso vai continuar com sua servergonhice, de estragar uma família.

  • V ocê é adúltera, pois se envolve com um homem casado, e se tornou uma assassina, ao matar o próprio filho. E disseque abortou pq seus pais ficariam com vergonha? Como então eles se sentiriam ao saber tudo o que você fez então? Agora não adianta chorar pelo que já fez. larga esse cara e siga sua vida de forma decente.

  • Havia postado aqui meui comentário, mas o moderador talvez o tenha vetado porque eu disse a verdade sobre uma experiência como a sua, parecida. Infelizmente há pessoas que ainda, ao estilo da ditadura, a escolher as palavras que o alheio diz. Abre o espaço, mas ‘o decora’ usando apenas as palavras alheias que ‘ele’ acha bonitinhas.
    Filha, se perdoe. Se perdoe. Fez o que podia fazer e ninguém pode cobrar de você o que não conseguia saldar, nem vovê mesma aliás deve fazer isso.

  • Minha amiga, procure o perdão de Deus, e larga mao desse homem pq provou que não vale nada. Se sou eu bancava tua gravidez e o filho.

  • Imagino o que esteja sentindo, eu fiz o mesmo há muitos anos atrás por pensar em familia e em convenções, sei lá e lamentei por muito tempo, mas agora superei isso, me perdoei porque na época eu não tinha recursos (emocionais/psiquicos) para sustentar a situação. Não sei como teria sido esse filho, jamais saberei e devo aceitar a responsabilidade desse gesto meu, Deus sabe de tudo, Ele mesmo sabia o que eu estava a caminho de fazer e silenciou, sem contar a Palavra de ‘não matarás’ que eu ignorei. Ah se eu tivesse pensado apenas por um instante nisso, mas eu não tinha estrutura para isso e enfim segui adiante depois. Nunca saberei como teria sido esse filho que hoje talvez já seria adulto a cor dos olhos a fisionomia e isso me gera tristeza, esse filho que não existiu nem pode me perdoar, pois eu mesma tirei dele essa chance, olha como são as coisas nessa vida… De modo que devo eu mesma absorver esse impacto e esse infeliz episódio, essa dor de então. Ele ‘não sentiu nada’ sei que não a Ciência me garante, o que me alivia um pouco mas so um pouco e é só. Nem toda gestação vai adiante e às vezes o ovinho é expulso por inumeras razões e a futura mãe sequer sabe e isso também me passa pela cabeça, sabe. Enfim a responsabilidade foi e é minha. Doi e vai doer, mas não há mais nada a fazer.

  • Aproveita pra deixar marido de dono também

  • Você é solteira, se rebaixar ao ponto de virar amante é pedir pra Deus castigar mesmo, arrependimento você deveria ter tido antes de estragar a união de um casal! Dê graças a Deus que não teve complicações, se continuar nesse pecado pode ter certeza que coisas boas não virão!