Chantagem e vantagem sexual no trabalho

Eu estava dando desfalque na empresa em que trabalhava havia uns 2 anos. O esquema que bolei era super seguro e ninguém ia descobrir nada só que meu gerente filho da p… implicou comigo. Acho que ele estava afim de alguma coisa. Tanto fuçou que acabou descobrindo. Um dia pediu para falar comigo depois do expediente, quando todos já tinham ido embora. Disse ter provas do meu desfalque e que estava me demitindo por justa causa e abrindo processo contra mim por roubo e a polícia ia me procurar em casa. Chorei, disse que sabia que o que eu tinha feito era errado, mas que estava precisando muito do dinheiro e estava arrependida etc, etc, etc. Justa causa por roubo na carteira de trabalho, todo mundo sabe,  significa não arranjar outro emprego nunca mais e a polícia batendo na minha porta e me levando na frente do marido, filhos e vizinhança nem pensar. Depois de muito choro e de muito implorar, ele finalmente perguntou o que eu estava disposta a dar para evitar tudo aquilo. No ato saquei qual era a dele, aquele filho da p…, mas me fiz de desentendida. Disse que não poderia dar o dinheiro de volta porque já tinha gastado. Aí ficou aquele papo dele insinuando uma coisa e eu fingindo que não entendia o que ele queria. Finalmente abriu o jogo. Em resumo, me demitiria com todos os direitos e esqueceria o desfalque se eu topasse transar com ele. Disse para eu nem pensar em denúncia de assédio porque seria minha palavra contra a dele e eu ia perder. Durante um mês eu deveria sair com ele 2 vezes por semana. Aí eu disse que não podia fazer aquilo, que era casada, etc, etc, etc, mas… acabei topando. Não tinha mesmo outra saída.
Na primeira semana ele parecia um tarado. veio pra cima com tudo. Sei que a mulher dele é gorda e bem baranguinha e, em modéstia parte, sou bem gostosa com tudo em cima. Foram duas em cada encontro. Cheguei a ficar preocupada. Será que teria que dar 2 com ele a cada vez que saíssemos. Mas a partir da segunda semana esfriou. Na terceira vez quis fazer por trás. Tarado pervertido f.d.p.! Só tinha feito isso umas 2 vezes com um namorado que tive antes de conhecer meu marido e umas poucas vezes com meu marido. Foram ao todo 8 vezes. Pra ser sincera, relaxei e aproveitei cada encontro. Não tinha outro jeito. Só fiquei com pena do meu marido que agora tinha virado corno sem saber. Mas o que fazer. É a vida, né. Ao final, disse que tinha gostado muito, que eu era muito gostosinha e boa na cama e que queria continuar. Lógico que não topei, mas mesmo assim ele disse que ia tentar arranjar uma colocação profissional pra mim. Semana passada, após 5 meses, me ligaram para marcar uma entrevista. Disseram que me antigo chefe tinha me indicado!

 

Reportar Sexo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Anti-Spam *

5 Comentários

  • É, vamo lá, com certeza ele vai te procurar de novo..k
    E convenhamos né, valeu muito a pena essas saídas, fico
    de boa na carteira, não foi presa e nem devolveu o $ que vc
    pegou que não deve ter sido pouco.
    Bem, acho q como disse a Nivea ai, aprende a andar na linha
    sofre menos, acho isso. E pará com esse arrependimentinho” besta tava doida p dar uma por fora, só pelo jeito que vc escreveu.

  • Vagabunda sem dignidade,coitado do seu marido.Rouba,menti,se faz de arrenpendida e ainda diz que que senti pena do marido,puta que nem vc tem que se ferrar…

  • ele vai te procurar pra te comer de novo.

  • daco_2009, confissões interessantes. Podia contar como se sente quando escreve.

  • E parece que valeu a pena ,você ter dado pra ele ne kkkkkkkkk, mas mesmo assim ,ele não podia ter te chantageado ,pra você ter ido para cama com ele, mas quem mandou você roubar a empresa dele, vê se aprende agora a andar na linha e não cometer mais esse tipo de coisa.