Apaixonado por uma virgem

Tenho 39 anos e e me apaixonei por uma moça linda de 27 anos e virgem, sim, isso mesmo virgem. Bom, a história desde o início é a seguinte: Essa moça foi convocada no órgão onde trabalho e alocada no meu local de trabalho junto com outras pessoas e eu como tenho mais tempo de casa e por sermos de áreas parecidas fiquei encarregado de acompanhá-la, orientá-la e tudo mais. Hoje faz quase dois anos que trabalhamos junto e nos tornamos muito próximos e amigos. Sempre gostei dela desde o começo e hoje sei que ela gosta de mim também, mas a princípio nunca havia tentado uma aproximação maior porque a respeito muito e ela nunca deu liberdade. Nesse tempo morando aqui na cidade ela não teve muitos relacionamentos, é bem caseira, não participa muito das festas dos colegas de trabalho, porém, é extremamente agradável e todos que a conhecem gostam muito dela. Falando um pouco da personalidade dela, é uma pessoa muito simpática e amável, tímida e um pouco fechada com quem ela não conhece mas alegre e divertida com quem ela tem intimidade, no entanto as vezes percebo um pouco de tristeza nela, algo que ela não divide com ninguém. Não queria assustá-la mas um dia desses tive que enfrentar a situação e dizer que gosto dela de verdade além de fazer algumas perguntas que não me saíam da cabeça como “o porque de ser tão esquiva algumas vezes”. Para minha surpresa ela se abriu comigo e contou todos os seus motivos. O primeiro deles, disse que nunca se relacionou com nenhum homem (sexualmente) e sente vergonha disso. Disse que isso ocorreu não porque ela espera um príncipe encantado nem nada disso, mas porque sempre teve uma vida muito corrida (dedicada aos estudos) e a vida foi passando. Disse sobre sua tristeza que é real, embora ela tente sempre esconder se mostrando sempre alegre, ela sente muita dor pela falta do pai (o qual faleceu de repente, ela o encontrou morto quando foi chamá-lo para jantar) e sente frustração por que ela queria retribuir a ele tudo que ele fez por ela a vida toda como pai, ela acha que não teve tempo o suficiente. Ela disse que nunca quer se casar nem ter filhos pois quer cuidar da mãe. Disse que se esquiva dos relacionamentos pois acredita que se tornará um peso à pessoa, que sempre fugia quando seus relacionamentos começavam a se tornar mais sérios para não ter de explicar o fato de ser virgem (sente vergonha) e o porque disso, e para não sujeitar a outra pessoa a perder tempo com alguém de personalidade e bagagem de vida tão complicada e problemática como ela. Ela diz que no momento que perdeu o pai é como se a vida determinasse para ela que ela nunca mais será completamente feliz, sempre vai faltar esse pedaço dela, e assim ela nunca fará alguém feliz. Ela me implorou para não contar sobre essa conversa a ninguém e disse que sou a primeira pessoa a quem ela se abriu assim, completamente, pois sentiu que poderia confiar em mim e porque não quer mais essa vida de mentiras e desculpas por isso já foi falando logo a verdade. Depois dessa conversa ela praticamente se afastou de mim, não sei se por medo talvez. Fiquei surpreso e atônito com toda essa história e sem saber o que fazer, na verdade dói demais vê-la carregar esse peso todo no coração sozinha e não poder fazer nada. Ela é uma pessoa maravilhosa e a amo cada dia mais e mais. Preciso de ajuda, não sei como me reaproximar dela sem ser invasivo e sem assustá-la, também não quero que se sinta pressionada a se relacionar comigo (inclusive sexualmente), só quero estar perto dela mesmo e que ela saiba o quanto é importante para mim e para todos que gostam dela.

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

2 Comentários

  • Eu não entendo as pessoas que botam esse peso todo em cima do sexo, sério, sexo é algo tão leve, pode ser bom ou ruim, fisicamente falando, só. Mas existem pessoas assexuais, que não sentem vontade nenhuma de sexo, talvez seja o caso da moça em questão, procura se informar melhor sobre ASSEXUALIDADE e veja se seria capaz de conviver e ser feliz com alguém assim, agora, se não, sejam amigos, sem segundas intenções hein, e procure pra cara metade uma mulher que goste de transar, que não tenha medo de sexo, que viva de boa. Alguns homens, por machismo e insegurança, tem esse fascínio, tara ou sei lá o quê por virgens, isso é péssimo cara, desprograma essa parada, pênis não é a varinha mágica capaz de transformar virgens em mulheres sedentas por sexo.

  • nessa tua idade e ainda quer brincar de aprender a ensinar? por isso eu amo as coroas, mulher experiente é outro níve!