Relacionamento virtual

Vamos lá, tenho 17 anos, antes eu não era nem um pouco tímido, tudo começou a piorar nos meus 12 ou 13 anos, quando minha ginecomastia apareceu, comecei a ser zoado por isso e isso me afetou e muito, acabei por tentar me isolar mais e mais das pessoas, me achava/acho um lixo e sou muito inseguro, por isso nunca nem tentei ficar com alguma garota, quer dizer, uma vez uma garota queria ficar comigo, mas como eu era muito inseguro acabei deixando de lado. Com o passar do tempo acabei criando algo como medo de conviver com as pessoas, delas me olharem e tals. E nessa época eu ganhei um computador, e tipo, não tem coisa melhor pra se isolar dos outros do que internet cara, eu mergulhei nisso, na época comecei a fazer vários cursos online principalmente sobre informática e minha rotina era escola/casa casa/escola, e hoje em dia voltou a ser assim. E apesar de eu ser bastante isolado eu tive meus interesses amorosos na escola, não passaram de interesses. Quando completei 15 anos conheci a garota que é minha namorada (virtualmente) hoje, eu já tinha conversado com várias garotas que moravam longe, mas nunca senti nada por nenhuma, por essa eu senti algo, nunca soube nada sobre sentimentos, mas eu tinha algum com ela, e até começamos muito bem, e aquele sentimento (creio eu que é um sentimento) foi crescendo, mas tipo, ainda não tinha me aberto com ela, depois de algumas semanas eu falei o que sentia, mas acho que ela não acreditou e tipo que ignorou, então se passaram mais algumas semanas, e ela começou a falar das relações dela, cara eu não sabia o que fazer só continuei conversando, e foi durante um bom tempo, ela se relacionava com alguém e sempre me falava uma coisa que eu não tava interessado mesmo, e essas coisas ainda me afetam, não como antes, mas afetam, então se passou um ano e ela sumiu, não me falou o porque e nem se voltava, só sumiu, como eu já tava muito magoado com as coisas que ela falava, tentei esconder o que eu acho que sempre senti por ela.  Nesse mesmo tempo eu tinha me mudado de turno na escola, e acabei conhecendo uma garota por quem me interessei, ela até se tornou bem próxima de mim, mas resumindo, foi um dos piores anos que já tive até hoje, não porque eu sentia algo por ela, mas porque eu me reaproximei de algumas pessoas e acabei me decepcionando mais do que antes. No final desse ano, a garota da internet voltou, eu nem lembrava mais das coisas ruins dela, depois de um tempo ela me disse que estava num relacionamento virtual com um cara e ele acabou fazendo merda com ela, segundo ela não foi nada em contato físico, mas algo pior quanto, por isso tinha sumido e tipo, eu fiquei muito feliz por ela ter voltado, começamos a conversar, ela tava muito diferente de antes, e cara começou a falar que sentia algo por mim, e foi assim que começou nosso namoro, depois de meses conversando com ela todos dias o dia inteiro, ligações telefônicas quase que diariamente, e numa dessas ligações ela me disse que tinha ficado com um cara, só que era brincadeira, uma amiga dela até estava com ela na hora, enfim, quando ela disse isso me veio todas aquelas coisas de antes na memória, e cara, depois disso comecei a desconfiar muito dela, até falamos sobre isso um dia, ela ficou muito muito magoada quando disse que não confiava, enfim, ainda sou inseguro, nunca contei sobre minha ginecomastia, e pra piorar minha familia ta passando por problemas financeiros graves, não tenho e nem consigo arrumar emprego por causa da minha timidez/insegurança/medo. Nao sei o que fazer!

 

Reportar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

4 Comentários

  • Ginecomastia é uma
    Neoplasia benigna ou
    maligna que leva ao
    crescimento das mamas
    nos homens, podendo
    eles,ou não, serem
    hermafroditas , devido a
    patologias, geralmente
    associadas a
    desequilíbrios hormonais
    liderados pela síntese das
    células adiposas (de
    gordura). Ginecomastia
    leve é considerada
    característica normal em
    meninos no começo da
    adolescência .
    Diagnóstico e
    cirurgia
    O diagnóstico pode ser
    feito tanto por um
    endocrinologista, cirurgião
    plástico como por um
    Mastologista. São duas as
    causas do aumento de
    volume na região peitoral:
    excesso de tecido mamário
    em decorrência de
    descontrole hormonal ou
    acúmulo de gordura.
    Quando a ginecomastia se
    deve exclusivamente ao
    acúmulo de gordura,
    recebe o nome de
    lipomastia ou
    pseudoginecomastia.
    Tratamento
    Medicamentoso
    Vários estudos comprovam
    a eficácia do tamoxifeno
    (Antiestrogeno) para o
    tratamento medicamentoso
    da ginecomastia puberal e
    também a ginecomastia
    idiopática,administrado
    nas dosagens de 10 à
    40 mg/dia durante 3 e 6
    meses.
    Tratamento
    cirúrgico
    O tratamento cirúrgico [1] é
    muito das vezes indicado,
    pois o uso dos remédios
    como o Tamoxifeno não
    surtem efeito devido ao
    elevado grau da doença
    Exames pré
    operatórios
    A principio o exame pré
    operatório consiste saber
    qual a causa real da
    doença, se foi causada por
    medicamentos ou alguma
    patologia .
    Pré operatório
    No dia da operação deve-
    se estar em jejum,
    normalmente em casos
    mais comuns não é
    necessária a internação;
    porém, em casos mais
    severos como a
    ginecomastia de 3° grau, a
    internação pré-operatória
    pode vir a ser necessária.
    O Pós-operatório
    O Pós-operatório costuma
    ser tranqüilo, recomenda-
    se de uma a duas semanas
    de repouso das atividades
    diárias

  • Essa fase é muito difícil. Não pense que você é o único a passar por timidez e insegurança. Com o tempo esses problemas passarão a ser menores e você vai acabar rindo das bobagens que na época te incomodava. Sou tímido, não esperem que eu me apresente em publico, pois para mim é algo inconcebível. Não me relaxo com pessoas desconhecida, acho que por causa da timidez a primeira impressão que fica é que sou uma pessoa séria e com o tempo eles descobrem que sou um grande brincalhão. Por outro lado, minha timidez me trouxe coisas boas, em termos amorosos, pois tem mulheres que, justamente , não gostam de pessoas saidinhas, entronas. Uma mulher, que foi uma grande amor para mim, me provocava dizendo que adorava me ver corado com as brincadeiras dela e namoramos por muito tempo. Minha primeira namorada me pediu em namoro e acredite, eu não aceitei por ela ser menor de idade e isso eu deixei bem explicado com o objetivo de não deixa-la magoada. Ela passou a tomar conta de mim, não me deixava sozinho e ate que um dia ela me disse que tinha feito 18 anos e ai começamos a namorar. Finalizando, você vai ainda rir de toda essa situação.